Silimarina (cardo mariano)

Silimarina (cardo mariano)

O QUE É SILIMARINA?

Silimarina se refere ao extrato das sementes da planta Silybum marianum, também chamada de “cardo de leite”. É usado há mais de 2.000 anos. Durante a Idade Média, a semente do cardo leiteiro era normalmente usada para tratar doenças do fígado.

Os ingredientes ativos do cardo leiteiro são produtos químicos chamados flavonóides. Os flavonóides do cardo leiteiro são silibina, silidianina e silicristina. Juntos, eles são chamados de silimarina.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA SILIMARINA?

A silimarina protege o fígado atuando como antioxidante e promovendo o crescimento de novas células hepáticas. A silimarina também ajuda na digestão das gorduras. Parece inibir a entrada de substâncias nocivas nas células do fígado. O cardo mariano pode ajudar a prevenir ou curar danos ao fígado causados ​​por álcool, drogas recreativas, pesticidas, alguns venenos ou hepatite.

A silimarina tem sido usada (principalmente na Europa) para tratar hepatite, danos ao fígado devido ao alcoolismo e envenenamento por certos tipos de fungos. No entanto, um estudo recente de pessoas com hepatite C não indicou nenhum benefício do uso de silimarina.

Não há evidências de que a silimarina atue diretamente contra o HIV.

POR QUE AS PESSOAS COM HIV USAM SILIMARINA?

Alguns medicamentos anti-retrovirais (ARVs) podem causar danos ao fígado. Pessoas que tiveram hepatite têm maior probabilidade de desenvolver problemas de fígado ao tomar ARVs. O cardo leiteiro pode ajudar a prevenir danos ao fígado.

Vários ARVs podem causar problemas de estômago e a silimarina pode ajudar a tratar a indigestão.

COMO SE USA A SILIMARINA?

A silimarina é um extrato das sementes da planta cardo leiteiro. Um extrato regularizado deve conter 80% de silimarina (o ingrediente ativo). Um estudo mostrou que a vida útil da silimarina é de apenas cerca de três meses.

A dosagem normal para o extrato de cardo leiteiro é entre 300 miligramas (mg) e 600 mg por dia. A silimarina não se dissolve facilmente na água, portanto o chá de silimarina não é recomendado.

 QUAIS SÃO OS EFEITOS COLATERAIS?

Não há efeitos colaterais graves conhecidos do cardo leiteiro. Mesmo as altas doses não parecem ter nenhum efeito negativo. No entanto, algumas pessoas sentem dor de estômago ou têm mais gases no estômago quando começam a usar silimarina. Se isso acontecer, a dose deve ser reduzida e aumentada gradualmente.
Algumas pessoas têm uma reação alérgica à silimarina. Isso é mais comum para eles com alergia a outra planta da mesma família da ambrósia.

COMO INTERAGE COM OUTRAS TERAPIAS?

Não há interações documentadas de cardo leiteiro com anti-retrovirais. Um estudo com cardo leiteiro em pessoas HIV-negativas não mostrou alterações nos níveis sanguíneos do inibidor da protease indinavir . Certifique-se de informar seu médico se você usa cardo leiteiro.

COMO SABEMOS QUE FUNCIONA?

O cardo leiteiro é usado há mais de 2.000 anos, muito se escreveu sobre seus efeitos na saúde. Houve mais de 300 estudos científicos documentando a silimarina:

  • Seus efeitos antioxidantes
  • Tratamento da hepatite crônica
  • Tratamento da cirrose hepática causada por alcoolismo
  • Tratamento de envenenamento por ingestão de cogumelos selvagens
  • Ajuda o fígado a reparar-se


A maioria dos estudos científicos da silimarina foi publicada na Europa.

EM POUCAS PALAVRAS

A silimarina é um extrato das sementes da planta cardo leiteiro. É usado há mais de 2.000 anos para tratar problemas hepáticos. Não há efeitos colaterais graves conhecidos ou interações perigosas.
Para as pessoas com HIV, especialmente se já tiveram hepatite, a silimarina pode ajudar a proteger o fígado dos danos causados ​​pelos ARVs. Também pode reduzir as dores de estômago causadas por medicamentos.

Certifique-se de informar seu médico se você usa cardo leiteiro.

Como o esporte melhora o desempenho do seu cérebro?

atentar_do_seu_corpo

Como já sabemos há muito, e como provavelmente já te sentiste ao pratar um desporto, permite-te melhorar como tuas recursos físicos, abrandar o envelhecimento e aumentar a resistência.

Antes de começar a se preparar, é ideal possuir roupas e calçados adequados para a prática de atividades físicas. A Sportsmen apresenta a você as melhores opções.

Você sabia que os exercícios também geram o cérebro a funcionar melhor? De acordo com pesquisas científicas, o esporte torna você mas inteligente.

MELHOR DESEMPENHO PARA O CÉREBRO DURANTE O EXERCÍCIO

In pesquisa mostrada que os movimentos de combate a melhorar as habilidades cognitivas e também a atrasar o relógio biológico do corpo e do cérebro.

Estudos têm sido realizados com atletas que pratam esportes mais tradicionais com o objetivo de medir o efeito sobre o envelhecimento do cérebro, o desenvolvimento de doenças (Alzheimer e demência) e o impacto na tomada de decisões.

atentar_do_seu_corpo

Muitos estudos científicos mostram que a participação em atividades físicas pode atrasar o aparecimento de problemas cognitivos, especialmente demência, por até 15 anos.

Estudo com 132 pessoas com idade entre 20 e 67

Para demonstrar que não são apenas as pessoas mais velhas que se beneficiam dos efeitos positivos em seus cérebros, o Colégio de Físicos e Cirurgiões Vagelos da Universidade de Columbia conduziu um estudo envolvendo um grupo de 132 adultos com idades entre 20 e 67 anos. 

Como lembrete, exercícios aeróbicos são exercícios que utilizam o oxigênio como derretimento de combustão de açúcares, fornecer energia ao corpo. O nível de atividade é de baixa intensidade e não causa dificuldade respiratória ou dores musculares ao praticar.

Eles descobriram que o treinamento com exercícios aeróbicos aumenta a função executiva, ou seja, o processo cognitivo relacionado ao raciocínio, planejamento e resolução de problemas. Isso é visível em adultos jovens, mas é mas pronunciado em adultos mais velhos.

Eles descobriram que a prática de longo prazo não foi limitado a aumentar a memória e a função cognitiva devido à melhora da oxigenação e do fluxo sanguíneo para o cérebro, mas também ajuda a melhorar o cérebro com o tempo. processamento da memória semântica.

A memória semântica é a capacidade de compreender a análise, categorizar, classificar, recuperar e entelaçar fatos que conhece e acessar conhecimentos que não experimentou diretamente. A memória semântica diz respeito diretamente ao nosso conhecimento do mundo, cultura, etc.

QUE EFEITO O EXERCÍCIO CARDIOVASCULAR NO CÉREBRO?

Quando a Universidade de Columbia conclui seu estudo, as ampliações cerebrais do grupo que faz funcionar cardiovasculares aumentam a espessura cortical no córtex frontal médio caudal esquerdo após 24 semanas. A estrutura cerebral responsável pela tomada de decisões executivas, ou seja, decisões e escolhas grandes, funções mudanças.

Os resultados mostram que o grupo que fez exercícios cardiovasculares melhorou a capacidade de tomar decisões. Essas mudanças ocorreram no cérebro não foram detectadas no grupo sem cardio. Antes de podermos concluir claramente este tópico, mas estudos ainda são baseados.

No entanto, o estudo traz muitas pistas que demonstram o compromisso de longo prazo de exercícios cardiovasculares e aeróbicos (corrida, HIIT, etc.) que trazem mudanças duradouras para o cérebro, que por sua vez melhora o raciocínio executivo superior. Além disso, a sugestão é que as mudanças neurobiológicas e seus benefícios comecem de um único treino e aumentem lentamente ao longo do tempo.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DE PRATAR ARTES MARCIAIS?

As artes marciais são uma vantagem para e reduzir as necessidades do cérebro. Faith agravada em uma revisão de 20 com um total de 2553 participantes que como artes marciais em geral, e o Tai Chi em particular, ofereciam melhores maneiras de melhorar a função cognitiva e física em idosos.

Com efeito, as artes marciais permitem realmente um aperfeiçoamento físico e mental da pessoa.

EM SUMA

Estudos têm consistência que a atividade física, independente da forma de atividade, beneficia o corpo e o cérebro de forma duradoura.

O exercício ajuda a melhorar o oxigênio e o fluxo sanguíneo para o cérebro; no entanto, algumas formas de exercício têm um impacto maior na estrutura do cérebro.

Isso ajuda a melhorar as funções cognitivas superiores e ajuda a prevenir ou retardar a demência e outras doenças cerebrais degenerativas à medida que o cérebro envelhece.

Aeróbica, HIIT, exercícios cardiovasculares e programas de condicionamento físico baseado em artes marciais proporcionados maiores benefícios do que apenas o treinamento de resistência.

Esses resultados podem fazer você pensar que um tipo de exercício é “melhor” do que outro, mas não se engane quanto a isso. Para um equilíbrio perfeito e ótimos resultados, é necessário combinar os diferentes tipos de exercícios específicos para obter uma modelagem but equilibrada do condicionamento e do treinamento.

Desta forma você terá melhores resultados, de forma mais rápida e sustentável. Cada tipo de exercício tem uma função específica e permite fortalecer uma parte do corpo e / ou cérebro.

Para uma vida saudável, importante combinar os diferentes tipos de exercício e, ao mesmo tempo, contra o qual melhor adaptado para você.

Parêntese pequeno para finalizar. O exercício físico é uma parte essencial para se ter uma boa saúde, mas não deve negligenciar os outros aspectos da vida que permitem ao corpo e ao cérebro retardar o envelhecimento, uma degeneração do cérebro e como recursos físicos acacontendo a temperatura que doenças como diabetes, obesidade, etc.

Para isso, ter uma alimentação saudável e variada também é muito importante.

Entenda os principais benefícios da Jurubeba para a saúde

Entenda os principais benefícios da Jurubeba para a saúde

A jurubeba (Solanum paniculatum), é uma planta medicinal de sabor amargo, comum em quase todo o Brasil.

A infusão do seu caule e da sua raiz em álcool de cana (cachaça) é popularmente utilizada como aperitivo e como digestivo, como a conhecida Jurubeba Leão do Norte.

A medicina popular recomenda o seu chá como tônico cardiovascular, estimulante do apetite, do fígado (colagogo) e do baço, contra problemas da digestão e muito mais.

Há casos de utilizações da Jurubeba em tratamento de afecções da pele, como a acne. É também usada em diversos rituais religiosos.

Vira uma poção de cura utilizada junto a banho de rosa branca.

Com nome divertido e muito utilizado entre as pessoas, a planta jurubeba é uma das mais populares em solo nacional. Podendo ser encontrada em regiões diversas do Brasil e, dependendo da localidade, pode ser conhecida como juribeba, jurupeba, jupeba, jubebe, entre outros nomes.

Neste artigo quero te apresentar os benefícios da jurubeba, suas indicações, benefícios, propriedades, contraindicações e efeitos colaterais. Então continue lendo e fique por dentro destas informações valiosas!

Para que serve  a Jurubeba?

A Jurubeba pode ser utilizada na culinária e para auxiliar no tratamento de doenças como a anemia e doenças do fígado e digestivas. Pode ser comprada em lojas de produtos naturais e em alguns mercados.

Indicações:

  • Tônico cardiovascular,
  • Estimulante do apetite,
  • Contra problemas da digestão,
  • Diurética,
  • Acidez da secreção gástrica,
  • Anorexia,
  • Azia,
  • Bronquite,
  • Cicatrização de mucosa,
  • Cistite,
  • Ingurgitamento do fígado e do baço,
  • Estômago,
  • Gastrite;
  • Úlcera péptica,
  • Hepatite,
  • Hepatopatia crônica,
  • Náusea,
  • Síndrome pós-hepatite, e
  • Tosses.

Benefícios do chá de jurubeba:

Através do uso da jurubeba você conseguirá obter muito benefícios, são eles:

  1. Ressaca: É conhecida no Brasil como um remédio natural para lidar com o excesso da bebedeira.
  2. Fígado: O chá de jurubeba é utilizado para tonificar, fortalecer e equilibrar o fígado após o consumo de alimentos em excesso. Também pode ser usado para auxiliar e amenizar cólicas hepáticas.
  3. Diminuição da pressão sanguínea: Pesquisas realizadas com animais mostraram que a planta é eficiente na redução da pressão sanguínea.
  4. Estômago: Ao ser ingerido antes ou depois das refeições, atua no alívio das dores de estômago.
  5. Auxílio ao tratamento de problemas de saúde sendo eles:
    • Azia,
    • Bronquite,
    • Cistite (inflamação e infecção na bexiga),
    • Úlcera péptica (ferida na parede do estômago ou duodeno),
    • Tosses,
    • Hepatite,
    • Hepatopatia crônica (doença crônica que atinge o fígado),
    • Anemia,
    • Erisipela (infecção na camada superficial da pele caracterizada pelo aparecimento de feridas vermelhas, inflamadas e dolorosas),
    • Gripe,
    • Icterícia,
    • Malária e
    • Náusea.
  6. Efeito laxante: Pode auxiliar as pessoas que sofrem com prisão de ventre e possuem dificuldades para utilizar o banheiro.
  7. Cicatrização: As folhas da jurubeba podem ser aplicadas na pele para contribuir com a cicatrização de feridas e acne.
  8. Digestão: Acredita-se que a jurubeba acelera o processo digestivo e promove o esvaziamento gástrico.
  9. Outras propriedades benéficas: A planta é dotada de ação descongestionante, anti-inflamatória, purificadora do sangue, desobstruidora do fígado e do baço e purificadora do sangue, além de trazer o efeito de combate à febre e tônico cardiovascular.

Tendo ainda diversas propriedades como mostrarei a seguir.

Propriedades da Jurubeba:

  • Anti-inflamatórias;
  • Antidiabéticas;
  • Digestivas;
  • Descongestionantes;
  • Diuréticas;
  • Estimulantes;
  • Febrífugas;
  • Laxantes;
  • Tônicas e
  • Vasculares.

Contraindicações:

Não se recomenda o consumo frequente da jurubeba. Em excesso, tem efeito tóxico com sintomas de náusea, diarreia, vômitos, sintomas neurológicos (edemas) e morte.

Vale sempre a recomendação de falar com seu médico antes de fazer uso de qualquer remédio natural ou fitoterápico, eles podem fazer mal à saúde se misturados com outros medicamentos!

A jurubeba é da família solanaceae, que conta com cerca de 1500 espécies e algumas são tóxicas e venenosas. Por isso, utilize só as que garantidamente são da espécie solanum paniculatum L.

Efeitos Colaterais:

Os efeitos que a Jurubeba pode causar em uma pessoa poderão ocorrer com o uso prolongado da planta. Ela possui alta concentração de alcaloides e esteroides que podem causar em alguns casos diarreias, aumento das enzimas hepáticas, gastrite, náuseas e vômitos.

Seu uso deve ser evitado durante gestações, amamentação e não se deve utilizar por tempo prolongado, pois pode causar intoxicação.

Exercício físico diário recomendado

lebron_16

A atividade física regular ajuda você a ficar em forma. Além das atividades esportivas, as ocupações diárias geralmente oferecem a oportunidade de se movimentar mais. O principal é optar por uma atividade progressiva, adaptada às suas capacidades e desejos.

A atividade física é caracterizada por sua intensidade.

Um ótimo esporte é o basquete, tambem considerado uma atividade física, mas para isso lembre-se de utilizar Tênis de Basquete adequados.

lebron_16

Dependendo das consequências que produz no corpo, a atividade esportiva pode ser definida como leve, moderada ou alta:

  • Durante atividades físicas leves :
    • a respiração é quase normal sem falta de ar,
    • conversa é possível,
    • o coração não está acelerado.
  • Durante a atividade física de intensidade moderada :
    • a respiração está ligeiramente acelerada e a falta de ar é fraca,
    • conversa é possível,
    • o batimento cardíaco é um pouco mais rápido.
  • Durante a atividade física de alta intensidade :
    • a respiração é acelerada e a falta de ar é alta,
    • a conversa é difícil, feita de frases curtas,
    • o coração está batendo rápido.

Para uma saúde melhor, é importante praticar atividade física regular de intensidade moderada a vigorosa.

Para isso, é importante:

  • atividade física regular de diversos tipos e em todas as situações do cotidiano: locomoção, subir escadas, consertar … O exercício físico não se limita ao esporte. Assim, pode assumir várias formas, incluindo caminhadas ou corridas, atividades profissionais, domésticas e algumas atividades de lazer. A atividade física deve ser regular para ter um efeito positivo na saúde. Portanto, é recomendável que você se exercite pelo menos cinco dias por semana e, de preferência, todos os dias.
  • reduzir o comportamento sedentário porque é a concomitância do aumento da atividade física com a redução do tempo sedentário que produz os efeitos mais benéficos à saúde.

AS 10 REGRAS DE OURO PARA MONITORAR SEU CORAÇÃO DURANTE O EXERCÍCIO

Se você pratica esportes e independentemente de sua idade, nível de treinamento ou desempenho, é importante monitorar sua atividade cardíaca.

  • Relato ao meu médico qualquer dor no peito ou falta de ar anormal que ocorra durante o esforço.
     
  • Relato ao meu médico qualquer palpitação cardíaca que ocorra durante o exercício ou logo após o exercício.
     
  • Relato ao meu médico qualquer desconforto ocorrido durante o exercício ou logo após o exercício.
     
  • Eu sempre respeito um aquecimento e recuperação de 10 minutos durante minhas atividades esportivas.
     
  • Eu bebo três a quatro goles de água a cada 30 minutos de exercício, tanto no treinamento quanto na competição.
     
  • Evito atividades intensas em temperaturas externas <- 5 ° C ou> + 30 ° C e durante picos de poluição.
     
  • Nunca fumo uma hora antes ou duas horas depois dos esportes.
     
  • Nunca uso substâncias dopantes e geralmente evito a automedicação.
     
  • Não pratico esporte intenso se estou com febre, nem nos 8 dias seguintes a um episódio de gripe (febre + dores no corpo).
     
  • Faço um check-up médico antes de voltar a praticar esportes intensos se tenho mais de 35 anos, para homens, e 45 anos, para mulheres.

APROVEITE TODAS AS OPORTUNIDADES PARA MOVER MAIS

Para ser ativo , não há necessidade de praticar esportes intensivos. Mesmo se você não for atlético, pode incorporar exercícios em sua vida diária e colher benefícios para a saúde deles. Esses benefícios serão mais proporcionais à quantidade de atividades realizadas do que à sua intensidade. Por exemplo, reduza o tempo gasto em frente à televisão ou ao computador para lutar contra o sedentarismo e ter mais tempo livre ativo.

Você pode fazer mais exercícios a cada dia caminhando mais. Fazer compras, ir para o trabalho, acompanhar seus filhos à escola podem se tornar oportunidades para caminhadas.
Você está pegando ônibus, metrô ou bonde? Suba a bordo de uma parada depois de sua estação habitual ou desça um pouco antes de seu destino. Isso permitirá que você caminhe parte da rota.
Você viaja de carro? Estacione longe de onde você está indo.

Além disso, você se exercitará mais adotando certos hábitos:

  • prefira as escadas ao elevador, às escadas rolantes;
  • não use as esteiras e caminhe lado a lado;
  • se você tem um jardim, reserve mais tempo para cultivá-lo;
  • se você tem um cachorro, leve-o para passear com mais frequência e por mais tempo.

Se você é pai ou mãe, aproveite o final de semana para compartilhar as brincadeiras dos filhos (bola, bicicleta, etc.) ou dar um passeio com eles.

Durante o cochilo, você poderá fazer ginástica em casa, por exemplo, com a ajuda de um programa gravado em CD ou DVD ou de uma plataforma de videogame.

Se você mora em uma casa bastante grande, considere a bicicleta ergométrica.

Por fim, você pode ir à piscina com os amigos e pensar muito em nadar.

E se você optar por praticar um esporte regularmente, é importante se divertir para não ficar entediado.

Alimentos que ajudam a cuidar do fígado

Alimentos que ajudam a cuidar do fígado

Manter uma boa saúde do fígado é decisivo para o bem-estar geral. Felizmente, existem alguns alimentos cuja composição contribui para o cuidado desse órgão. Neste espaço, nós os detalhamos.

Você sabia que existem alimentos que ajudam a cuidar do fígado? Este órgão é fundamental em muitos processos metabólicos; portanto, mantê-lo saudável é essencial. Felizmente, através da dieta e da prática de bons hábitos, é possível contribuir para o seu bem-estar fazendo até mesmo uma Limpeza intestinal eficiente.

E é que, embora muitos o ignorem, é um órgão que pode se deteriorar devido a doenças crônicas como fígado gorduroso, hepatite, cirrose ou câncer. De fato, de acordo com informações da American Câncer Society, este último tem uma taxa de sobrevida em 5 anos, variando de 18% a 31%.

Como cuidar do fígado? 

As doenças desse órgão são amplamente evitáveis, pois são causadas por fatores relacionados à dieta e estilo de vida. Especificamente, o excesso de peso corporal, especialmente quando ocorre acúmulo de gordura na área abdominal, é a razão que tem maior influência no aparecimento das condições mencionadas acima.

Assim, adotar hábitos saudáveis ​​baseados em alimentos de qualidade nutricional, aumentar a atividade física diária e evitar produtos tóxicos como álcool, cigarro e abuso de drogas é a melhor maneira de cuidar do fígado.

Alimentos que ajudam a cuidar do fígado 

Os alimentos que ajudam a cuidar do fígado são aqueles que contêm fito químicos ou fito nutrientes, capazes de proteger a integridade das células contra reagentes que podem danificá-lo.

Em particular, são geralmente ingredientes de origem vegetal, cuja abundância de nutrientes produz benefícios interessantes no organismo. Você se atreve a incluí-los em sua dieta regular?

1. brócolis

Neste momento, em que a obesidade é um problema, incluí-la na dieta fornece benefícios para manter esse órgão saudável, principalmente naquelas pessoas com excesso de peso.

2. chá verde 

Em um estudo publicado na Clinical Nutrition in Medicine, observou-se que o chá verde, devido ao seu conteúdo abundante de antioxidantes, é uma bebida com potenciais benefícios para pessoas com fígado gorduroso. De fato, é recomendado para quem quer cuidar de sua saúde.

3. Azeite 

Alimentos que ajudam a cuidar do fígado

Manter uma boa saúde do fígado é decisivo para o bem-estar geral. Felizmente, existem alguns alimentos cuja composição contribui para o cuidado desse órgão. Neste espaço, nós os detalhamos.

Você sabia que existem alimentos que ajudam a cuidar do fígado? Este órgão é fundamental em muitos processos metabólicos; portanto, mantê-lo saudável é essencial. Felizmente, através da dieta e da prática de bons hábitos, é possível contribuir para o seu bem-estar fazendo até mesmo uma Limpeza intestinal eficiente.

E é que, embora muitos o ignorem, é um órgão que pode se deteriorar devido a doenças crônicas como fígado gorduroso, hepatite, cirrose ou câncer. De fato, de acordo com informações da American Câncer Society, este último tem uma taxa de sobrevida em 5 anos, variando de 18% a 31%.

Como cuidar do fígado? 

As doenças desse órgão são amplamente evitáveis, pois são causadas por fatores relacionados à dieta e estilo de vida. Especificamente, o excesso de peso corporal, especialmente quando ocorre acúmulo de gordura na área abdominal, é a razão que tem maior influência no aparecimento das condições mencionadas acima.

Assim, adotar hábitos saudáveis ​​baseados em alimentos de qualidade nutricional, aumentar a atividade física diária e evitar produtos tóxicos como álcool, cigarro e abuso de drogas é a melhor maneira de cuidar do fígado.

Alimentos que ajudam a cuidar do fígado 

Os alimentos que ajudam a cuidar do fígado são aqueles que contêm fito químicos ou fito nutrientes, capazes de proteger a integridade das células contra reagentes que podem danificá-lo.

Em particular, são geralmente ingredientes de origem vegetal, cuja abundância de nutrientes produz benefícios interessantes no organismo. Você se atreve a incluí-los em sua dieta regular?

1. brócolis

Neste momento, em que a obesidade é um problema, incluí-la na dieta fornece benefícios para manter esse órgão saudável, principalmente naquelas pessoas com excesso de peso.

2. chá verde

 Em um estudo publicado na Clinical Nutrition in Medicine, observou-se que o chá verde, devido ao seu conteúdo abundante de antioxidantes, é uma bebida com potenciais benefícios para pessoas com fígado gorduroso. De fato, é recomendado para quem quer cuidar de sua saúde.

3. Azeite 

Vários estudos sugeriram que a adesão ao padrão mediterrâneo produz uma melhora no perfil lipídico e impede a deposição de gordura no fígado. O efeito tem a ver com a contribuição de gorduras monoinsaturadas ômega 9, derivadas do azeite extravirgem.

Vários estudos sugeriram que a adesão ao padrão mediterrâneo produz uma melhora no perfil lipídico e impede a deposição de gordura no fígado. O efeito tem a ver com a contribuição de gorduras monoinsaturadas ômega 9, derivadas do azeite extravirgem.

Apps para te ajudar a emagrecer: os 5 melhores GRÁTIS!

App para emagrecer

5 apps para te ajudar a emagrecer: Conheça os melhores grátis para dieta e exercícios!

Os aplicativos e a tecnologia são grandes aliados para várias atividades que queremos desempenhar em nosso dia a dia. Para quem está procurando emagrecer com uma rotina de práticas saudáveis não seria diferente.

Os apps podem te auxiliar a controlar a quantidade de calorias ingeridas e praticar exercícios de qualquer lugar que estiver.

Por isso, reunimos uma lista de 5 aplicativos gratuitos para te ajudar a emagrecer, disponíveis para Android e iOs.

My Fitness Pal – App para Contar Calorias  

O My Fitness Pal app funciona como um diário alimentar para você registrar os alimentos consumidos durante o dia e ter controle da ingestão total de calorias.

Para isso, ele oferece um banco de dados com os rótulos ou o leitor de barras para cadastrar os alimentos. O app é fácil de entender e usar!

Além disso, é possível criar metas de perda de peso ou conectar com amigos que também usem a plataforma.

Apesar de ser um app muito bem avaliado pelos seus usuários, seu ponto negativo é a repetição das propagandas para a versão premium, que oferece a ausência de anúncios, conteúdo exclusivo e análise de alimentos.

O My Fitness Pal está disponível para Android e iOS.

FatSecret – App para Contar Calorias 

Outro aplicativo muito conhecido para te ajudar a emagrecer muito conhecido é o FatSecret. Diferente do My Fitness Pal, ele permite criar um planejamento alimentar para a semana inteira e acompanhar todo o seu progresso

Além disso, você pode acompanhar os detalhes de cada alimento, avaliando a quantidade de proteínas, gorduras e carboidratos, fazendo as melhores escolhas diárias.

O aplicativo também possui um feed chamado “journal”, onde é possível acompanhar outros usuários em suas jornadas e suas evoluções, se inspirar e também conferir algumas receitas fitness.

Exercícios em Casa – Sem Equipamentos – App de exercícios 

A tecnologia pode ser uma grande aliada na hora de perder peso e o aplicativo do Exercício em Casa te permite exercitar sem precisar ir à academia.

exercício em casa

Os exercícios são feitos sem o auxílio de aparelhos ou equipamentos e o app conta com uma biblioteca diversa de opções para pernas, braços, abdômen, glúteos, peito, bem como exercícios de corpo inteiro.

É fácil de usar e as atividades são categorizadas pelo membro que será exercitado e pelo nível do usuário:

  • Iniciante
  • Intermediário
  • Avançado

Uma vantagem é que o app cria sua rotina de exercícios automaticamente, mas ele não permite que você saiba quais serão os treinos da semana. Outro ponto negativo é que ele está disponível apenas para usuários do Android.

Nike Training Club – App de exercícios 

O Nike Training Club permite que o usuário tenha acesso, de forma gratuita, a mais de 185 treinos diferentes, que vão desde níveis iniciantes até os mais avançados.

Os exercícios são todos exibidos em vídeos de alta qualidade e os usuários podem definir seus objetivos de emagrecimento, pois o aplicativo cria automaticamente um treino personalizado.

Alguns treinos no app são inspirados em vários atletas e artistas diferentes, como Cristiano Ronaldo, Serena Williams, Michael B. Jordan e Ellie Goulding.

Uma desvantagem comentada pelos usuários é que o intervalo entre um exercício e outro é muito curto, dificultando a prática.

7 Minute Workout – App de exercícios 

Mais uma opção de aplicativo gratuito para te ajudar a emagrecer é o 7 minute workout, ele é ideal para quem tem dificuldade em disponibilizar um período longo de tempo para se dedicar aos exercícios físicos. O app oferece treinos curtos com o objetivo de facilitar a prática diária.

São treinos de alta intensidade focados na perda de peso e no ganho de resistência física.

Para manter o usuário disciplinado, ele dá uma espécie de desafio para você se exercitar um pouquinho por dia e todos os dias.

Apesar desses pontos positivos, o aplicativo não permite mudar de idioma (sendo somente em inglês) e não é possível editar seus treinos. Para adicionar ou remover algum exercício é necessário excluir o treino inteiro. 

Qual melhor aplicativo grátis para emagrecer? 

Considerando a pesquisa acima, os melhores aplicativos grátis para te ajudar a emagrecer são:

  • My Fitness Pal: Ideal para quem quer ter controle da ingestão diária de calorias.
  • FatSecret: Diário alimentar com opção de planejamento das refeições semanais.
  • Exercícios em Casa – Sem Equipamentos: Biblioteca diversa de exercícios para fazer em casa, sem equipamentos.
  • Nike Training Club: Treinos em vídeos explicativos com diferentes níveis de intensidade.
  • 7 minute workout: Treinos curtos de alta intensidade focados na perda de peso e ganho de resistência. 

Vale lembrar que o melhor aplicativo vai depender de qual seu objetivo e necessidade. Escolha dentre eles o que melhor te atende e que seja compatível com seu celular.

Agora ficou fácil emagrecer e entrar em forma, não é? Qual desses aplicativos é o seu prefiro? Deixe seu comentário abaixo!

EFEITO SANFONA NO EMAGRECIMENTO

EFEITO SANFONA NO EMAGRECIMENTO

Se você já fez alguma dieta durante a vida deve conhecer bem o termo “efeito sanfona” Este efeito de emagrecimento-corte é um dos grandes problemas enfrentados por quem deseja alcançar o peso ideal e manter-se assim.

O que os nutricionistas dizem

A maioria está de acordo:o emagrecimento até que é fácil, mas manter o peso parece uma tarefa impossível. Por que será que é tão difícil manter o peso obtido após uma rigorosa dieta? Será que é impossível? Para responder a estas e outras questões, temos de tirar essas dúvidas com os especialistas.

De acordo com a nutricionista funcional Flávia Cyfer,o efeito acordeões comum e pode afetar até a pessoa mais disciplinada.

“O primeiro passo para não recuperar os quilos perdidos é enfrentar o novo menu como uma mudança no estilo de vida e não como um par de dias de restrição de alimentos” também afetando sua pele com ausência de colágeno afirma a nutricionista.

“Alguns estudiosos da nutrição humana acreditam que o organismo mantém uma espécie de memória metabólica, com a tendência de voltar ao estado anterior, depois de sofrer mudanças”, explica O médico Cristiano Merheb, especialista em Nutrologia Cemes Centro Médico e membro da Associação Brasileira de Nutrologia.

“Evite os esquemas dietéticos muito rigorosos e prolongados. O ideal é enganar o corpo de modo que ele não sinta falta de o que está a perder”, recomenda.

As sugestões dos especialistas eshuir das dietas de emergência. São as chamadas dietas de emergência — programas de distribuição de alimentos com baixas calorias e que restringem certos alimentos e grupos de alimentos.

“Geralmente duram apenas alguns dias e não devem ser prolongadas por mais tempo, devido à baixa quantidade de calorias que devem ser ingeridas”, explica o nutrólogo Maximo Asinelli.

Segundo ele, ao restringir muitos alimentos e consumir poucas calorias, este tipo de dieta, obriga o organismo a utilizar outras fontes de energia para manter suas funções vitais, como as gorduras acumuladas.

“Por isso, se uma dieta de emergência foi seguido ao pé da letra, ela irá realmente ajudar na perda de peso, mas, por outro lado prejudica o organismo e não traz benefícios a longo prazo”, adverte o médico.

O ideal é que, depois de um programa de perda de peso, a character, enfrenta um período prolongado de tempo (entre 2 e 3 anos) para reeducação alimentar, dando oportunidade ao corpo de esquecer os padrões anteriores para não more recuperar tudo o que emagreceu é o que recomenda médicos e nutrólogos.

Então, se você está de dieta ou pretende fazer, saiba que não se pode perder o controle depois de entrar na velha calça dois números menor. Mantenha o foco e mantenha-se perseverante. Programe-se antes para se manter firme na dieta e dar adeus ao efeito sanfona.Reeducação alimentarista a nossa sugestão.

Cebola, um poderoso vegetal

Cebola, um poderoso vegetal

A cebola é a rainha da festa que acontecerá este fim-de-semana no Caniço.

De nome científico Allium Cepa, ocupa a sexta posição enquanto vegetal mais cultivado do mundo, existindo mais de 600 espécies, que variam no seu paladar, forma e cor.

Benefícios a saúde

A cebola possui uma utilização culinária milenar, acompanhando uma grande panóplia de receitas que abrangem quase todas as culturas. Pensa-se que o seu cultivo tenha tido origem no sudoeste asiático. No Egito, era considerada sagrada, acreditando-se que, devido à sua forma esférica e aos anéis concêntricos, esta simbolizava a eternidade. Na Índia também era conhecida pelas suas qualidades medicinais, digestivas e antissépticas e até hoje conserva-se o hábito: uma cebola por dia é a receita certa de boa disposição e saúde.

É verdade que este vegetal nos faz arder os olhos, chorar e até ter mau hálito, mas os seus benefícios são um grande motivo para sorrir.

Claro que, existindo inúmeras espécies de cebola, podemos questionar qual será a melhor, mas na verdade o seu poder nutritivo parece ser muito semelhante. Por isso, e independentemente da variedade, a cebola é constituída por aproximadamente 94% de água, possui um baixo valor energético, aproximadamente 17 kcal por 100g, e concentra um teor significativo de vitamina B1 e C, fósforo e manganês.

Fonte de Vitamina B1

A vitamina B1 está associada à promoção da saúde ocular, cutânea e hepática, enquanto a vitamina C apresenta propriedades antioxidantes, além de contribuir para reforçar o sistema imunitário, sendo este efeito melhorado pela presença de fitoquímicos. O fósforo contribui para a manutenção de ossos e dentes normais e o manganês para a metabolização de hidratos de carbonos e de gorduras, além de potenciar um bom funcionamento ao nível das células nervosas. É também constituída por flavonóides, nomeadamente quercetina, que atua como antioxidante, protegendo as células dos danos causados por radicais livres. A sua concentração tende a ser maior nas camadas externas da cebola, não devendo por isso retirar-se demasiadas camadas.

Os flavonóides contribuem ainda para a diminuição de doenças cardiovasculares, além de apresentarem propriedades anti-inflamatórias e anticancerígenas. A ingestão de uma cebola por semana pode ajudar a reduzir em 14% a probabilidade de vir a ter cancro da cavidade oral e faringe, da laringe, do esófago, do estômago, do intestino, da mama, dos rins e da próstata. O crómio, presente em quantidades consideráveis neste alimento, auxilia as células na resposta à ação da insulina, ajudando a regular os níveis de açúcar no sangue.

A cebola tem ainda um poder regulador sobre as gorduras, pela diminuição do colesterol total do sangue e por ajudar a aumentar o colesterol HDL (colesterol bom). Também contribui para retardar a coagulação do sangue, pela presença de alicina. Um dos compostos presentes na cebola consegue inibir a ação dos osteoclastos, as células responsáveis pela deterioração dos ossos, sendo por isso muito importante no combate à osteoporose. Um estudo realizado em 2009 concluiu que as mulheres que consumiam cebolas todos os dias tinham uma maior densidade óssea do que aquelas que não o faziam.

E você, já comeu cebola hoje?

Sinais que você precisa se atentar do seu corpo

atentar_do_seu_corpo

Nosso corpo não é uma máquina, por isso mesmo, é importante estar sempre alerta e prestando atenção a sintomas que indicam que algo não vai bem.

O dia a dia das pessoas está cada vez mais corrido, o que aumenta o índice de stress e não deixa sobrar tempo para os cuidados com a saúde. Mas, isso não é bom e em algum momento o corpo vai pedir socorro.

Muitas pessoas não têm ideia do quanto o estresse afeta o organismo. Trânsito intenso, pressões no trabalho, problemas familiares, contas a pagar, compromissos inadiáveis enfim, as pessoas estão cada vez mais sobrecarregadas.

atentar_do_seu_corpo

Esses momentos exigem muito do nosso corpo e mente, o que acaba por elevar os níveis de estresse. A Associação Internacional de Controle ao Estresse apontou, em 2017, que o brasileiro é o segundo povo mais estressado do mundo.

De acordo com 70% das pessoas entrevistadas na pesquisa, a causa do estresse é o trabalho. Independentemente de qual seja a causa do estresse, o fato é que ele afeta o organismo de maneira negativa.

Neste artigo, vamos mostrar alguns sinais que o corpo dá quando o estresse já extrapolou os limites, além de dar dicas sobre cuidados que podem ajudar a relaxar.

Os sinais do estresse no organismo

Quando o organismo já não suporta mais o acúmulo de estresse, envia sinais que mostram que é preciso se cuidar. Por conta da rotina corrida, muitas pessoas acabam ignorando e isso é muito perigoso.

Quando a devida atenção não é dada ao sintoma, surge uma oportunidade maior para que doenças resultantes do estresse como depressão e infarto se apoderem do corpo.

No entanto, algumas pessoas ignoram o sintoma porque não o reconhecem como algo ruim, sendo assim, é importante saber que alguns sinais negativos do organismo são:

Alterações no humor

As alterações no humor são os sintomas mais comuns. Quando pessoas calmas e pacientes de repente mudam o humor, é sinal de que algo não vai bem e está desencadeando um alto nível de estresse.

Quando a pessoa se irrita com facilidade e não consegue mais controlar o temperamento, é um claro sinal de que os mecanismos de controle de humor estão esgotados e enfraquecidos.

Problemas respiratórios

Quando alguém se sente muito ofegante, mesmo sem ter praticado alguma atividade física ou cansativa, é um dos sinais de estresse. O organismo emite um sinal de alerta que faz com que os músculos aumentem os níveis de oxigênio.

Isso acontece para que a musculatura funcione melhor, acelerando o processo de respiração para isso. E em casos em que a pessoa já tenha problemas como asma, por exemplo, o cuidado precisa ser ainda maior.

Dificuldade para dormir

A insônia é um dos sintomas mais comuns do estresse. Quando alguém está em meio a uma grande quantidade de pensamentos e sentimentos, tem dificuldades para dormir.

Isso se dá devido ao aumento do cortisol, hormônio do estresse, que não deixa o corpo relaxar. 

Quando isso acontece, a pessoa não consegue dormir e, no dia seguinte, acorda irritada, cansada e com dificuldades para se concentrar nas atividades.

Tudo isso colabora para aumentar ainda mais o estresse, pois o cansaço se torna constante, levando o organismo a emitir diversos sinais de alerta.

Suor excessivo

Um nível de estresse acima do normal aumenta a frequência cardíaca e a respiração fica mais acelerada. Essa situação aumenta a pressão arterial, fazendo com que a pessoa acabe suando, para manter a temperatura normal.

Problemas na pele

Acnes são sinal de estresse, porque com o aumento da tensão, os poros se fecham. As gorduras e impurezas acumuladas nos poros fazem surgir cravos e espinhas.

Infecções frequentes

O sistema imunológico, assim como diversos outros setores do organismo, também é afetado pelo estresse. Por conta disso, uma das consequências mais comuns do estresse são infecções repetitivas.

Alergias, manchas na pele, asma e resfriados constantes também são alguns dos sintomas do estresse elevado.

Diminuição da libido

O estresse leva o organismo a desconsiderar o sexo como algo importante. Isso acaba diminuindo a libido e aumentando a falta de interesse sexual.

Nos homens, isso é provocado pelos altos índices de cortisol; já nas mulheres, o estresse afeta a menstruação, desregulando os ciclos.

Frequentes idas ao banheiro

Pessoas estressadas vão mais vezes ao banheiro, devido à queda de vitamina B6, fazendo sentir vontade de urinar o tempo todo. 

É muito comum, inclusive, que pessoas ansiosas e estressadas levante da cama para ir ao banheiro de madrugada.

Problemas cardíacos

O estresse provoca aumento da pressão sanguínea. Isso faz com que o coração trabalhe mais intensamente e se desgaste por conta disso. Neste momento, as doenças cardíacas aparecem, como a hipertensão.

Outras doenças cardíacas causadas pelo estresse são arritmia e insuficiência cardíaca. 

Independentemente da idade, pessoas estressadas podem desenvolver problemas cardíacos, portanto, o ideal é cuidar bem da rotina e evitar conflitos diários.

Além dos sintomas citados, outros também estão diretamente relacionados com o estresse, como:

  • Ansiedade;
  • Angústia;
  • Nervosismo;
  • Tontura;
  • Problemas de concentração;
  • Tensão muscular;
  • Mãos frias e suadas;
  • Queda capilar;
  • Dor de cabeça e enxaqueca.

Medidas para combater o estresse

Para combater o estresse, o ideal é descobrir a sua causa. Além disso, é importante tentar uma boa noite de sono, praticar atividades esportivas coletivas ou individuais, prezar por momentos de lazer, meditação e exercícios de respiração.

Para ter um diagnóstico preciso, é importante consultar um médico, somente ele poderá orientar quanto aos melhores tratamentos. A presença de outros profissionais pode ajudar, como nutricionistas e psicólogos.

Além dessas medidas, existem outras, como frequentar uma academia com nutricionista e alguns tratamentos que abordaremos no próximo tópico.

Cuidados que ajudam no tratamento contra estresse

O estresse é uma doença que pode levar a diversas outras ainda mais graves. Por isso, o ideal é prevenir e optar por alguns procedimentos que podem ajudar no tratamento.

Drenagem linfática

Um deles é a drenagem linfática abdominal. Esse tratamento é baseado em massagens com movimentos rítmicos e leves, que melhoram o sistema linfático. 

Esse sistema é responsável por drenar líquidos do sangue e das células.

Ele é muito importante para fortalecer o sistema imunológico, por isso, a drenagem linfática evita que a linfa se acumule entre as células, provocando inchaços.

Mais do que um tratamento estético, melhora a circulação sanguínea, diminui o estresse e libera toxinas que diminuem a celulite e a gordura localizada.

Treinamento funcional

O treinamento funcional de alta intensidade é uma atividade muito recomendada para combater o estresse. 

Esse treino é baseado nas funcionalidades do corpo humano que fazem parte do dia a dia, como correr e pular, por exemplo.

Dentre os principais benefícios trazidos por esse exercício estão a melhora da aptidão física e prevenção de lesões. Além disso, melhora a postura e o condicionamento físico.

Chip da beleza

A autoestima é um fator muito importante para evitar o estresse. Por conta disso, muitas pessoas têm procurado pelo chip da beleza gestrinona.

Para implantá-lo, um médico avalia a quantidade de hormônios do paciente e receita um mix de hormônios adequados, de acordo com a necessidade.

Esse chip pode trazer muitos benefícios, como acabar com os sintomas da TPM, melhorar a libido e também a disposição para atividades físicas. Mas, todo cuidado é pouco, e um médico deve ser consultado, antes do implante.

Consultar um nutrólogo

Ainda no que diz respeito à autoestima, contar com um nutrólogo para emagrecer é importante não só para a perda de peso, como também para regular os níveis de estresse.

O nutrólogo é um profissional que se baseia em todo o metabolismo, histórico e objetivos do paciente. 

Alguns alimentos são muito eficientes no combate ao estresse e, consequentemente, na perda de peso. O nutrólogo saberá os alimentos ideais para cada caso.

Preenchimento facial

Outro tratamento que ajuda muito na autoestima é preenchimento facial definitivo

O procedimento aspira gordura de uma parte do corpo para injetar em outra e era muito utilizado para remodelar glúteos e seios.

Atualmente, é uma das principais estratégias para eliminar rugas do rosto.

Pilates  

O organismo humano é formado por corpo e mente, por isso, para trabalhar os sintomas do estresse e manter a saúde em dia, além de cuidar do corpo também é importante cuidar da mente.

O curso de pilates solo trabalha o equilíbrio entre a mente e o corpo, eliminando os sinais de estresse e trazendo muito mais bem-estar e qualidade de vida.

Não existem emoções boas ou ruins, mas, sim, comportamentos bons ou ruins. É importante saber lidar com as emoções para evitar que o organismo tenha que responder por elas.

Hoje, cuidar das emoções é algo tão importante, que aumenta cada vez mais o número de tratamentos e profissionais disponíveis. 

Evitar o estresse é garantir um corpo mais saudável e uma mente livre.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Mitos e verdades sobre o consumo de vitamina C para combater resfriados

vitamina_b17

Toda vez que o inverno se aproxima ou as temperaturas caem, tentamos o nosso melhor para evitar resfriados e começamos a consumir a famosa vitamina C ou ácido ascórbico.

É por isso que Natalia Ulzurrun Magaña, acadêmica da Escola de Nutrição e Dietética da U. Andrés Bello, explica que “a vitamina C é uma vitamina solúvel em água, que se dissolve na água e é considerada essencial, pois não pode ser sintetizada por uma pessoa.

O mesmo possui propriedades antioxidantes, pois protege as células dos radicais livres, ajuda na absorção do ferro, por exemplo, em pessoas com anemia, atua como um inibidor da histamina, que é um composto liberado durante reações alérgicas. Vários autores afirmam que previne risco cardiovascular e câncer. ”

Veja também: Vitamina B17.

O nutricionista revela uma série de mitos e verdades que existem em torno do consumo de vitamina C:

Vitamina C – Combatendo o resfriado

É essencial consumi-lo no inverno para evitar resfriados. Isso depende Existem muitas controvérsias sobre esta vitamina com o frio. Diferentes autores apontam que seu consumo não protege contra a contração, mesmo que seja consumida mais do que a dose recomendada. No entanto, outros autores como Hemilä H explicam que há evidências de que a vitamina C reduz a duração dos resfriados e alivia os sintomas se consumida diariamente.

Independentemente da dose consumida, é inofensivo: falso. É muito importante esclarecer que você deve ser responsável pela dose consumida. De acordo com o DRI (Dietary Reference Intakes) 2019, o intervalo normal a ser consumido varia de 90 mg / dia para homens adultos, 75 mg / dia para mulheres adultas e um limite máximo de 2000 mg para ambos.

Legumes e frutas são uma fonte de vitamina C: Verdade. Existem diferentes alimentos, como legumes e frutas, que têm um alto teor dessa vitamina. Portanto, é essencial incorporar esses alimentos em nossa dieta, por exemplo, na Macedônia, adicionando kiwis, laranja e saladas, especialmente repolho temperado com limão.

Quanto mais consumimos essa vitamina, melhor: falso. O excesso dessa vitamina pode causar sintomas gastrointestinais, como diarréia, náusea e cólicas estomacais e até hiperoxalúria, uma doença em que o oxalato de cálcio se acumula nos túbulos renais, causando pedras nos rins, o que pode prejudicar a função renal.

Uma dieta saudável e equilibrada é a chave para combater resfriados: é verdade. A vitamina C, é um nutriente essencial, pois oferece vários benefícios. O importante é não exceder a dose ou cobrir os requisitos com suplementação, porque consumir duas porções diárias de saladas, três de frutas e comer uma dieta saudável e equilibrada, permitirá manter um estado ideal de saúde e, assim, ter uma melhor qualidade de vida.