Quando levar a criança ao dermatologista?

Após o nascimento, a pele do bebê sofre um processo de adaptação ao ambiente externo, motivo esse que exige cuidados especiais. Para as crianças, a visita ao dermatologista deve ocorrer apenas em caso de sintomas e/ou suspeita de alguma das doenças abaixo:

Dermatite das fraldas

Trata-se de uma irritação da urina e das fezes, associada a bactérias ou fungos nesta região. O tratamento é baseado na troca constante das fraldas com maior frequência, evitando assim deixar a criança molhada por muito tempo.

Pomadas também se tornam um complemento interessante conforme o quadro. Essa condição desaparece progessivamente com esses cuidados e totalmente, até mesmo sem necessidade de tratamento, quando a criança para de usar fraldas.

Urticária

Alergia de pele comum que provoca vergões no corpo. As causas mais comuns são balas ou alimentos com corantes, odorizantes ou saborizantes, além de condições prévias como infecção viral respiratória, alguns medicamentos e verminoses também podem causar a urticária.

Molusco contagioso e verrugas

Infecção viral relativamente comum que provoca nódulos na pele, sendo comum em crianças, por não terem ainda imunidade suficiente. A pré- disposição alérgica também torna o indivíduo mais propenso a ter esse tipo de problema, neste caso, a recomendação médica é procurar um médico dermatologista para diagnóstico detalhado e tratamento.

Doenças escamosas

Dentre as mais comuns está à dermatite seborreica, sendo principalmente notado no couro cabeludo, rosto e nas dobrinhas, muitas vezes, presente em bebês pequenos.  Em geral, desaparecem com a idade e normalmente causam coceira e desconforto.

Dermatite de contato

Pelo fato de a criança ter a pele mais fina, as substâncias penetram mais facilmente na pele, causando mais alergia. Muito cuidado com talcos perfumados, hidratantes e sabonetes coloridos, remédios para sarna e filtros solares!

Dermatite atópica

Caracterizada por lesões vermelhas, intensamente pruriginosas, constatadas principalmente na face e dobras, em crianças alérgicas, impactadas por asma, bronquite, rinite ou com familiares alérgicos.

A recuperação é gradual ao longo dos anos, sendo necessário acompanhamento constante de um dermatologista por causar grandes incômodos à criança.

Impetigo

A pele da criança tem menos defesa, por isso, quase toda criança pelo menos uma vez na vida teve a “pereba”, que é uma infecção bacteriana da pele e que evolui maravilhosamente bem com antibiótico local e, se necessário, oral.

Pintas e manchas de nascença

É muito comum criancinhas nascerem com uma mancha vermelha na nuca chamada de “Bicada da Cegonha”. Esta lesão pode desaparecer sozinha e não tem significado clínico.

Já as lesões nodulares vermelhas ou hemangiomas devem ser avaliadas para determinação da necessidade de tratamento. Lesões vermelhas planas (manchas vinho do porto) normalmente não desaparecem sozinhas, mas podem ser retiradas totalmente com os modernos aparelhos de laser.

Outro tipo de pinta de nascença é a escura, chamada nevo melanocítico que apesar de, na maioria dos casos não trazer risco, deve ser avaliada por um dermatologista logo que percebida, pois pode se associar a outras doenças ou até mesmo evoluir para outro tipo de lesão mais grave e preocupante.

Dermatologista em Florianópolis

Em Florianópolis, a Dra. Josy Sasaki é especialista em dermatologia, realizando tratamento em todos os públicos!

Endereço da clínica: Rua Santos Dumont, 182 Life Medical Tower . Sala 903 Centro, Florianópolis – SC

E-mail: drajosy.dermatologiaavancada@outlook.com
Telefone: (48) 3307 6636
WhatsApp: (48) 98826-6995

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *