Entenda os principais benefícios da Jurubeba para a saúde

A jurubeba (Solanum paniculatum), é uma planta medicinal de sabor amargo, comum em quase todo o Brasil.

A infusão do seu caule e da sua raiz em álcool de cana (cachaça) é popularmente utilizada como aperitivo e como digestivo, como a conhecida Jurubeba Leão do Norte.

A medicina popular recomenda o seu chá como tônico cardiovascular, estimulante do apetite, do fígado (colagogo) e do baço, contra problemas da digestão e muito mais.

Há casos de utilizações da Jurubeba em tratamento de afecções da pele, como a acne. É também usada em diversos rituais religiosos.

Vira uma poção de cura utilizada junto a banho de rosa branca.

Com nome divertido e muito utilizado entre as pessoas, a planta jurubeba é uma das mais populares em solo nacional. Podendo ser encontrada em regiões diversas do Brasil e, dependendo da localidade, pode ser conhecida como juribeba, jurupeba, jupeba, jubebe, entre outros nomes.

Neste artigo quero te apresentar os benefícios da jurubeba, suas indicações, benefícios, propriedades, contraindicações e efeitos colaterais. Então continue lendo e fique por dentro destas informações valiosas!

Para que serve  a Jurubeba?

A Jurubeba pode ser utilizada na culinária e para auxiliar no tratamento de doenças como a anemia e doenças do fígado e digestivas. Pode ser comprada em lojas de produtos naturais e em alguns mercados.

Indicações:

  • Tônico cardiovascular,
  • Estimulante do apetite,
  • Contra problemas da digestão,
  • Diurética,
  • Acidez da secreção gástrica,
  • Anorexia,
  • Azia,
  • Bronquite,
  • Cicatrização de mucosa,
  • Cistite,
  • Ingurgitamento do fígado e do baço,
  • Estômago,
  • Gastrite;
  • Úlcera péptica,
  • Hepatite,
  • Hepatopatia crônica,
  • Náusea,
  • Síndrome pós-hepatite, e
  • Tosses.

Benefícios do chá de jurubeba:

Através do uso da jurubeba você conseguirá obter muito benefícios, são eles:

  1. Ressaca: É conhecida no Brasil como um remédio natural para lidar com o excesso da bebedeira.
  2. Fígado: O chá de jurubeba é utilizado para tonificar, fortalecer e equilibrar o fígado após o consumo de alimentos em excesso. Também pode ser usado para auxiliar e amenizar cólicas hepáticas.
  3. Diminuição da pressão sanguínea: Pesquisas realizadas com animais mostraram que a planta é eficiente na redução da pressão sanguínea.
  4. Estômago: Ao ser ingerido antes ou depois das refeições, atua no alívio das dores de estômago.
  5. Auxílio ao tratamento de problemas de saúde sendo eles:
    • Azia,
    • Bronquite,
    • Cistite (inflamação e infecção na bexiga),
    • Úlcera péptica (ferida na parede do estômago ou duodeno),
    • Tosses,
    • Hepatite,
    • Hepatopatia crônica (doença crônica que atinge o fígado),
    • Anemia,
    • Erisipela (infecção na camada superficial da pele caracterizada pelo aparecimento de feridas vermelhas, inflamadas e dolorosas),
    • Gripe,
    • Icterícia,
    • Malária e
    • Náusea.
  6. Efeito laxante: Pode auxiliar as pessoas que sofrem com prisão de ventre e possuem dificuldades para utilizar o banheiro.
  7. Cicatrização: As folhas da jurubeba podem ser aplicadas na pele para contribuir com a cicatrização de feridas e acne.
  8. Digestão: Acredita-se que a jurubeba acelera o processo digestivo e promove o esvaziamento gástrico.
  9. Outras propriedades benéficas: A planta é dotada de ação descongestionante, anti-inflamatória, purificadora do sangue, desobstruidora do fígado e do baço e purificadora do sangue, além de trazer o efeito de combate à febre e tônico cardiovascular.

Tendo ainda diversas propriedades como mostrarei a seguir.

Propriedades da Jurubeba:

  • Anti-inflamatórias;
  • Antidiabéticas;
  • Digestivas;
  • Descongestionantes;
  • Diuréticas;
  • Estimulantes;
  • Febrífugas;
  • Laxantes;
  • Tônicas e
  • Vasculares.

Contraindicações:

Não se recomenda o consumo frequente da jurubeba. Em excesso, tem efeito tóxico com sintomas de náusea, diarreia, vômitos, sintomas neurológicos (edemas) e morte.

Vale sempre a recomendação de falar com seu médico antes de fazer uso de qualquer remédio natural ou fitoterápico, eles podem fazer mal à saúde se misturados com outros medicamentos!

A jurubeba é da família solanaceae, que conta com cerca de 1500 espécies e algumas são tóxicas e venenosas. Por isso, utilize só as que garantidamente são da espécie solanum paniculatum L.

Efeitos Colaterais:

Os efeitos que a Jurubeba pode causar em uma pessoa poderão ocorrer com o uso prolongado da planta. Ela possui alta concentração de alcaloides e esteroides que podem causar em alguns casos diarreias, aumento das enzimas hepáticas, gastrite, náuseas e vômitos.

Seu uso deve ser evitado durante gestações, amamentação e não se deve utilizar por tempo prolongado, pois pode causar intoxicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *