Dicas para começar a estudar o tarot

tarot

Que tal conferir algumas dicas para começar a estudar o tarot?

Essa é uma das práticas antigas que mais fascinam as pessoas ainda nos dias atuais.

Afinal, o baralho funciona como uma ferramenta para o autoconhecimento, a clareza interior e um processo facilitado na tomada de decisões.

Não só isso, o tarot pode ainda oferecer vislumbres do seu futuro. Por isso, muitas pessoas se interessam pela leitura e gostariam de começar a estudar o baralho.

Porém, nem sempre elas sabem por onde começar. 

Pensando nisso, preparamos esse guia completo com os primeiros passos que você precisa tomar.

Dessa forma, você vai saber o que é preciso para se dedicar à leitura do tarot e descobrir os mistérios por trás do baralho. 

Não tenha pressa! 

Antes de mais nada, desconsidere a ideia de que você vai aprender a interpretar o baralho em pouco dias – ou até mesmo semanas!

Além de ser um baralho extenso, com 78 cartas, cada uma delas conta com suas particularidades e são passíveis de interpretações variadas.

Afinal, não é só o personagem que traz as respostas para as perguntas propostas. O que nos leva até a próxima dica. 

Estude além das figuras das cartas

Como mencionamos acima, existe muito a ser interpretado no tarot do que só os personagens. As posições das ilustrações e as cores são exemplos de fatores que também podem influenciar nas respostas.

Da mesma forma, as cartas podem aparecer invertidas ou combinadas com outros arcanos que alteram o seu significado. 

Logo, é muito difícil (para não dizer impossível) considerar a ideia de que é possível começar a estudar o tarot e terminar em poucos dias. Sendo assim, a grande verdade é que você vai precisar de muito foco e dedicação para se tornar um bom leitor. 

Estude uma carta por vez

Com as dicas anteriores, fica fácil entender por que essa é tão relevante. Dedicar-se a apenas uma carta por vez permite que você a compreenda em toda a sua complexidade.

Além de ficar mais familiarizado com a carta em si, você vai absorver melhor quais são todos os significados que ela pode trazer.

Esses estudos de uma única carta podem demorar dias. Então, procure referências específicas sobre cada uma delas, não deixe de fazer anotações e observar o máximo de detalhes possível no arcano. Ao final, você terá muito mais facilidade para descobrir as respostas por trás de cada carta. 

Crie um espaço para se concentrar

Além disso, uma das melhores dicas para começar a estudar o tarot é criar um cantinho específico para isso. Por mais que o baralho não exija nenhum grau de mediunidade, um local silencioso é muito importante para potencializar os seus estudos. 

Você pode decorar esse espaço com o que fizer você se sentir mais concentrado e conectado. O tarot não exige nenhum outro objeto material – como as velas e incensos – para funcionar, mas eles podem ajudar a criar o clima que você precisa para abrir a mente e começar sua jornada pela leitura do baralho.

Construa o que mais combina com você!

Treine o máximo possível 

Por último, vale ressaltar que a prática também é muito importante para quem quer estudar o tarot. 

Faça as suas próprias perguntas e comece a conversar com outras pessoas sobre a leitura. Quando mais você praticar, mais fácil será conhecer a fundo o seu baralho.

E aí, o que você achou das dicas para começar a estudar o tarot?

Dicas de moda para um casamento à noite

Dicas de moda para um casamento à noite

Casamentos são eventos elegantes que devem ser atendidos atendendo a alguns requisitos mínimos. Além disso, ir a um casamento durante o dia não é a mesma coisa que um à tarde ou à noite, pois para cada um deles existem orientações a serem seguidas se se deseja cumprir as regras do protocolo. 

Aqui estão algumas dicas de moda para ter sucesso em um casamento à noite.

Veja também – Tênis Nike Air Force – Conforto e estilo em um só tênis

Dicas para ficar perfeita em um casamento à noite

Em primeiro lugar, você deve levar em consideração o código de vestimenta do convite de casamento. Se for um casamento temático, quase todo o resto  não importa, pois será necessário seguir orientações muito diferentes. Se, por outro lado, for um casamento clássico, será necessário levar em conta que será realizado no período da tarde, avaliando especificamente o horário, a estação do ano e o clima.

Se o casamento for realizado em um quarto, você pode optar por um vestido longo ou curto, embora seja no tipo de ocasião em que  você pode usar um terno longo com muitos ornamentos, brilhante e realmente elegante e luxuoso,  enquanto se você vão comemorar ao ar livre, mesmo à noite, será melhor selecionar designs mais fluidos e fluidos, ou diretamente vestidos estilo coquetel.

Se for um casamento formal ou de gala, você nunca deve escolher um vestido curto ou três quartos, pois são eventos em que os ternos longos devem ser usados. Se for um evento formal, você pode escolher vestidos curtos até o joelho ou ternos sob medida com saia ou calça. Quanto aos calçados,  sem dúvida, a melhor opção são aqueles com salto alto ou médio. 

Para um evento do tipo cocktail, o melhor é optar por um vestido curto e bastante elegante e por sapatos de salto médio ou alto. Se o casamento vai ser na praia, por ser uma tendência ascendente, será uma boa opção escolher vestidos curtos ou longos com tecidos fluidos que podem ser estampados com diferentes motivos florais.

O que não usar em um casamento à noite

Em nenhum tipo de casamento ou festa elegante você teria que usar roupas de discoteca muito chamativas,  pois elas podem retornar uma imagem inadequada e deselegante.  

Ternos e vestidos brancos ou tons muito claros também são estritamente proibidos para casamentos por se tratar de uma cor reservada exclusivamente para a noiva.

Em relação aos chapéus e cocares, deve-se seguir a regra inversa do que acontece com os calçados: enquanto, quanto mais tarde o casamento, mais alto e elegante pode ser o salto, conforme  as horas do dia passam, os chapéus e cocares devem ficar menores  até que desapareçam completamente se for um casamento noturno, pois, além de não serem necessários, são inadequados e vão contra o código de vestimenta.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Brinquedos para cães: qual escolher?

Brinquedos para cães: qual escolher?

É importante saber quais são os elementos básicos para o cuidado do nosso cão (comida, cama, escova, etc.) mas também devemos ter brinquedos para cães adequados à sua idade e raça, de forma a estimular o seu desenvolvimento cognitivo ao longo da vida.

A brincadeira é um fator fundamental para o correto desenvolvimento do nosso cão e assim mantê-lo saudável e forte. Negligenciar o jogo pode levar ao aparecimento de distúrbios como ansiedade, estresse ou mesmo depressão. Além disso, nosso peludo pode ficar apático, entediado e triste.

Os brinquedos oferecem vários benefícios para o nosso cão que vão além da simples diversão:

  • para os cachorros, proporcionam um grande alívio ao aliviar a dor da erupção dos dentes.
  • Com cães adultos, podemos ensiná-los a controlar suas mordidas e desenvolver suas mentes.
  • em cães idosos, eles são uma grande ajuda para retardar o declínio cognitivo.

Que fatores devemos levar em consideração ao escolher um brinquedo para o nosso cão?

Idade

Um cachorrinho de três meses ainda tem dentes de leite, então nessa idade os brinquedos devem ser de tecido ou borracha muito macia. Entre três e nove meses ele vai trocar seus dentes de leite por dentes permanentes, nesta fase é aconselhável evitar brinquedos de borracha dura . É aconselhável armar-se com paciência e ter um bom estoque de brinquedos e mordedores, pois ele tentará morder tudo o que estiver ao seu alcance (chinelos, móveis, cabos, nossas mãos, etc).

Após a fase de troca dentária, a mandíbula do nosso cão estará forte o suficiente para que os brinquedos sejam feitos de borracha mais dura e possam brincar de caçar bolas ou puxar cordas.

A partir dos sete anos ele começará a se tornar um cão sênior e é possível que sua mandíbula e dentes não tenham mais a mesma força de antes, mas ainda será importante que ele tenha brinquedos (mais macios e fáceis de mastigar) do que ajudá-lo a permanecer ativo.

Tamanho e textura

Mesmo que seja um adulto totalmente crescido, um Yorkshire Terrier nunca pode ter a boca de um Pastor Alemão, por isso, ao escolher os brinquedos para o seu cão, lembre-se de levar em consideração o tamanho e a força de sua mandíbula.

Você também deve considerar a resistência do brinquedo : se não for muito consistente, pode quebrar e seu cão pode respirar ou engolir os fragmentos destacados, que podem sufocar, sufocar ou ter problemas gastrointestinais.

Pelas mesmas razões, se você detectar que seus brinquedos começam a estragar, se rasgam ou se rasgam, é melhor pensar em trocá-los por novos. Como ensinar meu cachorro a ser mais educado? Com um bom adestramento!

O tamanho do brinquedo também é importante. Se for muito pequeno, seu cão pode engoli-lo facilmente. Como regra geral, pense que um brinquedo pequeno o suficiente para caber atrás de seus molares é sempre um fator de risco.

A sustentabilidade da consultoria ambiental: desafios futuros

A sustentabilidade da consultoria ambiental: desafios futuros

Já que a consultoria ambiental começou a proliferar como profissão no final dos anos. XX, o setor tem sido obrigado a modificar continuamente sua estratégia e perspectivas futuras. A necessidade de adaptação à conjuntura socioeconômica, jurídica e comercial continua sendo sua principal ameaça, além de fonte de novas oportunidades de negócios.

UM POUCO DE HISTÓRIA

Na década de 1960, em decorrência de alguns cenários de poluição em larga escala e diversas crises ambientais, a semente da consciência ambiental, a preocupação com os impactos no meio ambiente natural e a demanda por produtos mais respeitadores do nosso meio ambiente foram implantadas no pós- sociedade industrial ambiente.

Na Espanha, só no final dos anos 90 é que esses primeiros passos começam a se concretizar. A proliferação de regulamentações ambientais, praticamente sem precedentes até a segunda metade da década de 1980, e as novas regulamentações de gestão ambiental estão se tornando mais comuns na linguagem empresarial. As grandes empresas decidem então começar a trabalhar com seus relatórios ambientais (que hoje evoluíram para relatórios de sustentabilidade ou responsabilidade social corporativa), sendo o último ingrediente para o setor dar os primeiros passos.

No final do s. XX, surge também o catalisador que faz da consultoria ambiental um campo de interesse de muitos profissionais: o boom da engenharia civil. Centenas de projetos de estradas, linhas de alta velocidade, aeroportos, energias renováveis, linhas de transmissão, urbanizações, parques industriais e gasodutos, entre outros, bem como suas respectivas fases de obra, que fazem com que o número de consultorias ambientais aumente exponencialmente, em Espanha, por vezes associada a estudos de engenharia e / ou topografia.

Por mais de uma década, o setor sofreu seu esplendor e motivou o surgimento de diplomas universitários especializados e inúmeros cursos, mestrados, fóruns, eventos, etc. O número de profissionais cresce e surge a diversificação.

Porém, é a partir da segunda década dos anos. XXI, arrastado pela crise econômica mundial, a queda nas licitações públicas, a paralisação das obras civis e energias renováveis, e a perda de valor das empresas no monitoramento de seus impactos ambientais, o que provoca uma queda drástica do setor e um número indeterminado de profissionais forçados a reciclar.

SITUAÇÃO ATUAL

A crise da consultoria ambiental ocorrida nos últimos anos, paralela à vivida por muitos outros ramos, tem levado ao aparecimento de profundas mudanças no modelo de produção do setor. A estagnação e a baixa inovação que muitos profissionais e empresas ambientais estavam começando a experimentar, está dando lugar a uma nova forma de fazer as coisas. 

A consolidação social e empresarial das preocupações com as alterações climáticas, o marketing verde e, em geral, tudo o que está associado ao prefixo eco- (e as ameaças que isso acarreta), bem como a integração do negócio nas redes sociais, são novos vetores de desenvolvimento que estão modificando o que já existe.

O paradigma atual é de convivência entre as antigas consultorias, muitas delas lutando para sobreviver ao turbilhão do mundo 2.0 e tentando manter em suspense sua forma de fazer as coisas, com novos projetos de negócios que buscam se firmar no mercado, como Uma vez supersaturada, por sua capacidade de inovação.

Nessa guerra metodológica, a grande oportunidade do setor parece estar no surgimento de novas preocupações sociais para o consumo ambientalmente responsável e na consolidação de velhos conhecidos como as mudanças climáticas. 

Além disso, a análise do ciclo de vida ao longo da cadeia de valor dos produtos comercializados pelas empresas (rastreabilidade ambiental), a economia circular e a componente ambiental associada à responsabilidade social corporativa, parece que serão também uma fonte de projetos interessantes e áreas de estudo. Tudo isso sem esquecer a parte mais tradicional, que sem dúvida continuará a ser fonte de negócios, principalmente quando associada ao compliance legal.

OPORTUNIDADES E AMEAÇAS

Sem dúvida, as grandes ameaças a este setor continuarão a vir na forma de uma crise socioeconômica global. Por um lado, a falta de consciência empresarial das vantagens a médio longo prazo de respeitar o ambiente para a sua sustentabilidade e, por outro lado, a concorrência desleal que algumas consultorias oferecem para desacreditar o seu próprio sector, constituem ameaças prioritárias.

Relativamente a este último caso, importa referir que a política de preços baixos que algumas consultorias ambientais têm vindo a oferecer nos últimos anos não lhes trouxe os benefícios que esperavam. Nunca foi uma boa estratégia baixar os preços, pois sempre há alguém que pode se ajustar mais, principalmente quando o setor está sofrendo uma fragmentação em profissionais autônomos. Do meu ponto de vista, investir em especialização e capacidade de inovação permanente, adaptando-se rapidamente às necessidades do cliente, traz melhores resultados.

Nesse mesmo sentido, é onde aparecem as grandes oportunidades. O setor continuará inevitavelmente a experimentar o desaparecimento de empresas, antigas e novas, geralmente após optarem pela estratégia errada. E será isso que abrirá a oportunidade para novos profissionais prestarem seus serviços e contribuírem para um mundo profissional que, sem dúvida, passa por uma grande mudança global que ultrapassa o mero setor ambiental.

CAMPOS DE CONSULTORIA AMBIENTAL

Pensamos que algumas das principais áreas em que as necessidades deste setor se concentrarão são as seguintes:

  • Treinamento ambiental
  • Análise do Ciclo de Vida
  • Certificação energética
  • Prevenção de riscos profissionais
  • Sistemas de gestão ambiental (EMAS, ISO 14001)
  • Estudos de impacto ambiental e avaliação ambiental estratégica
  • Estudos de impacto da paisagem
  • Estudos de fauna, flora, habitats, áreas protegidas …
  • Cálculo da pegada de carbono e pegada hídrica
  • Análise de águas, atmosfera
  • Estudos de ruído
  • Análise de solos contaminados
  • Caracterização de resíduos
  • Modelagem de poluição
  • Estudos de minimização de resíduos
  • Planos de vigilância ambiental
  • Autorizações ambientais integradas
  • Due diligence
  • Planos de mobilidade
  • Auditorias ambientais
  • Topografia
  • Sistemas de Informação Geográfica
  • ambiente marinho
  • Analise de riscos
  • Educação ambiental
  • Turismo rural e ecoturismo
  • Planos de Responsabilidade Ambiental
  • Gestão de locais de caça

Planos de prevenção de incêndio

Como melhorar no futebol, 10 dicas eficazes

Como melhorar no futebol, 10 dicas eficazes

Certamente, quando você assiste a um jogo de futebol, seja na televisão ou no campo, você fica apaixonado por assistir as estrelas dos times jogarem, desejando que você pudesse ser pelo menos metade tão bom quanto eles. Para isso, é necessário muito trabalho, esforço e vontade de se aprimorar a cada dia, além dos conselhos que a seguir daremos para se aprimorar neste esporte.

Confira os gols do galo em 2020 – Futeblog dando todas a noticias no futebol para você

Time esportivo

Uma das primeiras premissas que você deve ter em mente é que o futebol é um esporte coletivo no qual seus companheiros também contam. Se você quiser ter a opção de receber mais a bola, deve repassá-la para outras pessoas para que haja maior mobilidade da bola

Saber disso o ajudará a ocupar seu lugar no campo e que o resto também o identificará naquele lugar. Embora você possa pensar que esse não é o caso, um jogo é vencido por uma equipe e não apenas por um jogador individual.

Mobilidade da bola

Intimamente relacionado ao ponto anterior é que você deve mover muito a bola. É verdade que há equipas que jogam contra-ataque, mas como regra geral a melhor forma de jogar é movendo a bola de um lado para o outro do campo. 

Esta ação afetará diretamente a sua energia física, pois ao receber uma bola e caminhar muitos metros com ela, seu corpo se sente mais cansado do que sem a bola, esgotando você em menos do que o esperado e possibilitando que os rivais percebam Além disso, é claro, o treinador vê que você não está desempenhando o suficiente e o senta no banco.

Leia a peça

Quando você assiste a um jogo de futebol, você se sente como um treinador, ordenando mentalmente a um jogador que se desloque para tal lugar para ficar livre de defesas e assim passar a bola para você escapar e marcar. Isso é exatamente o que você deve fazer quando estiver jogando. Você deve ler a peça, se você está defendendo ou atacando. 

Se você for rápido, será capaz de interceptar muitas bolas de seus rivais que podem ir para o gol ou ajudar a se desmarcar para conseguir um gol. Velocidade e energia neste aspecto é fundamental, treine e gaste na partida apenas o suficiente para durar os 90 minutos.

Pressão

Se o adversário estiver com a bola, é possível avançar para o gol e fazer um gol. O que se deve fazer sempre é pressionar, para que o rival não veja brechas na defesa e seja difícil ou impossível para ele combinar com um companheiro, esse estresse que supõe uma pressão perfeita causa erros e falhas, que você pode usar mais tarde para criar um contra-ataque.

Mudanças de ritmo

Se você sempre fizer o mesmo, no final você tornará as coisas muito fáceis para seus rivais. Faça movimentos que seus oponentes não estão esperando, como mudanças de ritmo, ou passes para as costas do defensor, isso por um lado vai surpreender o oponente, mas acima de tudo vai cansá-lo muito mais e não só fisicamente mas também mentalmente porque eles vão veja que não podem ler as jogadas dos seus companheiros e das suas.

Tocando para as bandas

É muito comum você procurar sempre o centro do campo por achar que é mais direto para chegar ao gol, o problema com isso é que no final todos os jogadores se concentram naquela área para te cortar. Se você joga pelas alas, pode até passar de uma banda para outra , liberando espaços e facilitando o avanço do ataque. Além disso, se você treinar os centros, pode ganhar muito destaque.

Triangulando

Quando o treinador te coloca para jogar com o rato, não é que ele queira perder tempo, mas o que ele está procurando é que você saiba jogar com os companheiros que estão perto de você dando passes muito rápidos que farão o oponentes tontos. 

Quando você tem confiança suficiente com seus companheiros de equipe e sabe ler suas jogadas, você pode confundir completamente seu adversário e chegar ao gol mais facilmente desta forma.

Sempre alerta

São muitos jogos que se perderam nos últimos minutos, por mais que você esteja ganhando, lembre-se que o jogo dura até o apito apito e, portanto, não comemore nem abaixe os braços até que isso aconteça, pois eles podem te pegar facilmente um ou dois objetivos sem pensar.

Ajude e dê tudo de si

Se você é atacante, é verdade que sua posição é fazer gols , mas se toda a equipe está defendendo, fica muito ruim na cara de todos os seus companheiros e também do treinador que você fique de braços cruzados. Ataque e defenda, lute todas as bolas, faça com que as pessoas notem você e seja um exemplo para seus companheiros.

Conheça seus colegas

Para ser o melhor no futebol, você não só precisa pensar em si mesmo, mas também nos seus companheiros de equipe, pois reconhecer na posição que eles jogam, seus pontos fortes e fracos o ajudará a saber com quem contar o tempo todo e o ajudará a criar um jogo mais rápido e com mais eficiência.

TRUQUES PARA DECORAR LOJAS DE PRODUTOS NATURAIS

TRUQUES PARA DECORAR LOJAS DE PRODUTOS NATURAIS

Hoje em dia, parece que tudo de natural está na moda e os negócios que incorporam essa filosofia estão dando certo, tanto nas grandes quanto nas pequenas cidades. Seja de alimentos orgânicos a cosméticos naturais. O natural se espalhou por muitas áreas e o número de lojas de produtos naturais está crescendo consideravelmente. E é que os consumidores estão cada vez mais em busca de recursos naturais para poder ter uma experiência única.

Sem dúvida, esta tendência também se estendeu ao campo da decoração de lojas. Os usuários desejam fazer compras em lojas com espaços agradáveis, com uma imagem saudável e conectada com a natureza. É por isso que queremos dar-lhe algumas dicas de decoração para lojas , para que o seu negócio de produtos naturais não passe despercebido.

Compre agora os melhores Manequins para a decoração da sua loja.

Identifique o tipo de negócio 

Em primeiro lugar, primeiro é identificar o tipo de negócio. Existem muitas lojas de produtos naturais, mas não é a mesma coisa decorar uma loja de produtos ecológicos do que uma loja de cosméticos naturais, já que nem a iluminação nem os móveis serão iguais.

 Se você está pensando em montar uma loja de alimentos naturais, depende da origem, será importante que eles tenham uma câmara fria. Enquanto as lojas de cosméticos ou outros produtos, com um espaço que funcione como armazém será suficiente. Por isso é tão importante ter clareza sobre o tipo de negócio, para aproveitar ao máximo o espaço que temos com os móveis mais adequados para as lojas.

Como decorar uma loja de produtos naturais 

A decoração é um pilar fundamental em qualquer negócio, e as lojas de produtos naturais não são exceção. Portanto, siga nosso conselho que vamos te dar alguns truques para saber como decorar uma loja com essas características.

Uma decoração original que possa contar à primeira vista a história do nosso comércio, será sempre um diferencial. Mas, neste caso, não podemos esquecer que estamos falando de negócios de produtos naturais. Portanto, é isso que deve ser transmitido com a nossa decoração.

Móveis de madeira maciça

Nesse sentido, aconselhamos a utilização de móveis de madeira maciça , pois serão uma excelente opção para dar aquele ar quente e natural que procuramos. Por outro lado, combina a escolha do mobiliário com elementos decorativos adequados que transmitem aquela sensação de contacto com a natureza.

Procure por espaços organizados 

Outra dica que damos é que você procure não sobrecarregar o espaço. Muitas vezes algo simples e simples é melhor do que recarregar tudo ao extremo, pois nosso cérebro não é capaz de processar tanta informação e acaba não prestando atenção no que realmente queremos que ele tenha.

Por isso, se quisermos preencher um espaço que temos estado muito desolado, não tente preenchê-lo com muitas coisas como você pode ver neste exemplo.

Em vez disso, sugerimos que você coloque um elemento grande que chame a atenção do consumidor, como uma prateleira onde os produtos naturais estão perfeitamente dispostos e ao alcance do usuário.

Você também pode adicionar rótulos a cada espaço para ver o que é à primeira vista e também decorá-lo com plantas e flores. O verde nunca está em conflito com a decoração natural.

Decore o espaço com plantas e elementos naturais 

Tente usar diferentes materiais naturais e misture-os criando belas combinações. A mistura de materiais e texturas nos permite baixar visualmente o ambiente. Por se tratar de lojas de produtos naturais, podemos brincar facilmente com essa técnica, como colocar um vaso de vidro com flores próximo a uma prateleira de madeira maciça.

Enfim, e entrando no mundo da decoração com plantas, não podemos deixar de colocar algumas para dar vida ao nosso negócio. São um elemento que não devemos deixar de lado, sejam plantas, flores ou algum elemento vegetal, como as abóboras no outono, que muitas vezes são utilizadas para decorar e dar um toque muito especial à decoração.

Iluminação de espaços 

O fato de ter uma boa iluminação em sua loja aumenta o tempo de permanência dos clientes, sentindo que estão em um local agradável. Isso geralmente se traduz em aumento nas vendas. Mas o tipo de iluminação pode variar dependendo do tipo de negócio.

Neste caso, e no que se refere aos produtos naturais, a iluminação deve ser condizente com a imagem do estabelecimento e, portanto, quanto mais luz natural , melhor. 

Sabemos que isso, dependendo do espaço, nem sempre é possível, caso ainda não tenha decidido onde vai instalar o seu negócio de produtos naturais, aconselhamos que tenha uma boa montra onde possa entrar toda a luz natural possível. 

Decore com cores naturais 

Sabemos que muitas vezes não é uma tarefa fácil decidir qual a cor que mais se adequa à decoração do seu negócio, mas garantimos que para o negócio de produtos naturais é muito difícil cometer erros se seguir as nossas recomendações.

O ideal nesses casos é optar por tons neutros , que estejam em harmonia com os marrons e os tons terrosos, já que o toque de cor pode ser introduzido com elementos decorativos, como plantas ou flores, ou mesmo com produtos próprios. Assim, serão estes os que mais chamarão a atenção dos nossos clientes.

Crie experiência para seus clientes 

Uma parte muito importante de tirar vantagem de nosso negócio é criar uma experiência para nossos clientes.

Criar uma experiência nada mais é do que fazer com que o cliente participe do que é o seu produto e que saiba que, quando chega ao seu negócio, está fazendo mais do que simplesmente comprar. Como vamos conseguir isso? É muito simples e nas lojas de produtos naturais podemos experimentá-lo facilmente. 

Por exemplo, agora as lojas de legumes e nozes estão muito na moda, onde você oferece bolsas para comprar na loja e usa a quantidade que considera. A experiência está em poder usar seus próprios meios para armazenar a quantidade que se quer comprar e não aquela que já te vendem em uma embalagem plástica.

Outro exemplo pode ser encontrado em uma loja de cosméticos naturais onde você pode experimentar uma pequena amostra de vários produtos para escolher o que mais gosta, e não ter que comprar um que você não sabe se vai gostar do cheiro, a textura, etc.

Esperamos que essas pequenas dicas tenham ajudado na hora de montar sua loja de produtos naturais.

Guia para escolher o tênis de corrida certo

Guia para escolher o tênis de corrida certo

Encontrar um tênis de corrida que se adapte perfeitamente aos seus pés não é uma tarefa fácil. O mercado de hoje oferece tantos modelos que, às vezes, pode sobrecarregar você. 

Porém, vale a pena despender algum tempo para estar devidamente informado e poder comparar os diferentes modelos, uma vez que o seu calçado de corrida desempenha um papel fundamental na absorção e redução das vibrações que ocorrem quando os seus pés entram em contacto com ele. stride, é por isso que apresentamos o guia para escolher o tênis de corrida certo.

Portanto, se você escolher o tênis de corrida errado, terá que enfrentar um grande número de efeitos adversos e não recomendados . Neste post oferecemos  algumas dicas fundamentais para que você tenha algumas noções básicas quando for escolher seu próximo tênis de corrida e, assim, sua compra seja a mais satisfatória possível.

Compre agora os melhores sapatos para correr na loja Sports Men

O que é pronação e como isso afeta a escolha de um calçado?

Pronação é a rotação interna do pé no momento em que ele entra em contato com o solo ao correr ou caminhar . Faz parte do movimento natural e ajuda a suportar o impacto de cada passada. Dependendo de cada pessoa, a rotação do pé pode ser menor e é chamada de supinação ou maior, também conhecida como pronação excessiva.

Ter uma pegada pronada não é bom nem ruim, mas afeta a forma de corrida e pode causar lesões. Por isso, os tênis de corrida têm designs diferentes que levam em consideração diferentes tipos de pronação. Dependendo do tipo de pronação que você tem, você deve escolher um determinado tipo de tênis de corrida.

Passo neutro

Olhe para seus tênis. Se a parte externa das solas tiver um desgaste em forma de S do calcanhar até o dedo do pé, ou em outras palavras, se sua pegada for homogênea, é bem provável que sua pronação ou pegada seja neutra . Em caso afirmativo, quero parabenizá-lo porque você tem um amplo catálogo de tênis de corrida.

Nike Pegasus 37

Os Nike Pegasus 37 são um daqueles sapatos que dispensa apresentações e esta silhueta é sem dúvida uma das mais icónicas do mundo . Este modelo, destinado a corredores com piso neutro , permitirá desfrutar, graças à implementação da espuma React , de um amortecimento realmente sensível . Da mesma forma, este calçado irá oferecer-lhe, entre muitas outras coisas, uma grande reactividade para que obtenha o máximo de cada um dos seus passos.

adidas SolarGlide 3

Os tênis adidas SolarGlide 3 são um modelo voltado para os corredores com pegadas neutras , que buscam uma silhueta que lhes permita completar seus treinos mais longos com garantias . Esta figura inclui em sua mediasuela a tecnologia Boost , que te oferecerá uma grande capacidade Reatividade e um grande conforto .

Quando a rotação do pé é excessiva para fora, estaríamos falando de supinação . Seu peso é apoiado na lateral do calçado no momento de apoiar o pé, afetando a eficiência da pegada. O impacto do pé contra o solo provoca uma vibração maior que afeta a parte superior das pernas. Os corredores com pegada em decúbito dorsal têm maior probabilidade de sofrer lesões e fraturas devido ao impacto de suas pegadas . Se for este o seu caso, escolha um calçado com bom amortecimento. 

Da mesma forma, deve-se observar que não existe um modelo de piso supinador propriamente dito , e a opção mais difundida é obter sapatilhas neutras , às quais é possível incorporar um modelo que permite correr com mais conforto.

Mizuno Wave Rider 24

O tênis Mizuno Wave Rider 24 para mulher e homem , é um modelo topo de linha em amortecimento que implementa a tecnologia Mizuno Enerzy para que você possa desfrutar de um passeio realmente fluido . Além disso, o cabedal irá garantir um ajuste sensacional e uma respirabilidade excepcional , para que assim mantenha os pés frescos .

ASICS Cumulus 22

Os tênis de corrida ASICS Cumulus 22 oferecem grande amortecimento , bem como excelente absorção de choques para que suas articulações não sofram enquanto você corre. Por seu turno, o seu corte superior confere uma leveza extra a todo o calçado, bem como uma grande respirabilidade . 

Quando a rotação do pé é excessiva para dentro, estaríamos falando sobre pronação. . Nesta ocasião, o peso do seu corpo tende a se transferir para a parte interna do pé, causando o contato do solo com a parte interna do calçado, ao invés dos metatarsos. Isso resulta em um desequilíbrio, fazendo com que o pé gire para dentro para recuperar um pouco da estabilidade perdida.

Os sapatos de um corredor que sofre de pronação excessiva terão desgastado a parte interna do calcanhar e a área do dedão do pé . O tipo de calçado mais recomendado é aquele com bom amortecimento e bom suporte.

ASICS Kayano 27

Os ASICS Kayano 27 são calçados dirigidos a corredores com pegada pronada , de constituição forte que desejam um modelo com o qual realizar corridas de longa distância . Além disso, esta silhueta oferece ótimo amortecimento, estabilidade e proteção para que você possa aproveitar ao máximo enquanto corre.

Brooks Adrenaline GTS 21

Os tênis Brooks Adrenaline GTS 21, masculino e feminino, oferecem grande estabilidade , e esta silhueta é voltada para corredores com pronador . Além disso, este modelo Brooks oferece excelente amortecimento e um suporte fantástico . Por último, deve ser destacado que o seu cabedal proporcionará um ajuste confortável e seguro .

8 dicas para comprar tênis de corrida

Atualmente você pode comprar qualquer tênis de corrida em lojas online altamente especializadas. Muitos oferecem custos de devolução gratuitos. Você pode comprar dois ou três pares, ficar com os que mais se adequam aos seus pés e devolver os outros sem custo.

  • Atualmente você pode comprar qualquer tênis de corrida em lojas online altamente especializadas. Muitos oferecem custos de devolução gratuitos. Você pode comprar dois ou três pares, ficar com os que mais se adequam aos seus pés e devolver os outros sem custo.
  • Se você preferir comprar um tênis de corrida em uma loja física, evite, tanto quanto possível, ir no final de semana . Multidões tornam o atendimento ao cliente mais precário nesses dias agitados.
  • Se tiver oportunidade, vá a uma loja especializada onde farão um estudo biomecânico de sua pegada . Se este não for o seu caso e você não sabe que tipo de pegada tem, recomendo que compre sapatos neutros e depois vá a um podólogo para fazer palmilhas personalizadas .
  • Ao comprar tênis de corrida, faça-o no final do dia . Vários estudos concluíram que nossos pés podem se expandir de alguns milímetros a 2 centímetros no final do dia.
  • Conforme você corre, seus pés incham. Tenha isso em mente. Ao comprar sapatos novos, tente deixar um espaço de um dedo do pé entre o dedão do pé e o dedo do pé do sapato .
  • Descubra no site do fabricante quanto é a vida útil do calçado que você acabou de comprar e não ultrapasse muito, pois você estará colocando sua saúde em risco. Um calçado de treino médio de uma marca líder dura cerca de 700 km. Você também pode descobrir por meio deste gadget pioneiro.
  • Experimente tênis de corrida com uma meia de compressão ou meia que você usará quando sair para correr .
  • Nunca use um sapato novo no dia da corrida . Antes, tente sair para treinar com eles por vários dias, para que se adaptem aos seus pés.

Confira 4 perguntas sobre o uso do acetato

Confira 4 perguntas sobre o uso do acetato
Confira 4 perguntas sobre o uso do acetato
O acetato é um material polivalente e popularmente conhecido. No entanto, sua produção e manipulação exigem atenção

O acetato consiste em um elemento químico transparente, utilizado em variadas circunstâncias.

É um componente básico na indústria gráfica e artística, e compõe desde os utensílios mais simples, às grandes produções.

O acetato é um material polivalente e popularmente conhecido. No entanto, sua produção e manipulação exigem atenção.

Pois trata-se de um produto químico, que pode acarretar reações nocivas à saúde.

Neste artigo sobre curiosidades, você vai conhecer as funcionalidades de cada produto e entender qual melhor se adequa a sua necessidade.

Fique conosco.

O acetato, suas origens e aplicabilidades

A palavra acetato, tem a ver com vinagre. É um material amplamente utilizado na indústria gráfica.

A folha de acetato BH é um elemento transparente, utilizado também na fabricação de película fotográfica.

Sob a lógica química, entende-se que, quando é misturado ao ácido acético e uma outra base, o acetato constitui o sal.

A folha de acetato BH é um produto de qualidade, eficaz na confecção de embalagens, artesanatos.

Está presente também, nos revestimentos de maquetes, confecção de convites e outras diversas atribuições.

O produto é facilmente encontrado. E se apresenta em características específicas a cada necessidade. As principais são:

  • tamanhos A2, A3 e A4 e ofício
  • embalagens de diversas quantidades
  • é vendido tamanhos diversos.

A folha de acetato BH transparente é usada na execução de projetos diversos.

Para que você conheça melhor o produto, trouxemos respostas para as 4 perguntas mais frequentes sobre o assunto. Confira:

1 – Acetato e plástico são a mesma coisa?

É comum ver as pessoas se referindo ao plástico e ao acetato como superfícies distintas, contudo, esta não é bem a verdade.

O acetato é um tipo de plástico, porém com peculiaridades.

O plástico comum, assim popularmente chamado, possui características mais flexíveis, além de ser, mais leve e fino comparado ao acetato.

Este material é comumente identificado em brinquedos infantis e embalagens de produtos de uso doméstico.

Já o acetato consiste em um tipo de plástico mais brilhante, que se assemelha ao vidro.

Somado a isso, é mais pesado e menos resistente ao calor.

Pode ser encontrado em diversas cores e não perde por completo a sua transparência.

Mesmo sendo produtos de características bem diferentes, tanto o acetato, quanto o acrílico e vários outros polímeros, nada mais são que tipos de plásticos.

2 – Das variações do acetato, quais são as mais utilizadas na indústria gráfica?

  • Acetato de vinila

É um líquido químico, transparente e de cheiro suave, altamente inflamável.

O acetato possui diversas outras usabilidades.

Serve como matéria prima para o desenvolvimento de outros elementos usados na fabricação de produtos como: tintas, adesivos, telas e papel.

A folha de acetado pode ser usada ainda, como embalagens de alimentos e para modificar o amido.

É importante ressaltar que por se tratar de um elemento químico, o manuseio do acetato requer cuidados.

Já que, a inalação deste produto, pode ser nociva a saúde, causando reações alérgicas à garganta, ao nariz e aos olhos.

  • Acetato de celulose

O acetato de celulose, refere-se a um termoplástico incolor e amorfo, que resiste aos raios UV e absorve a humidade do ar.

É usado principalmente na fabricação de elementos, sendo eles: pincéis, armações dos óculos, películas reutilizadas nas aplicações gráficas e artísticas

3 – Quais os demais tipos de acetato e sua usabilidade?

  • Acetato de sódio

É definido como um tipo de sal, usados em processos neutralizadores que eliminam o índice de acidez de forma suave.

Este material é eficaz também no processo de aclaramento do couro.

  • Acetato de ferro

O acetato de ferro é usado como: aromatizante de gomas de mascar e verniz.

Esta substância tem origem de elementos como acetil coenzima A, e moléculas relacionadas.

  • Acetato de etila

Este material integra a categoria do éster, comumente usados na indústria, principalmente nas essências de frutas como maçã, pêssego, groselha, framboesa, pera.

É também um usual solvente de esmaltes.

  • Acetato de potássio

Este composto iônico é encontrado em formato de cristais ou flocos brancos.

Se dá a partir do processo de neutralização do ácido acético junto ao hidróxido de potássio ou carbonato de potássio.

  • Acetato de cobre

Possui um odor característico do vinagre, sendo identificado como cristais azuis-esverdeados. É conhecido ainda como ácido cúprico.

O acetato de cobre é encontrado na produção de cobre através de síntese inorgânica ou como reagente catalisador.

  • Acetato de chumbo

É obtido a partir da dissolução de chumbo em ácido acético. Trata-se de um sal orgânico, branco, sólido e sem cheiro.

Muito utilizado na produção de cosméticos e como reagente laboratorial.

  • Acetato de amila

Este elemento apresenta um cheiro característico de banana.

Resulta da reação de álcool amílico com ácido acético. É utilizado como solvente e fixador de diversas essências artificiais.

Trata-se de um elemento altamente tóxico, por isso deve ser utilizado sob seus devidos cuidados, seguindo as normas de segurança.

4 – Como o acetato está sendo utilizado no combate ao COVID-19?

No início da pandemia do COVID-19 no Brasil, a disponibilização dos EPI’s nas unidades de saúde preocupou os profissionais.

A procura por jalecos, máscaras e vários outros insumos cresceu e a população também foi buscar formas de se proteger.

Desse modo, especialistas passaram a recomendar o uso de equipamentos artesanais para a população.

Para que, dessa forma, os industrializados ficassem inteiramente à disposição de quem atua na linha de frente.

Uma das produções caseiras foi orientada pela médica Lilian Arai, por meio de um projeto do Departamento de Gastroenterologia da USP.

A especialista divulgou um passo a passo da confecção de uma máscara.

Que pode ser utilizada principalmente por quem passa mais tempo exposto à situações de risco, como os médicos.

Uma tiara de plástico e uma folha de acetato BH tamanho A4. Com apenas R$1,00 é possível se proteger.

Conclusão

O acetato pode ser facilmente encontrado, há uma grande variedade no mercado.

No entanto, antes de comprar, é preciso identificar as melhores oportunidades. Ficando atento aos fornecedores, marcas e condições.

Na JC Decor – Jeová Couros é possível encontrar toda esta variedade. Aqui você encontra folha de acetato BH e muito mais.

Como encontrar uma bolsa Louis Vuitton original gastando bem pouco

bolsa

Os brechós são lugares fascinantes. Eles representam décadas de moda, tendências e instantâneos culturais.

Eles abrigam itens interessantes que variam de móveis a artigos de luxo, artigos para a casa e jóias. Nenhuma outra loja pode se comparar com brechós na variedade de itens oferecidos.

Além da natureza interessante dos brechós, no entanto, há uma variedade de benefícios para o consumidor! 

Obviamente, os brechós são mais baratos que lojas de varejo. Você pode comprar duas ou três vezes mais itens em brechós do que em lojas de varejo comuns. Ou você pode simplesmente aplicar a diferença a outras despesas, como gasolina ou mantimentos, ou depositá-la em uma conta poupança.

Brechós geralmente possuem roupas de grife, assim como lojas de departamento, por uma fração do custo. Seja online ou físico, eles se preocupam em facilitar a visualização.

É claro que a seleção não pode ser comparada a uma loja no shopping, mas os preços com descontos facilitam a negligência da seleção limitada.

Nesse post, vamos focar em uma peça específica que pode ser facilmente encontrada em um brechó: bolsas Louis Vuitton, originais e em bom estado. Vem conferir!

BOLSAS LOUIS VUITTON

Ao considerar qual bolsa da Louis Vuitton comprar, seja você um colecionador experiente ou um comprado iniciante, você não pode deixar de investir nos modelos mais icônicos da famosa marca francesa.

Saiba quais são eles!

1. Louis Vuitton Neverfull

Esta bolsa foi introduzida pela primeira vez em 2007 e continua sendo uma das bolsas mais populares de todos os tempos da Louis Vuitton. Esta bolsa é produzida em vários tamanhos e materiais.

Alguns materiais nos quais a bolsa pode ser normalmente encontrada são Damier (Ebene e Azur), couro Epi e o monograma de lona com revestimento clássico.

Além disso, houve edições limitadas e colaborações de artistas especiais durante toda a produção desta bolsa. A durabilidade e a qualidade dos materiais fazem desta uma excelente bolsa para uso diário da mulher moderna.

Além disso, normalmente a Neverfull retém até 80% ou mais de seu valor, com edições especiais revendendo por mais do que o valor de varejo.

2. Louis Vuitton Alma

A bolsa Alma teve sua produção inspirada nas malas de viagem de linho do século XIX. Foi originalmente projetada por Gaston-Louis Vuitton em 1934 e originalmente chamada de Louis Vuitton Squire Bag.

No entanto, em 1955, o nome ‘Alma’ foi cunhado para a Ponte Alma, que liga dois bairros de Paris. Você pode encontrar a bolsa Louis Vuitton Alma em couro Epi, couro envernizado, Damier Ebene, o monograma clássico e o couro monogram vernis, e em vários tamanhos, de BB a XXL em brechós de luxo.

3. Louis Vuitton Noé

A bolsa Noé foi criada originalmente por Gaston-Louis Vuitton em 1932, quando um produtor de champanhe pediu que ele criasse uma bolsa com capacidade para 5 garrafas de champanhe.

Desde então, manteve-se um estilo popular de bolsa grande produzida em uma variedade de tamanhos e materiais, desde Damier Azur até Epi. 

4. Louis Vuitton Speedy

A Speedy foi originalmente em criada em 1930 como uma reinterpretação da bolsa Keepall e foi considerada a primeira bolsa criada pela Louis Vuitton para o uso diário.

Hoje, você pode encontrar esta bolsa em diversos materiais e tamanhos, de 25 a 40cm. No geral, o estilo e a forma da Speedy permaneceram inalterados nos últimos 89 anos.

POR QUE INVESTIR EM UMA BOLSA LV?

Ao decidir comprar uma bolsa de grife, você deve pensar na história da marca – a Louis Vuitton existe há 165 anos e continua a criar novas bolsas incríveis, mantendo o padrão da moda icônica. 

Você também deve pensar na qualidade e durabilidade das bolsas LV, a lona revestida com monograma foi inicialmente usada nos baús Louis Vuitton como uma solução à prova d’água para viagens.

Outra qualidade importante das bolsas LV é que elas normalmente retêm seu valor no mercado secundário ou, em alguns casos, com edições especiais/ limitadas, revendidas por muito mais do que o valor de varejo.

10 Tipos de Empresas nos Estados Unidos

investir_EUA

Existem vários tipos de empresas nos Estados Unidos que uma pessoa pode criar. Embora qualquer um possa criar uma empresa neste país. Existem apenas exceções especiais, como um estado que proíbe especificamente a propriedade estrangeira de uma empresa.

Confira também: Investir EUA -O que Precisa Saber

investir_EUA

Quais são os tipos de empresas nos Estados Unidos?

Proprietário único

No tipo de empresa proprietária exclusiva. O proprietário assume toda a responsabilidade financeira e operacional. Os ativos da pessoa estão diretamente ligados aos da empresa. O proprietário e a empresa são considerados iguais. 

Embora os cônjuges possam ser os dois parceiros do negócio e manter a forma de único proprietário. Requer poucos requisitos para sua criação.

Associação Geral (Parceria)

Duas ou mais pessoas formam uma parceria. Os parceiros compartilham lucros, perdas e a administração da empresa. Cada parceiro é responsável pelas dívidas da empresa com seus próprios ativos. Também é responsável pelos danos que um parceiro possa causar durante o exercício da atividade da empresa.

Parceria de responsabilidade limitada

É uma associação de dois ou mais parceiros, comum em profissões como advogados, médicos, médicos, etc. Todos os parceiros são responsáveis ​​por dívidas e compromissos assumidos. No entanto, as responsabilidades profissionais (negligência, negligência, etc.) permanecem individuais. Nem todos os estados dos EUA permitem.

Parceria limitada

É composto por dois ou mais parceiros, pessoas ou entidades. A responsabilidade é limitada e eles não são responsáveis ​​pelas dívidas da empresa com seus próprios ativos. A exceção é para os parceiros envolvidos no gerenciamento. Assim, alguns parceiros têm responsabilidade ilimitada e outros limitados.

Corporação C (C Corporation)

Essa forma de negócio é mais complicada e cara de criar do que uma Associação – em qualquer uma de suas versões – ou um único negócio de proprietário. 

A Corporação C é uma entidade totalmente separada dos parceiros e eles não são responsáveis ​​por dívidas ou compromissos. No entanto, eles pagam dupla tributação. A empresa C paga impostos e os parceiros também devem declarar dividendos individualmente e pagar o imposto correspondente.

S Corporation (S Corporation)

Na Corporação S, os membros têm responsabilidade limitada, assim como a Corporação C, mas quando se trata de pagar impostos, o fazem como Proprietários Individuais ou como membros das Associações. No nível federal, não há dupla tributação. 

Esse também é o caso no nível estadual na maioria dos estados, embora haja exceções e algumas imponham taxas semelhantes às da Corporação C. É mais complexo e caro criar do que as Associações (parceria), embora ofereça muitas vantagens semelhante às LLCs.

Empresa de responsabilidade limitada (LLC)

É uma combinação de Corporation e Limited Company, é muito comum nos Estados Unidos. Os sócios são responsáveis ​​pelas dívidas da empresa com seu capital, nunca com seu próprio. Os impostos são de responsabilidade individual dos acionistas. Eles são mais caros de criar do que uma única propriedade ou associação.

Empresa de responsabilidade limitada profissional

É muito semelhante à Limited Liability Company LLC. A principal diferença é que todos os parceiros da empresa devem pertencer à mesma profissão.

Empresa profissional

Para poder formar uma Corporação Profissional, é necessário que todos os membros pertençam à mesma profissão. A lista de profissões pode variar de estado para estado. Em geral, geralmente são atuários (contadores), advogados, engenheiros, psicólogos, veterinários, assistentes sociais e profissionais de saúde, como médicos, dentistas, enfermeiros, etc.

Corporação sem fins lucrativos

Esta corporação deve ter como objeto uma obra de caridade, religiosa, científica, educacional ou literária. Todas as contribuições feitas a ele estão isentas de impostos. 

Da mesma forma, a Corporação não paga impostos. Importante, se esse tipo de corporação se dissolver, todos os seus ativos deverão ser transferidos para outra organização sem fins lucrativos.