É mesmo necessário viajar ao exterior para aprender Inglês?

viagem

Viajar ao exterior para aprender Inglês pode ser difícil para muitas pessoas. Afinal, é necessário possuir muito tempo e dinheiro disponíveis, para tirar verdadeiros frutos do intento.

A quem possui estes recursos, a ideia é magnífica. É possível, além de melhorar a compreensão auditiva do Inglês, mergulhar na cultura do país, aprimorando a fluência e treinando o sotaque.

Todavia, se você não pode arcar com essa empresa, esta matéria é especial para você. Nela, conversaremos sobre os benefícios do intercâmbio. Mas não só.

Também debateremos se é realmente imprescindível viajar ao exterior para aprender Inglês. Vamos lá?

Os benefícios de viajar ao exterior para aprender Inglês

Viajar ao exterior para aprender Inglês possui uma série de benefícios. Além da imersão total no uso do idioma, torna-se urgente o treino sob estresse de palavras e expressões.

E, embora estresse seja uma palavra geralmente negativa, isso não ocorre sempre. Muitas vezes, esforçar-se ao extremo ajuda a desenvolver novas habilidades.

Esse é caso, por exemplo, do crossfit. Neste esporte, quanto mais forçoso for o exercício, melhor.

Dessa forma, viajar ao exterior para aprender Inglês compara-se ao crossfit. Você se coloca numa situação em que o Inglês é imprescindível. Com isso, se obriga a usá-lo.

Não há, portanto, espaço para vergonha, timidez ou preguiça. Você precisará ter suas demandas atendidas. E não serão sem que você ponha seu Inglês para fora.

E, claro: não se tratando de um uso formal, escorregões acontecem. Mas será bem mais fácil corrigir-se, já que verá o idioma em uso prático e constante

Se é ou não necessário viajar ao exterior para aprender Inglês

Já vimos, até agora, que viajar ao exterior para aprender Inglês é produtivo. E, de fato, também é importante para melhorar o conhecimento cultural.

No entanto, se não pode viajar ainda, não se preocupe. Mesmo sendo uma ótima experiência, você pode aprender Inglês sem precisar sair do país.

aprender ingles

Bastará que você aplique o mesmo que aplicaria se estivesse em outro país. Afinal, colocar o Inglês de modo sempre presente em sua vida é determinante para o sucesso.

Vejamos, agora, alguns métodos excelentes de se naturalizar com o Inglês. Eles farão toda a diferença, em seus estudos. A fluência será consequência natural.

E lembre-se: estes tempos, de isolamento, oferecem uma oportunidade ímpar de dedicação em tempo quase integral.

Por isso, coloque sua agenda em dia e reserve parte de seu tempo para o Inglês, e considere uma opção de curso online do idioma. Você verá que, mesmo sem viajar ao exterior para aprender Inglês, suas conquistas serão imensas.

Mescle estudos com diversão

Para muitas pessoas, estudar pode ser um tormento. Especialmente se não têm o hábito de fazê-lo por própria conta.

No entanto essa barreira para o crescimento pode ser facilmente superada. Basta transformar a rotina de estudos em algo prazeroso e divertido.

Isso não significa não ter compromisso com a matéria. Pelo contrário. É colocar o que se pretende aprender como parte importante da vida de todos os dias.

Retirar esse caráter de “obrigação” e “peso” dos estudos faz milagres! Basta ver como muita gente aprende Inglês por games e músicas. E pessoas de todas as idades.

Faça a tecnologia jogar no seu time

Praticamente todo mundo, hoje em dia, tem celular e internet. Não é mesmo? Contudo boa parte do tempo que os utilizamos, o fazemos mal.

Redes sociais e joguinhos podem aliviar a barra e ajudar a matar tempo. Porém há que se lembrar que foram feitos para nos distrair, roubando-nos de outras tarefas.

Por isso, deixe de lado as redes e joguinhos e use o celular a seu favor. Aplicativos de estudo e memorização facilitam as tarefas mais árduas do aprender: memorização e gramática.

Mas também há soluções para praticar a audição e mesmo a fala. Genial, não é mesmo?

Até mesmo canais de streaming, como Netflix, servirão. Basta assistir às séries e filmes favoritos no idioma original. E, se está começando, as legendas ajudarão bastante.

Viu como é possível crescer mesmo sem viajar ao exterior para aprender Inglês? Assim, aproveite sua quarentena dando uma guinada em direção ao sucesso. Seus esforços, com toda certeza, serão muito bem recompensados. Agora, aos estudos! E muito sucesso.

Para que serve uma Ouvidoria na empresa?

Para que serve uma Ouvidoria na empresa?

A maioria das empresas possuem um Canal de Atendimento que visa entender e solucionar as dúvidas dos clientes. Esse Cana de Transparência entre a Empresa e o Cliente é chamado de Ouvidoria.

Para trabalhar neste Setor o Colaborador precisará ter pelo menos 2 qualidades essenciais: Um bom preparo, gostar de conversar e entender muito bem sobre qual produto a sua empresa oferece. Tendo todas elas, seguramente será um profissional muito bem tratado dentro da empresa e bastante elogiado, além de deixar os clientes mais seguros.

Todas as manifestações que são enviadas para a Ouvidoria devem ser analisadas de forma bastante criteriosa, através da Interação, identificando os pontos que precisarão ser melhorados e fazendo as devidas correções. Acompanhe um pouco mais sobre o serviço que as Empresas que tem uma Ouvidoria fornecem:

Liberdade para agir com isenção

Ouvidoria

A todo momento chega uma reclamação na Ouvidoria, sendo que o responsável deverá analisar o problema e evitar tira qualquer conclusão precipitada. Sabemos que dentro do Código de Ética do Marketing, os profissionais desse tipo de atendimento têm total liberdade para fazer perguntas aos consumidores, já que os mesmos estão indo atrás do contato.

Por mais graves que possam ser as reclamações de um cliente, que podem acontecer por alguma falha no atendimento, entrega ou defeito em algum serviço, o cliente também deve entender que o atendente da Ouvidoria apenas está li para realizar um intermeio entre ambos, sendo que a sua função não é de tomada de decisão na empresa. É importante frisar isso pois muitos clientes não entendem esse ponto.

É importante que a Ouvidoria tenha neutralidade e portanto saiba passar boas informações e precisas para o seu atendente, o deixando também mais seguro na linha.

As principais atividades da Ouvidoria

As funções de uma Ouvidoria dentro de uma empresa são muito importantes, até por isso é difícil definir apenas alguma, como o simples contato por telefone. É comum até mesmo ver a pergunta de um consumidor como “A Empresa tem um Canal Oficial que atenda como Ouvidoria?”.

A Ouvidoria busca sempre ser parcial, buscando perguntar e desvendar as verdades sobre o caso. O Atendente é treinado e orientado para buscar a raiz do problema, principalmente para evitar com que as situações relatadas voltem a ocorrer novamente. Por conta disso e outros detalhes que a Ouvidoria deve se manter neutra dentro do contato.

Toda empresa séria precisa ter uma Ouvidoria

A Ouvidoria não pode ter uma imagem de luxo para as empresas, mas sim vista como um Canal de Comunicação oficial para solucionar problemas dentro da empresa. As pequenas e médias empresas podem se influenciar de uma Ouvidoria oficial também, visto que essas pensam que este Canal é apenas para as grandes empresas.

O canal de comunicação direta com a Ouvidoria deve vir juntamente com a instalação de uma Ouvidoria 0800, através de um e-mail direto ou até mesmo no chat do site.

Qual a maior diferença entre uma Ouvidoria e um SAC?

Por mais que muitos pensam que Ouvidoria e SAC tem a mesma função, na prática isso não é bem assim. O SAC recebe as informações e tem até 5 dias para completar e processar todas as informações solicitadas nos Canais de atendimento.

Nem todos os segmentos são obrigados a ter um SAC. A Ouvidoria não pode ser confundida com o SAC, sendo que a principal função dela é atuar na defesa dos direitos dos cidadãos, consumidores e usuários de produtos.

Você já teve algum contato relevante solucionou problemas com a Ouvidoria de uma empresa? Deixe aqui o seu comentário e como foi essa experiência.

Mamadeira – Como escolher uma para o seu bebê?

Mamadeira – Como escolher uma para o seu bebê?

Quase todas as mães têm tempo para se separar por alguns períodos de seu bebê. Retorno ao trabalho, obrigações, viagens … É então que começam as questões sobre como passar da amamentação para a introdução da mamadeira na alimentação do bebê. 

A verdade é que nem todas as mamadeiras são adequadas para qualquer bebê e pode ser necessário aplicar o método de tentativa / erro por um tempo para descobrir qual é a melhor mamadeira para nosso filho.

Confira também: Copo de Transição para o seu bebê

Escolhendo uma garrafa

Certamente, se você está lendo isso, já ouviu a experiência de outros pais dizendo que seus bebês preferiam a mamadeira e a versão oposta, que se recusavam a beber o leite da mamadeira. A verdade é que a principal preocupação é controlar a ingestão adequada de leite e para isso a escolha de combinar, no início, amamentação e mamadeira pode ajudar a ter uma boa experiência tanto para a mãe quanto para o bebê. Vamos dar uma olhada nos diferentes tipos de mamadeiras e bicos .

Tipos de mamadeiras

As mamadeiras são projetadas para fornecer leite de várias maneiras, mas nenhuma mamadeira é capaz de fazer exatamente como o bico. O tipo de mamadeira que seu bebê preferirá dependerá muito de suas preferências individuais. Existem três tipos básicos de sistemas de garrafa:

  • Mamadeiras ventiladas que tendem a diminuir a quantidade de ar que se move no estômago do bebê.
  • Biberões que criam vácuo quando o bebé mama.
  • Frascos descartáveis ​​que permitem dosar a quantidade de leite de acordo com a pressão com que é fornecido, pressionando para que saia mais e diminuindo essa pressão para evitar que o leite vaze para o bebê.

Esses tipos de garrafas são fabricados em uma grande variedade de materiais, incluindo vidro, plástico e até aço inoxidável, embora o mais comum seja o uso de garrafas de plástico. Todas as garrafas de plástico que estão no mercado devem estar livres do componente bisfenol A (BPA) conforme exigido pelos regulamentos. No entanto, a entrega do leite não depende apenas do tipo de mamadeira, mas também do bico que é usado com ela.

Tipos de tetinas

Os mamilos afetam o fluxo do leite e a maneira como o bebê usa a língua durante a alimentação. Dependendo dotamanho, forma e colocação do orifício do mamilo, o fluxo de leite pode ser lento, médio ou rápido. Alguns são finos da ponta à base, enquanto outros têm bases mais largas com comprimentos variados. 

De modo geral, um mamilo com uma base grande (para encorajar a alimentação com a boca cheia) e um eixo macio é melhor para um bebê em transição da amamentação. A haste do bocal deve ser longa o suficiente para ser puxada profundamente na boca do bebê, mas curta o suficiente para evitar náuseas. 

A maioria dos mamilos não permite que o bebê regule o fluxo ou o ritmo da alimentação da mesma forma que regulam o seio da mãe.

O ponto principal é que cada bebê é diferente, e a escolha da mamadeira realmente depende das necessidades do bebê. Se o seu bebê nasceu a termo e é saudável, provavelmente você poderá usar a maioria dos produtos disponíveis no mercado. No entanto, alguns bebês são mais seletivos do que outros ou têm necessidades específicas que podem determinar o tipo de mamadeira e bocal de que podem precisar.

Introdução ao uso de garrafa

Além do estilo da mamadeira, o tempo e a técnica são fatores importantes a serem considerados ao introduzir a mamadeira na alimentação do bebê. Idealmente, é melhor esperar para introduzir a mamadeira até que a amamentação esteja bem estabelecida (geralmente em torno de 3-4 semanas). 

Se possível, comece devagar – você pode querer começar oferecendo pequenas quantidades de leite materno em uma mamadeira uma vez por dia ou em dias alternados como um ‘lanche’ entre as mamadas regulares (cerca de 1/2 onça). .). Isso ajudará seu bebê a começar a dar mamadeira e aprender que o leite pode sair de um recipiente diferente do seu peito. Tente não substituir completamente o aleitamento materno pela mamadeira durante este período de treinamento.

Dicas para alimentação com mamadeira:

  • Coloque o bebê em uma posição vertical em seus braços.
  • Incline a mamadeira o suficiente para encher o bico de leite.
  • Faça cócegas nos lábios do bebê com o mamilo e espere que ele abra a boca e olhe (exatamente como fariam no seio).
  • Coloque a ponta do mamilo na boca do bebê e tente inseri-lo ele mesmo.
  • Depois que o bebê inseriu totalmente o mamilo na boca, as gengivas estão localizadas na parte mais larga da base do mamilo.
  • Seus lábios devem aparecer para fora, como um peixe.
  • Os lábios do bebê devem criar uma boa vedação ao redor do mamilo. Não deve haver leite derramado pelos cantos (mas seja paciente, pode levar algum tempo para aprender como vedar a sucção).
  • Observe como o bebê segue o padrão de sucção / deglutição da mesma forma que faz com a mama – geralmente 1 ou 2 sucções por deglutição.
  • Deixe o bebê comer em um ritmo confortável, fazendo pausas quando quiser. Fazer uma pausa de vez em quando enquanto come faz parte de um comportamento alimentar normal e saudável.
  • Tente não alimentar seu bebê em excesso.
  •  Certifique-se de arrotar o bebê. O leite alimentado com mamadeira contém mais ar, o que pode significar mais dor de estômago e gases.

10 dicas para escolher um brinquedo para crianças e bebês

10 dicas para escolher um brinquedo para crianças e bebês

Aniversários, comunhões ou mesmo pequenas comemorações para o início das férias podem acabar resultando na compra de um brinquedo para o mais pequeno. Quando nos deparamos com a compra deste tipo de presentes, perguntamo-nos: que presente dar a ela?

10 dicas  para escolher o presente perfeito para criança ou bebê.

Em primeiro lugar, segurança

Ao escolher um presente, esqueça as lojas que não especificam a segurança exigida na União Europeia. Lembre-se de que as crianças não estão cientes dos riscos que isso pode acarretar, por exemplo, comer um pequeno pedaço que se soltou do brinquedo.

Confira também a Boneca Metoo – Seu Filho vai adorar

Brinquedos adequados à idade:

De acordo com o ponto anterior, não só devem ser aprovados, mas os brinquedos devem ser adaptados à idade da criança. Por um lado, cuidaremos para que o pequeno tenha idade suficiente para brincar com o brinquedo sem riscos para a sua segurança; por outro, faremos com que o brinquedo estimule bem os mais pequenos, sem entediá-los porque é muito simples, ou frustrá-los se for muito complicado.

Os brinquedos são para crianças, não para os pais:

Nunca dê o brinquedo que você tanto amou quando era criança. O fato de estarmos animados não significa que nosso filho vai fazer isso. Pense nos gostos e interesses deles, não nos seus.

Funcionamento do brinquedo:

Verifique se o brinquedo precisa de acessórios, como pilhas, para funcionar. Nesse caso, certifique-se de incluí-los para que a criança possa brincar com ela a partir do momento em que receber o presente.

Cuidado com os videogames:

Eles são um presente magnífico se os escolhermos corretamente. Atualmente, a oferta de videogames educativos desenvolvidos especificamente para crianças é enorme, mas evite escolher, novamente, um videogame não recomendado para sua idade, pois pode conter linguagem imprópria, cenas violentas ou sexuais, além de outros conteúdos não adequados para menores.

Escolha brinquedos de sua série favorita:

Se não sabemos o que dar a ele, uma boa opção é escolher um brinquedo de sua série favorita. Hello Kitty, filmes da Disney, Dora the Explorer ou Peppa Pig são personagens conhecidos dos mais pequenos e uma opção muito boa na hora de escolher um presente. Esses tipos de brinquedos são fáceis de encontrar em qualquer loja de brinquedos.

Para jogar sozinho ou com alguém? 

As crianças precisam aprender a brincar sozinhas e com outras pessoas, então você pode concordar com outros amigos e familiares e oferecer-lhes vários tipos de presentes. 

Lembre-se de que quando ele brinca com outras pessoas, ele deve aprender a fazer isso tanto com você quanto com outras crianças de sua idade.  Esses tipos de jogos  são altamente recomendados para você jogar em grupo ou com seus pais.

Incentive a leitura:

Um livro é um bom presente, desde que a criança o perceba mais como um brinquedo do que como uma tarefa escolar. Nesse caso, apenas faremos com que ele associe a leitura como algo “obrigatório” e não como algo divertido.

Brinquedos para a prática de esportes:

Brinquedos que estimulam os movimentos dos mais pequenos são outra opção altamente recomendada. No verão, aproveite também para praticar este esporte ao ar livre.

Deixe que a criança lhe diga o que quer:

Uma forma de sempre acertar é ouvir os pequenos, que sabem muito bem o que querem. Se você não pode falar diretamente com a criança, pergunte aos pais, que certamente podem orientá-lo.

Afta: como tratar e prevenir o herpes labial?

Afta: como tratar e prevenir o herpes labial?

Mais conhecido pelo nome popular de afta, o herpes labial se manifesta pelo aparecimento de um agrupamento de bolhas dolorosas, mais freqüentemente nos lábios e ao redor deles. 

Excepcionalmente, essas erupções podem ocorrer dentro do nariz, na orelha, no queixo ou mesmo na bochecha. Em média, os sintomas desaparecem em 7 a 10 dias, mas é uma infecção muito contagiosa e, portanto, muito difundida e endêmica em todo o mundo. 

A maioria das infecções por este vírus são adquiridas durante a infância e duram toda a vida devido à reatividade regular do vírus. Estima-se que 67% das pessoas sejam portadoras do vírus herpes em todo o mundo.

Gostaria de dentes lindos e brilhantes? Visite a Dentist Newtown e fale com quem mais entende do assunto.

Antes de considerar o tratamento, é importante diferenciar os 2 tipos de vírus existentes. Herpes labial, uma condição cutânea recorrente devido ao vírus herpes simplex tipo 1, mas também há um vírus herpes simplex tipo 2 que é responsável pela localização genital do herpes e que DEVE exigir um consulta médica. 

Apesar das semelhanças entre as estruturas desses dois vírus, não há proteção cruzada entre esses dois vírus e, portanto, é possível estar infectado com esses dois vírus.

Então, o que pode ser feito para tratá-lo e principalmente evitá-lo?

Como tratar uma afta?

O primeiro passo para aliviar a liberação de um botão de herpes é aplicar um tratamento local.

Tratamento local

Desinfete localmente com um anti-séptico à base de clorexidina para fazer durante a fase vesicular ou crostosa. Não use álcool porque retarda a cicatrização e mantém o herpes, não use eosina que esconde uma possível infecção e que acelera o ressecamento das lesões, mas promove a remoção das crostas e não coça as lesões.

Utilizar um tratamento anti-herpético local  : é indicado no tratamento das fases iniciais: desde o início dos sinais porque este tratamento é eficaz e reduz a duração dos surtos de herpes em cerca de 2 dias, desde que o tratamento seja iniciado dentro de 12 horas após o início da queimação e formigamento.

Este tratamento é geralmente reservado para adultos e adolescentes a partir dos 12 anos e deve ser aplicado em camada fina sobre o botão desinfetado e transbordando ao redor da lesão pelo menos 5 vezes ao dia durante 5 a 10 dias. máximo . É aconselhável descartar a sonda após 10 dias de uso e não aplicar esses produtos quando a afta estiver na fase de crosta .

Penso anti-herpes ou soluções formadoras de filme: a vantagem destes dispositivos é criar um ambiente húmido que promove a cicatrização sem a formação de crostas e isola a lesão, limitando assim a contaminação. No entanto, toda a lesão deve ser totalmente coberta com uma ou mais manchas sobrepostas.

Todos os adesivos são compatíveis com a aplicação de um creme de aciclovir 5 vezes ao dia com a condição de aguardar a penetração completa do creme e seque a espinha com um lenço de papel limpo e seco antes de aplicar o adesivo . Reaplique o adesivo assim que sair até a cura completa.

Tratamento de herpes labial com fitoterapia

Calêndula, Cúrcuma, Alcaçuz e Própolis são produtos naturais amplamente utilizados e eficazes no tratamento de herpes labial. A calêndula em sua forma de tintura-mãe tem propriedades calmantes, anti-sépticas e antiinflamatórias e pode ser usada para aliviar a irritação e coceira.

As pomadas ou cremes à base de alcaçuz são indicados em casos de herpes e a curcumina , uma substância ativa do rizoma da cúrcuma, teria efeitos antivirais nos vírus da gripe, mas também nos vírus do herpes .

Por fim, a Própolis também é conhecida por suas propriedades antivirais, antiinflamatórias, antibacterianas e cicatrizantes. Pode ser usado sistematicamente para prevenir uma queda na imunidade que, então, promoveria o surto herpético

Na forma cutânea, a própolis associada a um derivado da vaselina atua como isolante e protege a lesão de contaminações externas. Este produto promove a cura e reduz a duração dos surtos.

Como as empresas cadastram funcionários no PIS?

Como as empresas cadastram funcionários no PIS?

Você possui uma empresa e está precisando cadastrar seu funcionário no PIS? Então você está no lugar certo! Confira nosso artigo e descubra algumas formas de realizar esse procedimento.

Antes de explicarmos como fazer o cadastramento, entenda um pouco mais sobre esse benefício.

O PIS significa Programa de Interação Social. É um programa criado pelo governo para beneficiar os trabalhadores que trabalham no setor privado.

Para que o funcionário receba seu benefício sem nenhum erro ou atraso, é essencial que a empresa responsável realize o cadastramento no Programa.

Veja a seguir, como realizar o cadastramento do funcionário no PIS.

Empresas PIS

Como cadastrar funcionários no PIS

Como mencionado anteriormente, há algumas formas de cadastrar um funcionário no PIS. Confira os detalhes sobre cada forma a seguir.

Conectividade Social, com Certificado Digital ICP

A primeira forma de cadastramento é através do Conectividade Social, mas com Certificado Digital ICP da empresa.

Caso a sua empresa já esteja a cerca dos regimes tributários de Lucro Presumido ou Lucro Real, basta acessar o Conectividade Social e realizar o cadastramento do funcionário.

Para realizar o procedimento, basta clicar na opção “Cadastro NIS” e logo em seguida, clicar em “Incluir Pessoa Natural”.

Preencha os dados do trabalhador que será cadastrado, conforme solicitado e pronto.

Você não possui o Certificado Digital ICP? Então confira o próximo tópico.

Conectividade Social como usuário externo

A segunda forma de cadastro, também é através do Conectividade Social, porém, dessa vez, como um usuário externo. Entenda melhor a seguir.

As empresas que praticarem o regime tributário “Simples Nacional” não são obrigadas a possuírem o Certificado Digital ICP.

Nesses casos, a empresa precisa pedir uma autorização de Usuário Externo para acessar o Conectividade Social.

Para requerer a autorização, é necessário preencher o formulário FICUS/E – Ficha de Cadastramento de Usuário Externo. Após o preenchimento, o responsável pela empresa, deverá protocolar o formulário em uma agência da Caixa Econômica Federal.

Além do formulário, é importante estar com: Uma cópia de identidade e CPF do usuário que irá acessar o sistema da empresa; Uma cópia de procuração, (apenas quando o cadastramento for realizado por um procurador) e Documentos relativos à constituição da empresa e do representante legal.

A Caixa libera o cadastramento ao usuário no prazo máximo de 5 dias úteis.

Após o prazo, o banco dará uma senha de acesso e o empregador ou procurador fará o mesmo procedimento explicado anteriormente para cadastrar um funcionário.

Conectividade Social através de Lote

A terceira forma de cadastro também é feito através do Conectividade Social, porém em lote. Essa opção é utilizada quando há mais de um funcionário para ser cadastrado.

Para realizar este tipo de procedimento, o responsável pela empresa, deverá criar um arquivo no layout padrão da Caixa.

Após a geração do arquivo, o empresário deverá enviá-lo através do Conectividade Social.

Caso não saiba como enviar o arquivo, confira nosso passo a passo a seguir:

  • Acesse o Conectividade Social;
  • Após o login, clique em “Caixa Postal” e em seguida “Nova mensagem”;
  • Agora é só selecionar o serviço que deseja e enviar o arquivo

Caso a empresa possuir Certificado Digital padrão ICP, a opção “Envio de arquivo cadastro NIS” irá aparecer de forma automática.

Porém, se o empregador possuir apenas certificado digital de Pessoa Física, pelo Conectividade Social, deverá criar uma nova declaração para que a opção “Envio de cadastro NIS” fique disponível.

Diretamente em uma agência da Caixa

A última opção de cadastro é direcionado aos empregadores que possuem Pessoa Física ou que utilizem o CEI (Cadastro Específico do INSS) para realizar os recolhimentos de FGTS e INSS.

Para esses casos, os empregadores deverão preencher o formulário DCN – Documento de Cadastramento do NIS.

Após preenchimento, é só comparecer a uma agência da Caixa Econômica Federal, com o DCN e o comprovante de matrícula no CEI.

Como entrar em contato com a Caixa Econômica Federal

Precisa de informações específicas sobre o cadastramento de um funcionário no NIS/PIS? Basta entrar em contato com o banco através dos números:

  • 3004-1104 (São Paulo);
  • 0800 726 0104 (Demais localidades).

E aí o que achou do nosso artigo sobre como uma empresa pode cadastrar seu funcionário no PIS? Nos ajude a ajudar mais pessoas, compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Entenda os principais benefícios da Jurubeba para a saúde

Entenda os principais benefícios da Jurubeba para a saúde

A jurubeba (Solanum paniculatum), é uma planta medicinal de sabor amargo, comum em quase todo o Brasil.

A infusão do seu caule e da sua raiz em álcool de cana (cachaça) é popularmente utilizada como aperitivo e como digestivo, como a conhecida Jurubeba Leão do Norte.

A medicina popular recomenda o seu chá como tônico cardiovascular, estimulante do apetite, do fígado (colagogo) e do baço, contra problemas da digestão e muito mais.

Há casos de utilizações da Jurubeba em tratamento de afecções da pele, como a acne. É também usada em diversos rituais religiosos.

Vira uma poção de cura utilizada junto a banho de rosa branca.

Com nome divertido e muito utilizado entre as pessoas, a planta jurubeba é uma das mais populares em solo nacional. Podendo ser encontrada em regiões diversas do Brasil e, dependendo da localidade, pode ser conhecida como juribeba, jurupeba, jupeba, jubebe, entre outros nomes.

Neste artigo quero te apresentar os benefícios da jurubeba, suas indicações, benefícios, propriedades, contraindicações e efeitos colaterais. Então continue lendo e fique por dentro destas informações valiosas!

Para que serve  a Jurubeba?

A Jurubeba pode ser utilizada na culinária e para auxiliar no tratamento de doenças como a anemia e doenças do fígado e digestivas. Pode ser comprada em lojas de produtos naturais e em alguns mercados.

Indicações:

  • Tônico cardiovascular,
  • Estimulante do apetite,
  • Contra problemas da digestão,
  • Diurética,
  • Acidez da secreção gástrica,
  • Anorexia,
  • Azia,
  • Bronquite,
  • Cicatrização de mucosa,
  • Cistite,
  • Ingurgitamento do fígado e do baço,
  • Estômago,
  • Gastrite;
  • Úlcera péptica,
  • Hepatite,
  • Hepatopatia crônica,
  • Náusea,
  • Síndrome pós-hepatite, e
  • Tosses.

Benefícios do chá de jurubeba:

Através do uso da jurubeba você conseguirá obter muito benefícios, são eles:

  1. Ressaca: É conhecida no Brasil como um remédio natural para lidar com o excesso da bebedeira.
  2. Fígado: O chá de jurubeba é utilizado para tonificar, fortalecer e equilibrar o fígado após o consumo de alimentos em excesso. Também pode ser usado para auxiliar e amenizar cólicas hepáticas.
  3. Diminuição da pressão sanguínea: Pesquisas realizadas com animais mostraram que a planta é eficiente na redução da pressão sanguínea.
  4. Estômago: Ao ser ingerido antes ou depois das refeições, atua no alívio das dores de estômago.
  5. Auxílio ao tratamento de problemas de saúde sendo eles:
    • Azia,
    • Bronquite,
    • Cistite (inflamação e infecção na bexiga),
    • Úlcera péptica (ferida na parede do estômago ou duodeno),
    • Tosses,
    • Hepatite,
    • Hepatopatia crônica (doença crônica que atinge o fígado),
    • Anemia,
    • Erisipela (infecção na camada superficial da pele caracterizada pelo aparecimento de feridas vermelhas, inflamadas e dolorosas),
    • Gripe,
    • Icterícia,
    • Malária e
    • Náusea.
  6. Efeito laxante: Pode auxiliar as pessoas que sofrem com prisão de ventre e possuem dificuldades para utilizar o banheiro.
  7. Cicatrização: As folhas da jurubeba podem ser aplicadas na pele para contribuir com a cicatrização de feridas e acne.
  8. Digestão: Acredita-se que a jurubeba acelera o processo digestivo e promove o esvaziamento gástrico.
  9. Outras propriedades benéficas: A planta é dotada de ação descongestionante, anti-inflamatória, purificadora do sangue, desobstruidora do fígado e do baço e purificadora do sangue, além de trazer o efeito de combate à febre e tônico cardiovascular.

Tendo ainda diversas propriedades como mostrarei a seguir.

Propriedades da Jurubeba:

  • Anti-inflamatórias;
  • Antidiabéticas;
  • Digestivas;
  • Descongestionantes;
  • Diuréticas;
  • Estimulantes;
  • Febrífugas;
  • Laxantes;
  • Tônicas e
  • Vasculares.

Contraindicações:

Não se recomenda o consumo frequente da jurubeba. Em excesso, tem efeito tóxico com sintomas de náusea, diarreia, vômitos, sintomas neurológicos (edemas) e morte.

Vale sempre a recomendação de falar com seu médico antes de fazer uso de qualquer remédio natural ou fitoterápico, eles podem fazer mal à saúde se misturados com outros medicamentos!

A jurubeba é da família solanaceae, que conta com cerca de 1500 espécies e algumas são tóxicas e venenosas. Por isso, utilize só as que garantidamente são da espécie solanum paniculatum L.

Efeitos Colaterais:

Os efeitos que a Jurubeba pode causar em uma pessoa poderão ocorrer com o uso prolongado da planta. Ela possui alta concentração de alcaloides e esteroides que podem causar em alguns casos diarreias, aumento das enzimas hepáticas, gastrite, náuseas e vômitos.

Seu uso deve ser evitado durante gestações, amamentação e não se deve utilizar por tempo prolongado, pois pode causar intoxicação.

Dicas para uma escrita mais fácil

Colocar sua empresa na internet

Aqui estão 10 dicas para simplificar sua escrita, tiradas de minha experiência como jornalista e editor web. É certo que este estilo de escrita profissional carece de um pouco de originalidade, mas tem duas vantagens: tornará os seus textos mais fáceis de ler e mais rápidos de escrever!

Para escrever mais rápido, você precisa escrever de forma mais simples, e quem saver realizar um curso para escritores. Se você seguir este método básico de escrita, sem tentar fazer frases legais ou construções gramaticais complexas, você perderá menos tempo se perguntando sobre seu estilo. A famosa angústia da página em branco se foi!

Essas dicas de “escrita fácil” são ainda mais verdadeiras na web, onde as pessoas lêem você em uma pequena tela de celular. Eles gastam muito pouco em cada página e precisam entender o conteúdo do seu texto imediatamente.

Abrir_Empresa_nos_EUA

1. Frases curtas, você escreverá

Portanto, não escreva mais de uma ou duas linhas por frase. Se você estiver hesitando entre várias voltas de frase que transmitem a mesma informação, simplesmente conte as palavras e escolha sempre aquela que contiver menos.

Ao encurtar suas frases, seus textos ficarão imediatamente mais rítmicos. Assim que você sentir que está entrando em uma frase muito longa, surge um problema. Identifique as informações que constituem sua frase excessivamente longa e trate-as uma a uma em frases separadas.

Dica : transforme ponto e vírgula em pontos.

2. Um sujeito + verbo + complemento, você se limitará

O esquema sujeito + verbo + complemento ou adjetivo é gramaticalmente mais simples. É imediatamente reconhecível e compreensível pelo leitor à primeira vista.

Portanto, evite voltas gramaticais complexas, subordinados, incisões, parênteses dentro da mesma frase, etc. Evite remover o assunto do verbo. Não há necessidade de multiplicar advérbios ou adjetivos.

3. Uma ideia por frase, você construirá

Uma ideia por frase, um assunto por artigo! Não tente dizer tudo de uma vez em um único texto sobre o mesmo assunto, sob pena de sobrecarregar seu leitor. E para não ter mais ideias para artigos depois …

Acima de tudo, não comece a escrever sem parar para pensar no seu plano. Priorize suas idéias e comece com as mais importantes. Responda às perguntas dos seus leitores na ordem em que eles as farão logicamente. 

4. Seu vocabulário, você simplificará

Você não é um escritor, você é um escritor. Você não escreve para agradar a si mesmo, mas para se fazer entender. Não tente impressionar seus leitores com termos de pesquisa ou habilidade literária. 

Concentre-se em palavras simples, familiares a todos, aquelas que os leitores costumam usar e que os internautas procuram com frequência no Google.

Simplificar seu vocabulário não significa se repetir. Ao escrever um texto para a Web, é do seu interesse variar as formas das frases, dizer a mesma coisa várias vezes com palavras diferentes. Você ajudará o Google a entender melhor o significado do seu texto e responderá a mais perguntas diferentes.

5. O jargão, você vai traduzir

Não se trata de evitar completamente o jargão técnico ou as palavras específicas de uma atividade, mas de ter certeza de “traduzi-las” para o francês cotidiano na primeira ocorrência. 

Lembre-se em particular de explicar todas as siglas, abreviações e palavras em inglês. Novamente, isso não é tomar seus leitores por idiotas, mas contextualizar suas informações para responder a diferentes níveis de conhecimento do assunto.

Não apenas seus leitores vão agradecer, mas os motores de busca identificarão melhor sua página porque você ampliará seu campo semântico. 

6. Negações, você evitará

É proibido proibir! Concordo, nem sempre é fácil (como você pode ver neste artigo que se destina a ser educativo …), mas as expressões negativas devem ser evitadas ao máximo. Uma negação é mais difícil de entender do que uma afirmação.

Prefira frases positivas, mais envolventes e diretas para o leitor. Evite negações duplas que você frequentemente tem que ler duas vezes antes de entender seu significado. Exemplo: não faça o oposto do que estou dizendo …

7. O passivo, você evitará

Melhor escrever “o gato come o rato” do que “o rato é comido pelo gato”. Não só a forma passiva tem mais palavras para ler do que a forma ativa (7 palavras contra 5), ​​mas também é mais complexa de analisar.

Portanto, inverta as frases passivas, transformando o complemento do agente em sujeito. Exemplo: “este produto é usado por cosmonautas”> “Cosmonautas usam este produto”.

8. Adjetivos e advérbios, você evitará

Anos se passaram, a mídia mudou, mas o conselho perdura! Adjetivos, especialmente superlativos, soam falsos se forem muito numerosos ou sistemáticos. Se você escrever que sua empresa fornece serviços “reais”, isso significa que também fornece serviços “falsos”? 

Como multiplicar os benefícios de sua prática de ioga

Como multiplicar os benefícios de sua prática de ioga

Yoga é mais do que exercício, é um estilo de vida. Um sistema integrado desenvolvido no norte da Índia há mais de 5.000 anos, a ioga é capaz de transformar o espírito, a mente, o coração, a vontade e o corpo. 

É aconselhável que a prática do Ioga seja associada a uma vida saudável, se você precisa eliminar alguns quilinhos e não sabe como, conheça o Meretrim. Meratrim é um Blend de extratos com ação comprovada por estudos clínicos na perda de peso, e redução de cintura e quadril. 

Estilos de ioga

Existem muitos estilos de ioga para experimentar no caminho da bem-aventurança. Todos eles usam as mesmas posturas e posições corporais chamadas asanas, mas cada um tem seu próprio ritmo, estrutura e ênfase.

  • Hatha Yoga: Este estilo suave é o tipo mais comum de ioga ensinado no Ocidente. Os alunos praticam uma série de posturas que achatam a pele, músculos e ossos, e também abrem os canais do corpo que melhoram o fluxo de energia.
  • Anusara Yoga: Fundado por John Friend em 1997, o Anusara Yoga se concentra na postura e incentiva os alunos a abrirem seus corações e expressarem seus sentimentos plenamente.
  • Iyengar Yoga: Desenvolvido por B.K.S.Iyengar, este estilo também se concentra na postura correta e inclui adereços para permitir que os alunos realizem posturas estáticas corretamente. A técnica lenta não aumenta a freqüência cardíaca, mas é espiritual e fisicamente desafiadora e é benéfica para pessoas que se recuperam de lesões ou procuram relaxar músculos tensos e doloridos.
  • Hot Yoga, Bikram Yoga ou Hot Energy: Você gosta de suar? Então, esses estilos, assumindo uma sequência específica de poses praticadas em uma sala aquecida (80-100 graus Fahrenheit / 27-38 graus Celsius), são para você.
  • Vinyasa ioga ou movimento: quer aeróbica e variedade? Experimente vinyasa. Os professores usam posturas móveis chamadas saudações ao sol, que aquecem, achatam e fortalecem o corpo inteiro, enquanto aumentam a frequência cardíaca. Freqüentemente, a prática é acompanhada por música, e a conexão entre o movimento e a respiração é enfatizada para aumentar a autoconsciência.
  • Ioga de recuperação ou yin: para relaxar, reduzir o estresse e alongar os músculos tensos, tente ioga de recuperação ou yin. Suportes (tijolos, cobertores e almofadas) fornecem suporte em uma posição passiva por longos períodos de tempo, permitindo que o corpo descanse e rejuvenesça com o mínimo de esforço.

Os benefícios da ioga para a saúde

Todos os estilos de ioga têm muitos benefícios físicos e mentais e alimentam a propensão natural do corpo para a saúde e a cura. As técnicas de relaxamento ajudam a reduzir a dor crônica (dor nas costas, dores de cabeça e artrite), diminuir a pressão arterial, reduzir o estresse e aliviar a insônia. 

A prática regular também pode ajudar a construir força muscular, energia e vitalidade, melhorar o desempenho atlético, prevenir lesões e aumentar a consciência corporal. Os benefícios mentais incluem sensações de relaxamento, concentração e calma, bem como atenção plena e positividade.

Os estilos de exercícios e aeróbicos (ioga quente, energia quente e vinyasa) queimam calorias para facilitar a perda de peso. Os estilos que se concentram na postura prolongada e no alongamento muscular, como o yin, promovem a flexibilidade, diminuem a rigidez e aumentam a mobilidade das articulações, especialmente nos quadris, coluna e pelve.

Suplementos para apoiar a prática de ioga

Visto que a ioga vê o corpo como uma ferramenta para preparar a mente e nutrir a alma, a suplementação e a nutrição adequada são essenciais e fornecem a energia e os nutrientes necessários para a reparação dos tecidos.

  • Multivitaminas : consumir uma dieta saudável e balanceada de alimentos reais não processados ​​e não refinados é uma das melhores maneiras de apoiar seu corpo e sua prática de ioga. No entanto, para atender a todas as necessidades do seu corpo, é necessário um bom multivitamínico diário. Escolha uma fórmula à base de alimentos que seja mais saudável do que os produtos sintéticos.
  • Fórmulas anti-inflamatórias: qualquer forma de exercício, incluindo ioga, pode causar inflamação. Comer alimentos anti-inflamatórios (frutas, vegetais, peixes oleosos e nozes), dormir o suficiente, controlar o estresse e tomar suplementos anti-inflamatórios pode ajudar a combater isso. 
  • Probióticos : sentindo-se inchado ou desequilibrado? A prática regular de ioga ajuda a limpar os intestinos e estimular e normalizar o processo digestivo. Um bom probiótico também pode melhorar a saúde intestinal, o sistema imunológico e o bem-estar geral.
  • B12 : Embora você não precise abrir mão da carne para fazer ioga, as dietas vegetarianas e veganas são muito populares entre os praticantes regulares de ioga. Evitar a carne pode levar a uma deficiência de B12, uma vitamina encontrada apenas em produtos de origem animal e que é crítica para o metabolismo energético. Os baixos níveis desta vitamina também estão frequentemente presentes em pessoas com mais de 50 anos e podem causar fraqueza, fadiga e perda de memória.
  • Coenzima Q10 : como uma vitamina, a coenzima Q10 é produzida pelo corpo e é encontrada em muitos alimentos, incluindo carnes orgânicas, sardinhas e amendoim. Este antioxidante evita danos aos tecidos neutralizando moléculas instáveis ​​chamadas radicais livres e auxilia na utilização de oxigênio e na produção de energia.
  • Óleos essenciais: os óleos essenciais podem apoiar a sua prática de ioga de várias maneiras. Crie uma mentalidade de ioga ao inalar o aroma harmonizador do sândalo, o aroma suave da rosa ou o alecrim que aumenta a clareza.

O perfume de jasmim, laranja doce ou lavanda melhora o humor e ajuda a equilibrar o sistema nervoso. 

Para aliviar a dor muscular, borrife uma mistura de óleos essenciais de alecrim, hortelã – pimenta e canela combinados com óleo de arnica e coco. Uma mistura de árvore do chá e Lavanda, combinada com água e um pouco de vinagre branco, pode ser usada como desinfetante para seu tapete de ioga.

DICAS PARA LIMPAR VIDROS EM GERAL

DICAS PARA LIMPAR VIDROS EM GERAL

Manuseie o vidro com cuidado. A maioria dos danos ocorre durante a limpeza. Certifique-se de tomar todas as precauções de segurança ao limpar os óculos, incluindo o uso de proteção para os olhos e roupas de segurança, se necessário.

Cremalheira são ótimas para serem colocadas em qualquer ambiente.

Os vidros devem ser lavados o mais rápido possível após o uso para evitar aglomeração de resíduos. É importante não deixar os copos sujos secarem. Se a limpeza imediata não for possível, os vidros devem ser mergulhados em água.

Os vidros não devem ser limpos com produtos de limpeza agressivos ou abrasivos, pois podem danificar a superfície do vidro. É recomendável usar um detergente neutro ou um limpador não abrasivo. 

Utensílios rígidos, escovas de arame ou escovas de arame não são recomendados para limpeza, pois podem arranhar ou enfraquecer. 

Os vidros arranhados tendem a quebrar durante o congelamento ou aquecimento. Recomendamos o uso de uma escova de esponja macia e flexível.

Após a lavagem, os vidros devem ser enxaguados com água da torneira para remover qualquer resíduo do agente de limpeza. Após enxaguar com água da torneira, as vidrarias devem ser enxaguadas com água destilada ou desionizada.

Seque o vidro de cabeça para baixo em uma prateleira ou prateleira de pratos. Verifique se os vidros estão lascados, rachados ou riscados no interior e no exterior. Não use óculos se apresentarem sinais visíveis de desgaste.

Limpeza de vidros com produtos químicos comuns de laboratório

Soluções solúveis em água (por exemplo, soluções de cloreto de sódio ou sacarose) – Enxaguar 3 ou 4 vezes com água desmineralizada.

Soluções insolúveis em água (por exemplo em hexano ou clorofórmio) – Enxaguar 2 – 3 vezes com etanol ou acetona e depois enxaguar 3 ou 4 vezes com água desmineralizada. Em algumas situações, o enxágue inicial requer outros solventes.

Ácidos fortes (HCl ou H2SO4 concentrado) – Sob o capô, enxágue bem a vidraria com bastante água sob a torneira. Enxaguar 3 ou 4 vezes com água desmineralizada.

Bases potentes (NaOH ou NH4OH concentrado) – Sob o capô, enxágue bem a vidraria com água da torneira. Enxaguar 3 ou 4 vezes com água desmineralizada.

Ácidos fracos (por exemplo, soluções de ácido acético ou diluições de ácidos fortes como HCl ou H2SO4) – Enxágüe 3-4 vezes com água desionizada.

Bases fracas (por exemplo, NaOH e NH4OH diluídos) – Enxágüe bem em água corrente para remover a base e depois enxágue 3-4 vezes com água desionizada.

Para lavar vidraria usada em química orgânica – Enxágue a vidraria com um solvente adequado. Enxágue os materiais solúveis em água com água desionizada. Use etanol para a matéria solúvel em etanol e depois enxágue com água desionizada.

 Enxágue com outros solventes se necessário, depois com etanol e finalmente com água desionizada. Se a vidraria precisar ser esfregada, esfregue-a com uma escova não abrasiva em água quente com sabão. Enxaguar abundantemente com água da torneira e depois enxaguar com água desmineralizada.

Procedimentos recomendados para limpeza de placas sinterizadas

Antes de usar os filtros de placa sinterizada pela primeira vez, limpe os vidros com ácido clorídrico diluído quente e depois enxágue várias vezes com água destilada.

Lave a vidraria o mais rápido possível após o uso. Ao lavar com água, todas as partes da peça devem ser esfregadas com uma escova macia. Evite a abrasão do vidro. 

Após a limpeza, enxágue abundantemente com água destilada. Os filtros limpos podem ser secos ao ar ou em estufa a seco a uma temperatura não superior a 100 ° C.

Se os poros da placa sinterizada permanecerem obstruídos após a limpeza, pode ser necessário fazer mais limpezas.

O enxágue completo do filtro com água deve ser seguido pelo uso dos solventes mencionados acima.

O ácido fosfórico concentrado a quente e as soluções alcalinas quentes atacam a superfície do vidro e não são adequados como agentes de limpeza. 

Se eles forem filtrados, um aumento no tamanho dos poros das placas sinterizadas e uma diminuição na vida útil da placa sinterizada são inevitáveis.