O que são os LEADS? Potencializando o seu Negócio

Leads

Qualquer empresa que deseje se estabelecer no mundo da web precisará se armar com uma estratégia para obter o LEADS. 

Mas vamos começar do começo … Quais são os famosos líderes ? Basicamente, são aquelas pessoas que forneceram suas informações de contato e quem integraremos em nosso banco de dados. Em outras palavras, são oportunidades de negócios

É importante observar que o processo de venda de um produto é muito mais amplo do que o ato de trocar mercadorias por dinheiro. Quando uma pessoa quer comprar algo, ela não o faz de maneira impulsiva e irracional, mas inicia uma jornada de estudo, investigação, comparação e resolução. 

Na internet, temos uma quantidade infinita de informações, por isso é muito importante orientar o usuário ao longo do caminho. 

Confira agora: Leads B2B de qualidade para o seu negócio.

Como posso gerar LEADS ? 

A geração de leads pode ser entendida como um caminho que o usuário seguirá ao entrar em nossos sites: 

1- O jogo começa. 

Um usuário começa sua busca por possíveis soluções para uma necessidade. Você demonstrou interesse em nossos serviços ou produtos e acessou nosso site em busca de conteúdo que forneça informações valiosas. Este conteúdo, em geral, é oferecido na forma de E-BOOKS, MODELOS, ARTIGOS, NOTAS, ETC. 

2- Causa a ação: 

As chamadas à ação ou a chamada à ação (CTA) são muito importantes no marketing digital. Eles geralmente aparecem na forma de um botão no qual a parte interessada clicará para fazer o download da oferta e os direcionará para a nossa página de destino . 

3- A troca de valor:

O usuário está procurando informações que o ajudem a resolver qualquer necessidade, procuramos seus dados de contato para oferecer nosso serviço. 

Ao entrar em uma página de destino, o leitor receberá a melhor oferta detalhada e um formulário que deve ser preenchido para obter o download. É muito importante projetar estrategicamente o formulário para coletar os dados que melhor nos servem para conhecer nossa parte interessada. 

Depois que suas informações forem obtidas, elas deixarão de ser um simples leitor e se tornarão CONTATO ou LÍDER. 

As chaves do sucesso:

1- Conheça o seu público: 

Em que conteúdo você está interessado, quais são suas preocupações, suas aspirações, quais são seus hábitos de consumo, o que você faz, quais canais você usa quando navega na Internet etc. Isso tornará mais fácil saber qual conteúdo oferecer e de que maneira. Saber o que nosso público quer é como ter metade da jornada concluída. 

2- Crie conteúdo atraente: 

Se você sabe o que seu público está procurando, sabe qual conteúdo oferecer e como oferecer a eles. Esse ponto é mais importante do que parece: a internet hoje nos permite acessar o infinito de informações, andamos de um lugar para outro e de janela em janela. Precisamos que o usuário permaneça no nosso, nos leia e nos indique como especialistas em nosso assunto. 

Os títulos chamativos têm muita atração. Verifique se o conteúdo é interessante e de qualidade. 

3- Movi seu conteúdo pelas redes: 

Promova e divulgue seu conteúdo. Se você conhece seu público, também conhece os canais que ele usa. Viralize seu conteúdo nas redes sociais e use uma linguagem apropriada que gere confiança e autoridade sobre o assunto. 

4- Apelo à ação: 

Todos os esforços acima serão enfraquecidos se a sua “Chamada para ação” (CTA) for pouco atraente e não estiver localizada em uma boa localização. Coloque-o em um local visível e use verbos que causam impacto. O design gráfico do botão deve ser atraente e atrair atenção. 

5- Que eles não escapam de você: 

O leitor do seu conteúdo já clicou no seu CTA, agora você não pode deixá-lo escapar da sua página de destino e, para isso, deve ser eficiente, impressionante e intuitivo. O design deste local de pouso não é uma coisa menor. 

Se o usuário chegou aqui e não deixou seus dados, os esforços anteriores foram inúteis. Faça uma breve descrição da sua oferta, que seja clara e concisa. Sempre enfatize os benefícios e deixe o formulário à vista. 

6- Coloque o objetivo: 

O leitor já chegou ao formulário e está pronto para preenchê-lo. Certifique-se de que seja simples e claro, que esteja em um local visível e que seja atraente. 

Por fim, não exagere nas informações solicitadas. Se o formulário for muito longo e solicitar muitas informações, o leitor poderá perder o interesse e fechar a página sem preenchê-lo. Como o primeiro contato que você alcança com nome e email, com esses dados já podemos estabelecer uma conversa personalizada.

Coroa de Flores e tipos de coroas

Coroa de Flores e tipos de coroas

As flores fazem parte da vida dos seres humanos há milênios e elas são usadas em diferentes maneiras e com diversos significados. A coroa de flores é um dos itens mais simbólicos entre as empresas, se caracterizando por ser um arranjo de flores diferentes, com folhas, galhos e em alguns casos até mesmo frutos.

A coroa de flores foi inventada há mais de dois séculos na região Sul da Europa.

As coroas de flores são usadas para diferentes finalidades ao redor do mundo como, por exemplo, decorar o ambiente de celebrações, homenagear pessoas, comemorar o nascimento de Jesus, entre outras. Se é do seu interesse saber mais sobre os arranjos de flores, faça um curso de arranjos florais para se aperfeiçoar.

Acompanha abaixo mais informações e dicas sobre coroa de flores:

Para Quem Podemos Dar as Coroas de Flores:

coroa de flores

Conforme já foi dito, as coroas de flores são adereços muito simbólicos e possuem significados diferentes em várias regiões do mundo, o que faz com que a sua finalidade também seja diversificada. Fora do Brasil, mais especificamente nos países da Europa, as coroas de flores são utilizadas como objeto de decoração, como presente para pessoas que estão celebrando uma data importante ou para comemorar o Natal.

Já, aqui no Brasil, as coroas de flores estão mais relacionadas aos velórios, visto que elas são enviadas para as famílias que perdem entes queridos como um sinal de pesar e condolências. Este modelo de coroa de flor é enviado juntamente com uma mensagem de solidariedade ou saudade.

Tipos de Coroa de Flores:

Para presentear as pessoas certas com as coroas de flores é de fundamental importância conhecer os modelos em que este adereço costuma ser encontrado. Veja a seguir os tipos de coroa de flores:

1- Coroa de Flor Grande e Redonda

coroas-de-flores

A coroa de flor grande e redonda é mais comum para homenagens em velórios. Geralmente, este modelo de coroa é feito com crisântemos, Xena, Gerbera e Palma, além de folhagens verdes. Em alguns casos, as coroas também podem receber galhos secos.

2- Coroa de Flor Com Formatos Diversificados

A coroa de flor com formatos diversificados é mais utilizada para fazer a decoração de ambientes. Por exemplo, existem coroas de flor em formato de coração para festas de casamento e noivado. As flores usadas nesse modelo de coroa também são diversificadas, pois vão desde rosas até hortênsias.

3- Coroa de Flor Natalina

A coroa de flor natalina pode ser feita em diferentes formatos, mas o mais comum é o arredondado. Este modelo de coroa é confeccionado com flores mais chamativas e coloridas como, por exemplo, girassol, margaridas, rosas, pequenos galhos de pinheiro, pinhas, entre outras.

10 dicas para comprar uma casa a um bom preço

imoveis

Comprar um apartamento barato em tempos de crise como o que atualmente mora no mercado imobiliário.

Confira também – Imóveis em Rivieira – Compre agora mesmo o seu imóvel por um ótimo preço

imoveis

1. Certifique-se de que você pode comprar a casa

Parece óbvio, mas não seria a primeira vez que alguém faz uma oferta por uma casa e depois não pode pagar. Portanto, antes de colocar uma oferta em cima da mesa, você deve estar muito certo de que pode pagá-la, o que significa que você tem o dinheiro, que já vendeu sua casa antiga ou que concluiu a hipoteca

2. Será um investimento ou sua casa habitual?

Se a compra for puramente para investimento, eles só terão que pensar em termos de rentabilidade do aluguel (tente alcançar e possível aumento do preço da casa. Além disso, você deve ser agressivo no preço final, sem sentimentalismo. Pelo contrário, se a casa for morar nela por 10 anos ou mais, você pode ser um pouco mais flexível se for a casa dos seus sonhos, embora você deva sempre se perguntar se será capaz de arcar com todas as despesas daquela casa, especialmente se for um grande salto em relação à sua casa anterior

3. Não compre até você ter praticamente vendido sua casa

Até que sua casa seja vendida, você não saberá quanto receberá por isso. Portanto, é melhor não fazer ofertas durante esse período. De fato, alguns agentes imobiliários se recusam a ensinar casas às pessoas nessas circunstâncias. E é que, apesar da queda geral nos preços, ainda há pessoas que não aceitam que sua casa tenha caído de preço, mas estão fazendo ofertas tremendamente descendentes para propriedades que lhes interessam

4. Pese o que deseja da propriedade

O preço é a única coisa que lhe interessa no apartamento? Agora, mais do que nunca, você deve pensar no que lhe interessa em uma casa e escolher. Antes, só era recomendado seguir a regra dos três l (local, local e local), mas agora em uma recessão, falamos dos três pontos (posição, preço e perfeição). As casas que mais caíram não são necessariamente as que têm os melhores preços. Embora sempre haja espaço para negociação, as melhores casas terão perdido menos valor. Portanto, temos que escolher o que queremos (transporte, serviços …)

5. Descubra até onde você pode baixar o preço

A melhor maneira de fazer uma oferta é não fazê-lo. Devemos sugerir que faremos isso, mas daremos algum tempo para deixar o corretor ficar animado. Enquanto isso, descobriremos mais sobre a propriedade e o proprietário da casa que nos interessa. O tempo que você está no mercado, o nível de desespero do vendedor, quantas ofertas você recebeu e quantas rejeitou … você precisa ficar curioso, sem ser rude, para fazer uma oferta ajustada para baixo, que provavelmente será rejeitada, mas e se é realista, pode ser uma pedra de toque para iniciar a negociação

6. Faça sua oferta

É mais provável que você aceite uma oferta se o vendedor já tiver sofrido uma decepção na forma de retirada de compradores interessados ​​ou perto de datas designadas, como o Natal. Também é importante tentar descobrir se o fornecedor está enfrentando datas importantes, como uma mudança de emprego ou precisa se inscrever para uma faculdade ou outro serviço em outro local. Eles também costumam ser mais receptivos se tiverem momentos psicológicos com a casa à venda, por exemplo, um ano.

7. Fique à vontade com o vendedor

Faça uma oferta para o lado negativo, mas esteja preparado para acomodar os prazos do calendário do vendedor, que pode precisar da casa alguns meses antes da entrega. Isso pode proporcionar uma economia significativa, pois economizará um aluguel. Além disso, você deve ser educado e demonstrar sua admiração pelas melhorias que o vendedor fez, mesmo se você disser a ele que precisa incluir na sua oferta um custo de reformas de outras coisas

8. Você deve praticar o gazunder?

No Reino Unido, nenhum contrato é assinado até a redação, portanto algumas pessoas diminuem sua oferta ou barganha no último minuto. Em épocas passadas em que o preço da casa não parava de subir, acontecia o contrário, que os vendedores procuravam o comprador no último momento dizendo que tinham outra oferta mais alta e os expulsaram do contrato se não correspondessem a essa oferta. Aqui estão opiniões para todos os gostos. Enquanto alguns recomendam não fazer isso por ser antiético, outros apontam que a ética nos negócios está no preço e que, se o preço continuar caindo até o contrato, o valor da transação deve ser ajustado

9. Se você pechinchar no último minuto …

Se você decidir retirar sua oferta inicial, certifique-se de ter preparado motivos para justificar essa alteração e dê tempo ao agente para negociar com outras pessoas interessadas na propriedade. Caso contrário, você tem mais do que um cheiro de chantagem e isso pode significar que o vendedor se retira completamente da venda. Esteja preparado para perder propriedades, se for um blefe

10. Esteja pronto para fechar o negócio

Por fim, verifique se realmente deseja seguir em frente e fechar o negócio rapidamente, se houver um entendimento. Tenha tudo à mão e preparado para não atrasar o processo

Dicas para limpar o vidro nublado

vidro_escuro

Há muitas coisas a considerar ao coletar vidro, mas em quase todos os casos, a condição é um fator importante no valor de qualquer peça de vidro. 

A maioria dos colecionadores é purista e, com isso, queremos dizer que o colecionador quer coisas em boas condições, como se tivessem acabado de sair do showroom: sem lascas, rachaduras, rugosidade ou doença. A única exceção a essa regra são as peças extremamente raras.

vidro_escuro

Às vezes, o vidro doente, ou o vidro nublado, como costuma ser chamado, podem ser limpos. Para entender o que está acontecendo com o vidro, é importante entender que tipo de matéria é realmente o vidro. 

Pode parecer uma substância sólida ao toque, mas na verdade é um sólido amorfo, um líquido que foi super-resfriado e agora está em algum lugar entre um sólido e um líquido. Por esse motivo, o líquido pode penetrar no vidro através de micro fraturas, dando à superfície uma aparência turva.

Compre sua Vitrine de Vidro agora mesmo

O que é vidro nublado?

Vidro nublado é um termo da indústria que descreve o vidro que possui depósitos de cálcio, o que causa uma aparência leve e nebulosa nos objetos de vidro. A água que continha flores no vaso ou a lavagem repetida do copo é o culpado. Freqüentemente, a nebulosidade é causada pelo contato consistente com água dura (ou seja, água que contém cálcio, cal ou outros minerais) e essa nebulosidade pode ser difícil de se livrar.

É claro que vasos, jarros e copos devem ser usados, mas uma boa regra é enxaguar bem o item após o uso e secar à mão com um pano de microfibra. Outra boa regra é garantir que o líquido não permaneça no recipiente de vidro por um período prolongado. Pode-se considerar o uso de um vaso de prata para um arranjo floral duradouro.

Se anos de negligência danificaram a aparência visual dos seus artigos de vidro finos, pode haver uma cura. Ao longo dos anos, os colecionadores relataram vários produtos domésticos que encontraram limpos desde as manchas mais leves até as mais pesadas de água dura. Abaixo estão apenas alguns deles.

Dicas para limpar vidro nublado:

  1. Deixe o objeto em vinagre e água durante a noite para afrouxar os depósitos de cálcio, enxágue com água e seque com uma toalha de microfibra.
  2. Às vezes, vaselina ou vaselina podem remover acúmulo leve de cálcio. Deixe descansar por 4-5 dias antes de remover.
  3. Encha com água morna e deixe cair um comprimido de limpeza de dentaduras.
  4. O creme dental com gotas de pérola foi recomendado para manchas leves de cálcio. Passe um pouco do dedo indicador e esfregue levemente. Lave com água.
  5. Dow Banheira e limpador de azulejos. Pulverize, deixe descansar e depois enxágue.

Lembre-se de que são para objetos de vidro mais resistentes e não para peças de arte em vidro com acabamentos decorativos ou que são feitas de cristal fino. Além disso, depois que o vidro fica nublado e limpo, pode ser difícil manter o vidro limpo por muito tempo. 

A microfratura ainda existe no vidro e, portanto, a nebulosidade reaparece com o tempo. Essas dicas podem ajudá-lo a melhorar a aparência imediata do seu vidro turvo e o manuseio cuidadoso pode prolongar a aparência.

Lembre-se de nunca lavar os copos com água fria ou quente. Mudanças extremas de temperatura podem fazer com que o vidro se quebre ou se quebre. Além disso, copos de vidro fino não devem ser colocados na máquina de lavar louça. 

Máquinas de lavar louça podem fazer com que apareçam manchas de água dura, alguns detergentes podem condicionar a superfície e existe a possibilidade de que a vibração da máquina de lavar louça possa quebrar uma peça.

A melhor maneira de limpar o copo é lavar à mão, sempre com água morna, sabão neutro para a louça (líquido) e secar com uma toalha de microfibra. Evite limpar as superfícies com ácido clorídrico como ingrediente. O ácido clorídrico é altamente corrosivo e pode danificar e gravar permanentemente o vidro.

Os 5 principais tênis de basquete indispensáveis em 2020

lebron_16

Deseja trocar seu par de tênis antes do próximo grande jogo? Ou talvez você tenha ganhado muito em caça-níqueis e queira obter um novo item digno de flexibilidade. Preparamos uma lista dos melhores tênis de basquete indispensáveis ​​em 2020!

lebron_16

Ter tênis de basquete de qualidade pode fazer a diferença entre uma vitória e uma perda. Embora possa parecer difícil escolher a princípio, uma vez que existem muitas opções, é fácil encontrar o par perfeito se você souber quais qualidades procurar. O tênis ideal faz você se sentir confortável, ter um bom apoio para os pés, ter tração alta para que você não caia ou escorregue durante o jogo e, é claro, tenha “aquele visual de fogo”.

Levando em consideração as qualidades mencionadas acima, excluindo questões periféricas como exagero ou exclusividade, criamos uma lista dos 5 principais tênis de mudança de jogo que você precisa na quadra se deseja aumentar suas chances de ganhar. Portanto, sem mais delongas, vamos direto ao assunto:

Under Armour UA UA ClutchFit Drive 3

Se você escolher a tecnologia ClutchFit, seus tênis de basquete esticarão e apoiarão seus pés e os permitirão respirar. O contador externo de calcanhar e a haste intermediária garantirão a você toda a estabilidade e o suporte necessários, enquanto o sistema de amarração no estilo de armadilha para urso prende o pé no sapato e oferece um ajuste perfeito.

O travesseiro de Aquiles garante ao usuário mais conforto ao redor da área do calcanhar, que geralmente é afetada durante o jogo. O amortecimento carregado que contém a Micro G Foam gerará energia no impacto e pode potencialmente dar esse pequeno impulso extra necessário para marcar o ponto decisivo. 

Com o ClutchFit Drive 3, você não precisa se preocupar em derrapar ou cair na quadra, porque a sola de borracha oferece a tração ideal e permite que você mova os adversários com facilidade – como caminhar em uma nuvem!

No geral, este par de tênis vale cada centavo. Melhorará sua jogabilidade sem abrir mão de conforto ou estabilidade.

Nike LeBron 17

Vamos descobrir se o par de tênis mais caro (sem exageros) realmente vale os US $ 200. O amortecimento Zoom combinado com a unidade Max Air localizada no calcanhar é simplesmente incrível – oferece muita proteção contra quedas e impactos. 

Afinal, estamos falando de LeBron. O mais recente material superior da Knitposite é macio, grosso e confortável. No entanto, fica quente depois de jogar por um tempo. As opiniões sobre a tração são contraditórias. Alguns dizem que é simplesmente o melhor de todos os tempos, especialmente para borracha translúcida, mas alguns dizem que não foi realmente eficaz, independentemente da qualidade do tribunal.

Em suma, o LeBron 17 é uma escolha sólida, especialmente se você é pesado e deseja sapatos confiáveis ​​e confortáveis. A questão principal é o preço de US $ 200, mas com certeza será recompensado a tempo. Veja como é incrível esse par de chutes!

Não deixe de conferir também o incrível Lebron 16

Tênis de basquete Kyrie 5

A mais nova adição à série Kyrie, os tênis Kyrie 5 são ideais para fazer cruzamentos rápidos e atacar a cesta de maneiras únicas! A mais recente tecnologia de amortecimento Zoom Air Turbo é rígida e aprimorada para a superfície da quadra. 

As desvantagens do Kyrie 5 são a proteção contra impactos e a tração atrasada. Fora isso, esses sapatos são com certeza a melhor escolha para quem tenta dançar como Kyrie Irving.

Air Jordan 34

Para o número 34, a marca Jordan decidiu não se concentrar na implementação de elementos de suas retrospectivas e, em vez disso, entregar um par de sapatos leve e de alto desempenho. 

O padrão de tração na espinha de peixe desses sapatos ajudará você, independentemente da condição e o amortecimento seja menos desajeitado. Isso torna o número 34 a escolha ideal para um passeio bem equilibrado.

Os materiais flexíveis e respiráveis ​​dos quais os Jordans são feitos não são exatamente premium, mas tornam os sapatos muito mais leves em comparação com outros modelos, sem penalizar o equilíbrio e o suporte, devido à placa Eclipse no meio do pé.

Além do alto preço de varejo, o Air Jordan 34 é uma ótima opção e o melhor par disponível desde o lançamento do número 29!

Adidas Crazy Performance Explosive Masculino

Um par de tênis de alto desempenho que fará você se sentir como um verdadeiro jogador da NBA. A parte superior do Primeknit Xeno e a língua de malha aumentam a respirabilidade enquanto ainda são leves, o que permite um melhor fluxo de ar e mantém os pés secos. 

O sistema de cadarço envolve o pé inteiro para aliviar a pressão nos arcos e a peça do calcanhar moldado trava o pé para baixo para garantir que não ocorra escorregamento.

A sola é feita de borracha e oferece tração incrível, que o tornará rápido e eliminará o medo de escorregar.

O Crazy Explosive é um sapato muito bem feito e confere todas as qualidades de um ótimo tênis de basquete, além de ter um preço competitivo.

Estes são os itens obrigatórios que você definitivamente deve dar uma olhada ou experimentar antes de decidir qual par combina melhor com você. Eles proporcionam todo o conforto que você procura, boa aparência e certamente o ajudarão a ter um bom desempenho na quadra de basquete. Quais você vai escolher?

8 dicas para ir à praia com o bebê

praia_no_Brasil

Muitos acreditam que é incompatível escolher a praia como destino de férias quando há um bebê na família. Mas esse não é o caso: isso pode ser feito tomando algumas precauções e cuidando de uma experiência feliz.

Você pode ir com um bebê à praia, mas precisa tomar algumas precauções.

1- Com que idade um bebê pode ir à praia?

Um bebê com menos de seis meses não deve ser exposto ao sol. Se você for à praia ou à piscina, fique dentro de casa, sob um guarda-chuva e, de preferência, vestido com roupas leves feitas de tecidos naturais, como algodão.

2- Com que idade você pode tomar banho?


A partir dos seis meses, você pode levar seu bebê à praia e à piscina e tomar banho sem problemas.

3- Cremes solares Sim ou não?

Em bebês muito jovens, cremes para o sol não são recomendados porque podem causar irritações e alergias. Além disso, quando colocam as mãos na boca, podem ingerir o produto. Ao usar protetor solar, verifique se ele é à prova d’água. Você deve estender meia hora antes de ir para o local ensolarado e renovar após cada banho e / ou a cada 2-3 horas.

Veja também As melhores praias no Brasil

É importante que eles tenham cobertura total! É importante aplicar protetor solar nas orelhas, pescoço, nariz e peito do pé dos pés. Observe a data de validade dos cremes para o sol, pois eles também expiram. Uma vez aberto na embalagem, o produto oxida e o filtro se torna menos eficaz, de modo que, após a data da embalagem, a proteção provavelmente não é tão eficaz.

4- Tomar banho com roupas?

Nos bebês, os filtros físicos (camisetas, chapéus, cachecóis, óculos, guarda-chuvas, toldos etc.) são mais apropriados, assim como qualquer barreira que intervenha efetivamente entre os raios ultravioleta e sua pele delicada. 

Existem muitas marcas no mercado que oferecem roupas de banho de proteção solar. Existem roupas específicas que protegem a pele do bebê que também podem ser usadas durante o banho, pois secam rapidamente. Essas roupas são especialmente úteis em crianças mais velhas que passam muito tempo brincando na água.

5- Os olhos também contam

Tenha em mente que a água e a areia refletem a radiação ultravioleta, por isso é importante proteger a pele e os olhos da criança. Use óculos com lentes aprovadas, com filtros adequados (não é o mesmo que ir para a neve e para a praia) e que eles estejam em conformidade com os regulamentos atuais da União Europeia. A partir dos 18 meses, é fácil encontrar óculos de sol para bebês.

6- Brinquedos de praia

Verifique se todos os produtos aquáticos para crianças que você compra têm o selo que certifica que eles cumpriram as normas de segurança.

7- Segurança também fora da água

Fique de olho nos seus filhos o tempo todo, se eles não souberem nadar e estiverem perto da água.

8- A que horas você deve evitar ir à praia ou piscina com o bebê?

Certifique-se de que a criança não esteja na praia ou na piscina no meio do dia (das 11h às 16h, aproximadamente) e preste atenção não apenas se está na sombra ou não. Além disso, a temperatura deve ser levada em consideração. O mecanismo termorregulador dos bebês (sudorese) ainda não está funcionando adequadamente, de modo que eles podem sofrer insolação sem que percebamos isso. Atualize-o com frequência e tente colocá-lo na sombra.

5 dicas para limpar superfícies de vidro

limpar_superficies_de_vidro

As superfícies de vidro podem ser difíceis de limpar. É difícil saber de que lado estão as faixas e se livrar delas completamente pode ser demorado. Para os proprietários que desejam experimentar, tente estas dicas úteis.

Não deixe de Comprar sua Vitrine de Vidro agora mesmo

limpar_superficies_de_vidro

Os panos certos

Panos de papel ou microfibra limpam efetivamente o vidro. Trapos de madeira especiais também limparão o vidro sem riscos. Fique longe de toalhas de algodão simples. Isso deixará o fiapo para trás, estragando o belo acabamento que você está tentando alcançar. Há verdade na alegação de que os jornais fazem um ótimo trabalho limpando vidro. Jornais antigos farão maravilhas no seu copo, deixando-o brilhante e limpo. Embora seja uma ótima maneira de reciclar papéis velhos, ela deixará tinta em suas mãos.

Produtos químicos

Vários produtos químicos diferentes podem ser usados ​​para limpar o vidro em sua casa. Os produtos químicos em spray da loja são eficazes, rápidos e não requerem nenhuma mistura especial. Se você está tentando economizar dinheiro, pode fazer o seu próprio usando 1 xícara de álcool, 1 xícara de água e apenas uma colher de sopa de vinagre. 

Vinagre e amônia nunca devem ser misturados, mas você pode usar amônia direta para limpar o vidro que está turvo. Você também pode escolher um pouco de água quente com sabão para limpar o copo. Enxágue o copo com água depois para remover o resíduo de sabão e dê um brilho adorável adicionando apenas um pouco de vinagre à água.

Estrias sorrateiras

Elimine as suposições de encontrar estrias, seguindo direções diferentes na frente e atrás do copo. Use movimentos lado a lado na frente, mas concentre-se nos movimentos para cima e para baixo nas costas. Quando o vidro secar, você poderá facilmente determinar onde estão as estrias.

Produtos de limpeza extensíveis

É fácil limpar o interior das janelas, mas esfregar a parte externa é um pouco mais desafiador. Procure ferramentas especiais com alças telescópicas. Com um lavador macio de um lado e um rodo do lado oposto, essas ferramentas são ótimas para limpar as janelas externas. Pulverize a lavadora com sua solução, limpe a janela e remova o limpador com o rodo.

Trabalhe rapidamente

Uma das chaves para obter janelas limpas com ótima aparência é trabalhar rapidamente. A secagem rápida do limpador evitará riscos e permitirá que você continue se movendo. Reúna todos os seus suprimentos antes de começar a trabalhar, para que você possa passar rapidamente de uma parte do processo para a próxima.

Limpar vidros e janelas não é necessariamente difícil, mas pode ser demorado. Também pode ser frustrante quando você lida com janelas e precisa se mover entre o interior e o exterior da sua casa. Você pode fazer a tarefa com as ferramentas e a atitude certas. No entanto, pode valer a pena pagar um serviço de limpeza para manusear o vidro para você. Depois, você pode simplesmente sentar e apreciar a aparência, sem precisar lidar com a frustração e o tempo.

Como treinar seus funcionários para uma futura função de gestão

treinar_seus_funcionarios

É muito comum que, dentro do quadro de funcionários de uma empresa, alguns deles se destaquem dos demais, mostrando uma capacidade acentuada de organização e liderança.

Para que eles possam desenvolver de maneira mais interessante essas características, é preciso que um líder esteja sempre presente, analisando a rotina do profissional e auxiliando no desenvolvimento de potencialidades.

treinar_seus_funcionarios

A equipe de uma indústria alimentícia, assim como a de uma transportadora de encomendas, é composta por pessoas de diversas personalidades e estilos, que exercem a sua função de acordo com a capacidade individual. 

Não à toa, algumas delas demonstram facilidade em lidar com a rotina, além de serem excelentes colegas de trabalho, ajudando outros colaboradores a finalizar atividades da empresa. 

Normalmente, essas pessoas que se destacam dentro de uma equipe são as que apresentam maior identificação com a liderança, e podem se tornar gestores de área com facilidade. 

Para isso ocorrer de modo fluido, é sempre importante contar com o auxílio de um mentor, que além de treinar o colaborador para exercer atividades futuras, também dá feedbacks importantes sobre a atuação do funcionário na empresa. 

Dessa forma, é fundamental que se esteja atento a diferentes situações internas, para compreender cada um dos colaboradores e, assim, identificar os que possuem traços de liderança. 

Quer saber como treinar os seus funcionários para assumirem futuras funções de gestão e administração dentro do seu negócio? Então siga na leitura deste artigo e entenda quais ferramentas podem ajudar nesse projeto

Por que devo treinar os funcionários para assumirem cargos de liderança?

Se uma fábrica de cilindro de gás carbônico quer crescer e alcançar novos patamares para a expansão do negócio, ela precisará ter uma equipe de profissionais devidamente qualificada, para que o processo ocorra do modo ideal. 

Administrar um negócio, seja ele de pequeno porte ou uma grande indústria, exige bastante empenho por parte dos sócios, mas também pelos diretores e administradores dos diversos setores existentes no local. 

Isso, porque para ganhar aumento de produtividade e capacidade de crescimento, é indispensável delegar funções. 

Ao criar departamentos para a sua empresa, o gerenciamento de cada um deles pode ser feito de modo assertivo e muito mais centrado. Com isso, a execução das atividades ganha autonomia e agilidade. 

Para gerenciar essas áreas, a empresa dependerá de profissionais que estejam à altura da função, ou seja, é preciso contar com pessoas que possuam traços de liderança e capacidade de atuar de maneira independente e produtiva. 

Muitas vezes, poder contar com um profissional desses exige muito investimento financeiro, tornando a contratação inviável para o negócio, além do tempo exigido para a adaptação e treinamento do colaborador recém-chegado. 

Mas se você opta por treinar um atual funcionário da sua loja de biquíni de crochê com elástico colorido, por exemplo, é possível conquistar benefícios com essa escolha. Entre eles, é possível citar:

  • Maior facilidade no treinamento;
  • Adaptação rápida do funcionário;
  • Menores custos com alteração de cargo;
  • Desenvolvimento de características necessárias para a empresa;
  • Entre outros fatores.

Ao decidir por treinar um funcionário que já atua no seu estabelecimento, a facilidade do processo de treinamento é notável. Isso porque o colaborador já faz parte da cultura da empresa, e conhece grande parte da rotina. 

Devido a isso, o processo de adaptação é muito mais simples. Apesar de o nível hierárquico ter mudado, as pessoas, os processos e os produtos já são conhecidos, o que permite uma rápida modelagem do funcionário ao seu novo cargo. 

Além disso, alterar a função de um profissional já contratado na sua empresa é menos custoso do que contratar um novo colaborador. 

Por fim, uma clínica de exame toxicológico para empresas, por exemplo, já possui todo o seu processo de funcionamento ativo e, quando um funcionário vai mudar de cargo, ele poderá buscar o desenvolvimento das características necessárias para o local. 

Isso quer dizer que se ele já possui conhecimento da área, ele precisará apenas melhorar o lado motivacional e investir no treinamento de novas habilidades de liderança. 

Justamente por ter uma experiência atual com a empresa, ele pode focar no desenvolvimento das capacidades que o negócio precisa, já que ele está familiarizado com o negócio como um todo. 

Como identificar o funcionário certo para assumir um cargo?

Se uma empresa especializada na confecção de doces personalizados boteco e de outros quitutes para festas quer promover funcionários para garantir a ampliação do negócio, os responsáveis pelo estabelecimento devem ficar atentos. 

Escolher o profissional certo para assumir uma função de gestão não deve ser uma decisão baseada em achismos ou em gostos pessoais. 

É preciso acompanhar de perto a atuação dos seus colaboradores, percebendo assim aqueles que se destacam mais entre os colegas, de maneira natural e proativa. 

Essas observações dizem muito sobre o que esperar do perfil profissional de uma pessoa, já que é possível captar a personalidade e a disposição de um gestor ao acompanhar a sua trajetória no trabalho. 

Ao notar o destaque de um trabalhador dentro do seu estabelecimento, você deve chamá-lo para uma conversa particular e entender o que ele almeja para a sua carreira e o quanto ele está disposto a se empenhar em uma nova posição na empresa.

Depois, para que essa promoção de cargo seja feita de maneira adequada, você deve treinar os funcionários, permitindo assim que eles possam assumir as funções devidamente preparados para atuar com maior segurança.

Como treinar seus funcionários para assumir cargos de gestão

Treinar os funcionários da sua empresa para desempenharem novas funções exige que uma série de etapas sejam percorridas, para que o profissional esteja apto para assumir seu novo papel. 

Nesse sentido, é de grande importância que um estabelecimento especializado na confecção de balão de ar quente invista nesse processo, para que o colaborador chegue na área de gestão que ele vai assumir de maneira capacitada.

Comece pela formação profissional

Se para assumir o novo cargo é preciso passar por uma formação técnica, você deve partir para o treinamento focando na capacitação profissional do colaborador. 

Isso quer dizer que, caso ele precise passar por um curso extra para desenvolver habilidades que serão importantes para a sua rotina na empresa, será necessário investir nessa experiência. 

Do mesmo modo que um chaveiro em Santa Cruz precisa cursar aulas para aprender uma nova modalidade de impressão de chaves, o profissional que vai assumir um cargo precisa aprender funções que ainda não são da sua alçada. 

Por isso, é fundamental que a empresa comece a preparar os seus funcionários que assumirão cargos de gestão a partir da formação técnica e profissional. 

Seja um mentor

É muito comum que, para a transição de cargos, ocorram reuniões de alinhamento, para que todo o conteúdo referente ao novo trabalho seja apresentado ao profissional. 

Porém, mais do que explicar o que deve ser feito, é importante que você caminhe ao lado do colaborador, sendo um mentor que auxilia no entendimento da área e na execução das atividades. 

Aconselhar e ensinar são partes essenciais do trabalho. Dar feedbacks, fazer reuniões pontuais e tirar dúvidas devem ser a prioridade do mentor, que caminha ao lado do profissional para garantir o crescimento dele. 

Por isso, uma mentoria pode ser a melhor forma de introduzir um funcionário no seu novo departamento. 

Promova palestras motivacionais

As palestras motivacionais sempre foram elementos de grande auxílio na formação de profissionais. 

Alguns líderes, assim como a equipe do seu estabelecimento como um todo, devem aproveitar o conteúdo apresentado para crescer profissionalmente e pessoalmente. 

Se você perceber que o seu quadro de colaboradores precisa de um incentivo extra, as palestras motivacionais são ótimos recursos para melhorar a performance de cada um dos seus funcionários. 

Do mesmo modo, os seus novos gestores devem aproveitar essas apresentações para aumentar o engajamento e desenvolver a maneira adequada de atuar em sua nova função. 

Assim, toda a sua equipe cresce, fazendo com que o negócio possa ganhar com maior produtividade e aumento de desempenho. 

Faça reciclagens periódicas

Se você decidiu treinar os funcionários da sua empresa de recarga de extintor, para que eles possam assumir funções de liderança, é sempre válido lembrar que a boa formação não acontece apenas uma vez. 

É preciso acompanhar de perto o decorrer da caminhada profissional que os seus gestores estão tomando, trazendo feedbacks sempre que for necessário. 

Uma maneira importante de garantir que o negócio não fique estagnado é investindo em reciclagens periódicas para a equipe. 

Você deve disponibilizar treinamentos para os funcionários regularmente, assim como organizar reuniões internas, para alinhar todos os colaboradores, mantendo o time unido pelo seu propósito. 

A reciclagem envolve palestras, reuniões, cursos e outros elementos que retomam a importância de manter o foco e de oferecer o melhor de si para o negócio. 

Ao aplicar as dicas abordadas neste artigo, você consegue não apenas treinar os seus funcionários, como garantir o bom desempenho deles por um longo período, trazendo benefícios para o estabelecimento como um todo. 
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como criar uma cultura organizacional sustentável?

cultura_organizacional

Cada vez mais o esforço por conseguir uma empresa alinhada internamente, e forte contra a concorrência, tem se espalhado entre as marcas do mercado. A melhor maneira de conseguir isso é por meio de uma cultura organizacional bem definida.

cultura_organizacional

Também conhecida como cultura corporativa ou empresarial, essa estratégia fundamental tem se disseminado crescentemente no Brasil, independente do tamanho ou estágio de evolução dos empresários que buscam por tais alternativas.

Embora não tenha todos os traços de uma cultura no sentido acadêmico ou sociológico do termo, a cultura organizacional definirá, sem sombra de dúvida, a postura e os valores de muitos funcionários.

Lembrando que se for bem definida, ela também vai determinar ou, ao menos, influenciar no desempenho de todos os tipos de colaboradores, desde os mais operacionais até os mais estratégicos, o que é dizer, da recepcionista até o diretor executivo.

Por isso mesmo é preciso definir bem, e logo no começo, qual é a cultura da marca que pretende se colocar no mercado.

Também assim, essa estratégia ou metodologia vai além dos famosos “Missão, visão e valores”. Justamente porque esses três pilares acabaram se banalizando, e raramente interferem de fato na identidade de uma marca.

Realmente, uma marca não precisa se posicionar apenas diante do mercado e da concorrência, em termos de marketing e publicidade, mas também internamente, em termos de endomarketing e da relação entre cada um dos colaboradores.

Por isso mesmo, nem sempre é fácil definir quais os valores, hábitos e crenças que todos os membros de cada equipe deverão ter e praticar no dia a dia.

O que se sabe hoje é que uma marca não pode vender apenas uma solução, no sentido frio e antigo do termo, mas precisa vender um sonho, um produto ou serviço que leve consigo uma filosofia bem formulada.

Igualmente, para ter funcionários satisfeitos, não basta que ela pague bem ou forneça os benefícios obrigatórios de alimentação e condução. 

É preciso que ela proporcione bem-estar, motivação e até saúde emocional e mental.

Se você quer entender como a cultura pode ajudar uma empresa de qualquer tamanho a amarrar todas essas pontas, e conseguir o engajamento dos funcionários junto com a excelência da solução prestada, siga conosco até o fim da leitura.

Os 04 tipos universais de cultura organizacional

Acima já vimos quais são os traços principais de uma cultura organizacional, bem como as vantagens e benefícios que uma cultura dessas pode trazer a uma marca ou empresa.

Mas, é preciso ter em mente quais são os principais tipos de cultural existentes, lembrando que eles são universais e podem ser encontrados, por exemplo, tanto em uma indústria primária quanto em uma distribuidora de sorvete gourmet.

A classificação tradicional se dá nos seguintes moldes:

  • Cultura de poder;
  • Cultura de papéis;
  • Cultura de tarefas;
  • Cultura de pessoas.

Quando o foco de tudo é o poder o talento individual não consegue se realizar, e mesmo que o faça o reconhecimento pode não vir, pois os líderes concentram tudo em si mesmos e a recompensa depende da simpatia que eles tenham com o funcionário.

Igualmente, quando a preocupação recai sobre os papéis e a nomenclatura de cada um, falta espaço para criatividade e inovação, o que torna a marca engessada. 

Essa verticalização acaba prejudicando o médio e longo prazo da empresa.

Na cultura de tarefas o foco são os resultados, e isso já oxigena bastante as equipes e relação humana. 

Em uma loja de venda de extintor, por exemplo, um bom consultor pode se tornar coordenador, depois gerente, e daí em diante, pois o que importa é o resultado.

Quando o foco é a gestão de pessoas e talentos o foco recai na própria retenção dos melhores e na formação de líderes cada vez mais engajados.

Naturalmente, a cultura de pessoas é o modelo ideal para qualquer marca.

Como identificar os vícios de uma cultura negativa?

O fortalecimento de uma cultura organizacional pode passar pela etapa da identificação de problemas principais que talvez já estejam ocorrendo.

Isso quer dizer que o ideal é que uma empresa defina sua cultura o quanto antes, contudo, ainda é possível corrigir o problema no decorrer da história da empresa.

Certamente, grandes indústrias como as do setor de metalurgia, fabricação de extintor para carros e demais setores de engenharia civil, teriam mais dificuldades para reverter um quadro daquilo que se convencionou chamar “cultura empresarial tóxica”.

Porém, em qualquer caso é possível perceber certos indícios e recomeçar um bom trabalho de liderança e renovação do ambiente. O principal indício é o das fofocas, maledicências e reclamações paralelas.

De fato, todo indicador de falta de comunicação sinaliza um problema grave, pois quando as pessoas deixam de acreditar na liderança e de se expressar, elas desacreditam também no processo e na rotina, comprometendo a qualidade do trabalho diário.

É com isso que costuma vir a desmotivação, bem como os jogos de poder para ver quem conseguirá se manter firme em meio à confusão e às intrigas.

Também é possível que a liderança de personalidades controladoras é que esteja causando o desconforto geral e as queixas paralelas.

Não é preciso dizer que pessoas assim viciam um ambiente e tornam valores fundamentais quase impossíveis, tais como a criatividade e a inovação. 

Em muitos casos o problema pode se estender a ponto de impactar não apenas funcionários, mas também clientes.

Em todo caso, existe um sinal de alerta que ainda pode dar uma chance aos gestores bem intencionados para que eles percebam o problema antes de ele se tornar irreversível.

Trata-se das taxas de turnover da empresa. Se esta lida com um serviço simples e de alta demanda, como serviço de entrega encomenda, não faz sentido que os funcionários entrem e saiam o tempo todo, sem muita consideração ou envolvimento.

Um modo de ter certeza se o problema reside no processo, nas pessoas ou em qualquer outra questão, é redobrando a atenção nas entrevistas de desligamento.

Ali é possível apurar em detalhes o verdadeiro motivo do descontentamento geral.

A importância do foco no material humano

Também existem traços principais que indicam positivamente que uma determinada cultura organizacional está indo bem, e tende a atingir seu êxito.

Toda empresa tem uma missão, que consiste em provar ao mercado que sua proposta de solução (seja a de um produto ou de um serviço) merece a atenção do público. Ou mesmo provar que se trata de algo melhor que a concorrência.

Por exemplo, uma nova marca de biquíni de crochê branco pode querer convencer a clientela de que ela é melhor do que todas as demais marcas de biquínis. Em todo caso, focar diretamente nos resultados nem sempre é a melhor opção.

A verdade é que são as pessoas que farão o resultado ser ou não ser atingido. Por isso, o foco deve recair sobre os membros de cada equipe. Lembrando que líderes mais humanos e de bom caráter irão atrair e reter colaboradores semelhantes a ele.

Por isso mesmo, tal esforço se inicia no próprio processo de seleção e recrutamento. Isso é ainda mais verdadeiro quando a empresa lida com exames toxicológicos e atividades que exigem, por sua própria natureza, um perfil mais íntegro e mais ético.

Também o plano de carreira e os demais fatores de endomarketing sinalizam que a empresa vai em uma direção boa, pois somente esse tipo de estratégia pode atrair o melhor material humano que existe no mercado.

Por isso tais fatores estão tão intimamente ligados a uma boa cultura organizacional.

A solução, a marca e a qualidade de vida geral

O sonho de toda empresa é conseguir manter sua marca sustentável e escalável, ou seja, forte em suas bases, e capaz de crescer de maneira consistente e duradoura.

Nada pode impactar tão diretamente nesse propósito quanto a cultura que os sócios, fundadores e donos em geral imprimem sobre os membros da liderança, e estes, por sua vez, sobre os colaboradores mais operacionais.

Assim é que uma empresa de brindes, chaveiro para carros e lembrancinhas pode começar como um boxe em uma galeria e tornar-se a líder do seu mercado, espalhando unidades por todo o país em que atua.

O benefício disso tudo é que com o engajamento geral da equipe não apenas a qualidade da solução prestada irá melhorar, como o próprio convívio entre as pessoas será cada vez mais harmonioso e coerente.

Da mesma forma, o bom relacionamento impactará também nas próprias finanças, fazendo com que haja menos gasto de recrutamento e menos tempo perdido com questões trabalhistas.

Com a popularização desse formato de trabalho, há empresas que propõe formatos cada vez mais inovadores de qualidade de vida e bem-estar nas horas vagas.

Além dos benefícios comuns, hoje um funcionário pode ter acesso a academias de ginástica, estádios de esporte, acampamentos familiares e até diversões mais radicais como viagem de balão, arvorismo e demais ações de contato com a natureza.

Em todos esses casos, o que vemos é como uma cultura organizacional apoiada na gestão de talentos e na valorização das pessoas também traz resultados incríveis para a qualidade do produto e o fortalecimento da marca.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Sua empresa pode vender mais depois dessas 7 dicas

vender_mais

Ter um aumento de vendas é um dos principais objetivos de qualquer empresa. Afinal de contas, é com um maior número de vendas que se alcança mais reconhecimento e credibilidade no mercado, e consequentemente, o sucesso.

Porém, vender mais é um processo que demanda a integração de todos os departamentos da empresa. Foi-se o tempo em que somente os vendedores eram os responsáveis por isso.

vender_mais

Hoje em dia, compreende-se que, para um fabrica de sorvete ter sucesso, ela precisa muito mais do que apenas vender, ela também necessita oferecer uma boa experiência aos seus clientes, ser organizada, dinâmica, entre muitos outros fatores.

Então, se você quer saber como vender mais, acompanhe as dicas que trouxemos para você no post de hoje.

1 – Saiba quem são os seus clientes

Imagine que você está vendendo uma recarga de extintor de incêndio. É um produto bem específico, não é mesmo?

Agora, pare e pense quem seriam os clientes interessados no item.

Provavelmente, pessoas com estabelecimentos comerciais, bem como condomínios, escolas, entre outros locais que precisam de instrumentos de combate e prevenção contra incêndios.

Além de um produto específico, você também tem clientes específicos.

Daí a importância de saber quem são os interessados na sua recarga, além de conhecer as características da mercadoria, por exemplo, é um reservatório para extintor CO2 6kg, ou algum outro modelo?

Para responder a essas questões, você pode fazer uma pesquisa de público-alvo. Com ela, e possível colher os seguintes dados a respeito dos clientes:

  • Faixa etária;
  • Nível socioeconômico;
  • Preferências e hobbies;
  • Localidade;
  • Estado civil.

A partir dessas informações, você pode direcionar as suas campanhas de marketing, oferecendo produtos e serviços para um perfil segmentado de pessoas, o que aumenta as chances de venda.

Afinal de contas, não dá mais para sair oferecendo tudo para todo mundo. Desse jeito, a sua empresa só acaba gastando mais com publicidade e nem sempre atingindo os reais interessados no seu negócio.

2 – Tenha um bom relacionamento com os clientes

Atrair e conquistar novos clientes é algo extremamente satisfatório. Mas, o que muitas empresas esquecem, é a manutenção de um bom relacionamento com as pessoas que já são habituais consumidores.

A proximidade é a principal responsável pelo reconhecimento do seu negócio no mercado.

Quando você vende um biquíni de crochê com elástico para uma cliente, que fica muito satisfeita com o produto e com o atendimento, ela pode recomendar a sua loja para outras pessoas, além de voltar a fazer compras na empresa.

Ou seja, um bom relacionamento com os consumidores faz com que eles também sejam promotores da sua marca, o que aumenta consideravelmente as vendas.

Até porque, nada melhor que uma boa indicação, de alguém de confiança.

Para manter esse relacionamento com os clientes, você pode investir em estratégias de e-mail marketing, por exemplo, enviando mensagens via correio eletrônico para que a empresa seja sempre lembrada.

Não se esqueça de personalizar o e-mail, afinal, os clientes se sentem muito mais especiais quando chamados pelos nomes e quando suas necessidades específicas são solucionadas.

3 – Crie uma página na internet (site, blog, e-commerce)

Só o Brasil tem mais de 116 milhões de pessoas conectadas à internet. Isso equivale a 65% da população com mais de 10 anos de idade, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD).

Portanto, se você quer aumentar as vendas da sua empresa, não dá pra fugir mais do mundo virtual.

Hoje em dia, é possível encontrar praticamente tudo na internet, o mesmo vale para as empresas.

A grande vantagem é que as estratégias online podem ser aplicadas em empreendimentos de qualquer tamanho, desde uma grande multinacional, até uma transportadora de pequenas cargas.

Para começar, você precisa criar uma página na internet. Ela pode ser um blog, um e-commerce, um site institucional, ou até uma mescla de tudo isso.

Lembre-se que grande parte dos usuários navegam digitalmente com o auxílio de dispositivos móveis. 

Então, para conquistar novos clientes e aumentar as vendas, você também precisa ter uma boa navegabilidade em celulares, smartphones e tablets.

O crescimento da internet tornou-se tão grande que, atualmente, algumas empresas até abandonaram suas lojas físicas e se dedicam somente à venda online.

Quer dizer que, você pode fechar um negócio para voar de balão sem sair de casa, com pagamento todo pela internet e com um comprovante de venda. 

Devido à essas praticidades, estar no ambiente virtual é a garantia de sucesso das empresas.

4 – Esteja presente nas redes sociais

Já que estamos falando de internet, é preciso lembrar da importância das redes sociais.

Do total de pessoas online no Brasil, mais de 67% possui um perfil ativo nas redes, principalmente o Facebook, Instagram e YouTube.

Por isso, vale a pena criar, pelo menos, uma conta nas principais mídias sociais.

A vantagem é que a maioria desses canais são gratuitos. Sendo assim, um chaveiro 24 horas pode ter uma página no Facebook e anunciar seus serviços, sem ter que pagar nada por isso.

Vale ressaltar, também, que a reputação das empresas nas redes sociais influencia a tomada de decisões dos clientes.

Ou seja, se um negócio é bem avaliado nas mídias, há maiores chances do usuário fazer uma compra, enquanto empresas mal avaliadas, perdem muitas vendas.

5 – Apareça entre os primeiros resultados do Google

Vamos fazer um teste: pare tudo o que está fazendo e digite “exames admissionais” no Google. Você irá se deparar com inúmeros resultados e, é provável que tenha a tendência de clicar entre os primeiros resultados.

Esse pensamento também orienta os demais usuários. Portanto, estar bem colocado no Google pode ser um fator que influencia nas vendas da sua empresa.

Uma maneira eficaz de fazer isso e, de quebra, aumentar o tráfego orgânico da sua página na web e colaborar com as vendas, é por meio do SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para os mecanismos de busca.

De maneira geral, o SEO consiste em um conjunto de técnicas capazes de melhorar o rankeamento do seu site no Google. Dessa forma, a sua empresa pode aparecer entre os primeiros resultados de pesquisa.

Para isso, o SEO considera a aplicação de palavras-chave ao longo de um determinado conteúdo, a relevância do material produzido para os usuários, bem como os aspectos relacionados à navegabilidade e a experiência do internauta dentro do site.

A partir disso, os Googlebots (os robôs do Google) passam a avaliar seu conteúdo com boa classificação e, assim, você aparece entre as primeiras pesquisas.

Mas, vale dizer que o SEO precisa ser aplicado com uma certa frequência. Afinal de contas, o Google trabalha com milhões de buscas por dia e, com isso, o algoritmo acaba mudando.

Sendo assim, é preciso ficar atento e não parar de produzir conteúdo.

6 – Tenha uma boa navegabilidade nos dispositivos móveis

Mais de 71 milhões de brasileiros acessam a internet via dispositivos móveis, isto é, por meio dos celulares, tablets e smartphones.

Portanto, não dá para se fazer presente online, sem considerar o uso digital por essas plataformas.

No caso das empresas, elas devem se adaptar ao design mobile friendly, ou seja, que permite a navegação por meio dos dispositivos móveis, já que muitos leads realizam compras diretamente nos celulares.

Lembre-se de que na internet o que mais conta é a experiência do usuário e o mesmo vale para as questões de carregamento em telas menores.

Sendo assim, opte por tamanhos de imagens não muito grandes (mas, sem perder a qualidade), bem como conteúdos que possam ser lidos pelos celulares.

7 – Produza conteúdos em vídeo

Os conteúdos visuais têm ganhado cada vez mais espaço entre as estratégias de marketing digital para aumentar as vendas.

De acordo com estudos na área, as pessoas tendem a reter mais de 65% das informações exibidas em vídeo, enquanto os materiais textuais ou verbais, a retenção é de apenas 10%.

Um estudo realizado pela Indiana University demonstrou que os usuários que seguem instruções audiovisuais são 323% melhores do que aqueles que apenas leem um texto.

Não é à toa que o YouTube tornou-se uma das redes sociais mais acessadas em todo o mundo.

Além do mais, os recursos em audiovisual tendem a criar uma proximidade maior com os usuários, por conta disso, muitas empresas acabam preferindo a produção desse tipo de conteúdo, mas sem deixar de lado os elementos textuais.

Ou seja, é preciso ter equilíbrio. Principalmente, na internet. Ao mesmo tempo em que se produz um artigo a respeito de um produto ou serviço, veja se é possível também investir em algo imagético, como tutoriais ou vídeos institucionais.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.