O que fazer em Ushuaia em 3 Dias

Ushuaia, Fim do Mundo ou Terra do Fogo. Estes são os três nomes pelos quais a cidade mais austral do mundo é conhecida. Uma cidade que mistura a beleza das montanhas, com a serenidade do mar e o ambiente tão característico das aldeias piscatórias.

Ushuaia

Ushuaia não o deixará indiferente, porque se algo tem essa cidade, é uma personalidade avassaladora. O frio de seus termômetros contrasta com o calor do seu povo; A ardente defesa das Malvinas argentinas encobre suas ruas e o mistério que confere seu status de Fim do Mundo torna a visita a Ushuaia, sem dúvida, memorável.

Como chegar a Ushuaia + onde dormir

Vá para Ushuaia

Voamos de Salta, com escala na cidade de Córdoba. No entanto, é fácil chegar de Buenos Aires, El Calafate e outros destinos. Dependendo da data, será mais ou menos complicado chegar de carro; No entanto, a rota mítica 40 conecta você à cidade e no momento em que seguimos, as estradas eram muito boas.

DICA: se você for de avião a Ushuaia, recomendamos que você vá de manhã. O espetáculo de voar entre as montanhas é uma atração em si. Realmente, eu repetiria isso mil vezes.

O aeroporto fica ao lado do centro: você pode pegar um táxi ou uma van para várias pessoas.

Dormir em Ushuaia

Ficamos no “Los Calafates B&B” * e a verdade é que não poderíamos ser melhores. Nos foi dada uma sala enorme, a casa e os anfitriões são maravilhosos e o café da manhã super pessoal e abundante. Além disso, a localização é perfeita.

Como organizar

Se é importante observar o momento em que organizamos uma viagem, em Ushuaia é ainda mais. Isto é assim devido ao vento e ao clima que dependerá que você pode fazer algumas excursões de barco ou ao parque natural Terra do Fogo. O tempo está mudando: é possível que de manhã o vento sopre de tal maneira que você possa fazer a excursão, enquanto três ou quatro horas depois é impossível.

Excursões

Em geral, sair do centro da cidade de Ushuaia não é fácil (pelo menos no inverno). Sendo distâncias bastante grandes, indo com pouco tempo e com a insegurança do estado das estradas, a maioria dos turistas estrangeiros escolhe contratar excursões.

A cidade está muito preparada para isso e você encontrará muitas agências e excursões. É bastante complicado decidir por uma empresa ou outra: os pacotes e os preços são bastante semelhantes. Estas são as minhas recomendações:

  • investigar as diferentes opções no tempo
  • Veja se você tem um desconto para pagamento adiantado. OLHO: é sempre mais barato pagar em dinheiro.
  • Se você pode escrever para a empresa e enviar mais detalhes, melhor.
  • Algumas excursões exigem reserva (poucos lugares).
  • Verifique os seguintes pontos:
    • Se eles o buscarem e o levarem ao hotel
    • Se inclui comida
    • Se incluir equipamento (se necessário).

Excursão imperdível: navegação pelo Canal de Beagle com El Che.

Dia 1 – Navegação pelo Canal de Beagle + Museu Marítimo e Presidio

Excursão El Che

Para navegar no Beagle, você tem duas opções: barco grande ou barco pequeno. Como você sabe, tentamos fugir das massas sempre que possível, por isso tínhamos claro: se havia a opção, preferíamos fazer a excursão pelo Canal de Beagle em um pequeno barco. Por esse motivo, escolhemos “El Che” e, sem dúvida, estávamos certos.

Recomenda-se reservar o passeio on-line e pagar diretamente no estande que eles tiverem no passeio (isso também dependerá do clima). Na excursão, se bem me lembro, não haverá mais de 12 pessoas (éramos 4 no total) para que você possa se mover livremente com ela. O navio é pequeno, por isso está muito próximo dos principais pontos visitados: o farol e as ilhotas dos leões-marinhos.

Além disso, eles param em uma ilha deserta e fazem um pequeno trekking (bons calçados essenciais!). Tivemos sorte e pudemos ver condores logo acima de nós.

O passeio é SUPER pessoal. Em todo o momento eles lhe dizem coisas, você pode perguntar tudo o que pensa e é uma excursão daqueles que são vividos. Uma experiência completa, uma experiência emocionante.

Museu Marítimo e Presidio

Um bom plano para a tarde é, obviamente, um bom passeio pela cidade. Parece bem rápido, tem muitas pistas e é bastante frio. Então, a gente anda bastante rápido nas caminhadas e os planos internos são bem-vindos. Um plano fenomenal é a visita guiada ao Museu Marítimo e Presidio.

Você não pode entender Ushuaia sem sua antiga prisão e, sem dúvida, isso impede o estômago de andar pelos corredores da antiga prisão. Realmente, se você tiver tempo, vá! (Também é verdade que estou muito em prisões, assassinos e histórias desses obscuros, hahaha).

Dia 2 – visite o Lago Fagnano e o Lago Escondido + excursão noturna

Se você estiver em Ushuaia, não poderá perder seus lagos. Se você perceber que não há neve ou gelo, recomendamos que você alugue um carro e faça uma excursão por conta própria. Estávamos com a ideia de que as estradas seriam muito ruins, então contratamos uma excursão, mas, bem, agora teríamos alugado um carro.

Alugamos o tour 4×4 dos lagos + comidacom a empresa Rayen. A verdade é que o grupo e o guia foram ótimos (essa é a melhor parte). No final, em uma excursão, você aprende o que o guia está dizendo a você e ao resto do grupo (no nosso caso, todos eram argentinos). Comemos cordeiro “na fogueira” BOM e, além disso, em abundância. Bem, e empanadas … nunca faltam. E veio Veio também.

A excursão noturna é outra boa opção se você tiver força e dinheiro, hahaha. Nós mancamos em ambos, então salvamos esta excursão. No entanto, ele tinha uma tinta. Eles geralmente consistem em um passeio noturno + passeio de trenó de cachorro.

Dia 3 – visita ao Parque Nacional Tierra del Fuego

Novamente, contratamos uma excursão para visitar o Parque Nacional Tierra del Fuego para uma questão de logística. Além disso, no caso do parque, com o clima frio do inverno, qual o tamanho do parque e as poucas horas de luz, não ousamos fazê-lo por conta própria. Na verdade, não sei se no inverno é possível fazê-lo de forma autônoma.

O parque é gigantesco e as condições climáticas são bastante extremas. Você precisa deixar claro que em um dia você não pode ver o parque inteiro, mas, ei, às vezes não há outro. Com o passeio, você vê os mais icônicos com segurança.

A verdade é que fomos bastante “turísticos” durante a maior parte da excursão: explicações como se fossem lidas, sem muito entusiasmo e um pouco de rebanho.

No entanto, fizemos uma mini trekking (super leve) que, pelo menos, nos acordou um pouco da letargia do calor da van. Além disso, toda vez que você chega a um ponto específico, desce da van para tirar fotos e agir como turista, hehehe.

Você pode contratar se quiser o Trem do Fim do Mundo. É engraçado, mas não o aceitamos por preço e porque o guia de Che nos disse que era um tédio. Eu acho que ir com crianças é uma boa opção.

Espero que, se você for a Ushuaia, desfrute muito e ache este post útil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *