O que levar em consideração ao contratar um seguro para veículos?

Acidentes de trânsito e falhas comuns em seu veículo podem representar um grande risco ao fazer qualquer viagem. Possuir um veículo também representa grandes responsabilidades; Todo bom motorista está ciente dos riscos a que está sujeito ao dirigir, e da necessidade de contratar um seguro. Mas, o que levar em consideração ao contratar um seguro para veículos? Confiram aqui neste artigo!

A aquisição de uma apólice de seguro para o seu veículo pode parecer uma pequena “despesa desnecessária”, mas, na realidade, a importância de investir em seguro de carro vai muito além das responsabilidades legais às quais os motoristas estão sujeitos, de acordo com o país de origem.

Uma apólice de seguro para veículos é o suporte econômico, jurídico e pessoal que permitirá que você se sinta muito mais calmo e à vontade enquanto desfruta do seu carro. Pois, com o seguro temos acesso a serviços importantes em caso de falha ou acidente, como exmeplo, guincho SP 24 horas.

Itens importantes na contratação do seguro para veículos

Ao contratar um seguro para o nosso veículo, devemos considerar que ele oferece os benefícios descritos abaixo:

1. Verifique se a política do seu carro fornece serviço de reboque

Nem todas as apólices de seguro de veículo têm cobertura que inclui o serviço de reboque. No entanto, antes de comprar sua política, recomendamos que você solicite esse serviço. Lembre-se de que ter um serviço de reboque permitirá que você tenha ajuda caso seu veículo seja danificado no meio da estrada.

2. Verifique se o seu contrato de seguro inclui assistência jurídica

Embora o objetivo de uma apólice de seguro de veículo seja proteger e substituir o ativo tangível, também oferece aconselhamento jurídico de especialistas profissionais em caso de acidentes.

3. Peça um seguro que inclua reparos mecânicos

Preservar os ativos do seu veículo pode ser uma tarefa difícil. No entanto, várias apólices de seguro de veículos também incluem serviços de reparo e peças, ajudando a manter seu auto nas melhores condições.

4. Verifique se o seguro que você está contratando atende aos estatutos legais

Na maioria dos países, possuir uma apólice de seguro para o seu veículo é a principal responsabilidade pela direção. Lembre-se de que, além dos perigos da estrada, não ter toda a documentação correspondente ao momento de uma revisão de segurança pode gerar problemas legais ou a imposição de multas por violação das leis.

5. Solicite um seguro que ofereça assistência médica

Outro dos serviços oferecidos pela proteção de uma apólice de seguro de veículo é a assistência médica total ou parcial em caso de acidente, economizando muito tempo, dinheiro e preocupações.

6. Contrate um seguro que ofereça suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano

Uma apólice de seguro não apenas protege você e seu veículo em caso de emergência, mas também será seu backup caso colidir com outro veículo. Lembre-se de que uma boa apólice também deve cobrir danos a terceiros, impedindo-o de grandes despesas.

7. Se o seu seguro incluir assistência em caso de roubo, melhor!

Nunca estamos totalmente protegidos contra criminosos e, embora a taxa de criminalidade por roubo de veículos não represente um valor significativo para a maioria dos países, ter uma política que o suporte em caso de roubo ou dano ao veículo lhe dará confiança é importante.

Os pacotes de serviços de uma apólice de seguro variam de acordo com a empresa que você contrata. No entanto, lembre-se de pelo menos esses 7 pontos essenciais antes de adquirir qualquer apólice.

Além de cumprir uma lei, uma apólice de seguro de veículo representa um investimento pensando no amanhã, sua segurança e a de outros motoristas.

Cuidados no tratamento de disfunção erétil

Cuidados no tratamento de disfunção erétil

O problema de disfunção erétil atinge muitos homens hoje em dia, que procuram na farmácia mais perto, o famoso Viagra ou outro parecido sem indicação nenhuma médica.

No tratamento da disfunção erétil contra-indicamos o uso indiscriminado dos inibidores da fosfodiesterase–5 como Viagra, Cialis, Levitra, Vivanza e qualquer outro medicamento que venha a ser lançado no futuro.

A grande maioria dos pacientes que usam esses medicamentos, abusa deles e não têm necessidade nenhuma de tomá-los. São pacientes inseguros ou com problemas passíveis de uma solução e que ficam tomando esses medicamentos apenas porque seus médicos não têm coragem de encaminhá-los para um especialista, não têm tempo ou paciência de tratá-los adequadamente, ou acham estão oferecendo o que existe de melhor, apenas porque todo mundo faz a mesma coisa.

Mal sabem eles que procedendo dessa forma, eles criam uma legião imensa de escravos do Viagra, atendendo justamente os interesses dos grandes laboratórios farmacêuticos que “agradecem” esse tipo de prescrição e de conduta.

Prescrevendo remédios

Para prescrever Viagra não precisa ir ao médico. Qualquer pipoqueiro da esquina, qualquer adolescente sabe “prescrever” Viagra.

A questão é saber se esse paciente é um diabético que tem na disfunção erétil a primeira manifestação da sua doença, se este paciente é portador de uma hipertensão arterial que precisa ser avaliada e tratada, se esse paciente é portador de uma síndrome metabólica que exige uma série de revisões dos seus hábitos alimentares e hábitos de vida.

Uma investigação ainda mais complexa, envolve se é um paciente com diminuição de testosterona, se tem um tumor de hipófise, se está iniciando uma neuropatia alcoólica, se é um paciente que se vê obrigado a ter relações sexuais com uma pessoa que ele já não gosta mais e milhares de outra causas.

Somos também contra o rodízio de medicamentos que todos os médicos fazem quando o paciente reclama que determinado medicamento já não está mais fazendo o mesmo efeito de antes.

É muito comum os médicos “enrolarem” os pacientes mandando tomar um, depois outro, depois um terceiro, depois volta para o primeiro e assim sucessivamente, até que o paciente desiste e procura outra forma de tratamento (geralmente também errada e as vezes a forma correta).

Diagnósticos e tratamentos

medico consulta urologista

Contra-indicamos qualquer forma de diagnóstico e tratamento em sexualidade masculina sem a participação efetiva de um psicólogo em alguma fase desse tratamento. Não acreditamos na dicotomia entre causa orgânica ou causa psicológica em disfunção sexual masculina.

Temos certeza de que TODOS os homens que sofrem um ou dois episódios de falha na ereção, seja por falha emocional ou por problema orgânico, ficam  extremamente preocupados com o seu desempenho na próxima vez que forem fazer sexo novamente. Essa preocupação é capaz de gerar uma ansiedade de desempenho que “contamina” a libido, pelo medo de falhar novamente.

Mesmo um paciente idoso, com 80 anos de idade, sabendo das dificuldades da sua situação, vai ficar ansioso ao tentar uma relação, e essa ansiedade, por si só, já pode ser a única causa da sua disfunção erétil, mesmo que ele seja portador de alguma patologia.

Por isso temos plena convicção de que os fatores emocionais que acompanham as disfunções sexuais masculinas, devem ser tratados pelo psicólogo em conjunto com o tratamento médico, (o que chamamos de terapia combinada) de forma a garantir assim a abordagem justa e honesta para o problema desses pacientes.

Para saber mais sobre impotência sexual, visite: https://tratandoimpotencia.pro/

Quando levar a criança ao dermatologista?

Dermatologista florianópolis

Após o nascimento, a pele do bebê sofre um processo de adaptação ao ambiente externo, motivo esse que exige cuidados especiais. Para as crianças, a visita ao dermatologista deve ocorrer apenas em caso de sintomas e/ou suspeita de alguma das doenças abaixo:

Dermatite das fraldas

Trata-se de uma irritação da urina e das fezes, associada a bactérias ou fungos nesta região. O tratamento é baseado na troca constante das fraldas com maior frequência, evitando assim deixar a criança molhada por muito tempo.

Pomadas também se tornam um complemento interessante conforme o quadro. Essa condição desaparece progessivamente com esses cuidados e totalmente, até mesmo sem necessidade de tratamento, quando a criança para de usar fraldas.

Urticária

Alergia de pele comum que provoca vergões no corpo. As causas mais comuns são balas ou alimentos com corantes, odorizantes ou saborizantes, além de condições prévias como infecção viral respiratória, alguns medicamentos e verminoses também podem causar a urticária.

Molusco contagioso e verrugas

Infecção viral relativamente comum que provoca nódulos na pele, sendo comum em crianças, por não terem ainda imunidade suficiente. A pré- disposição alérgica também torna o indivíduo mais propenso a ter esse tipo de problema, neste caso, a recomendação médica é procurar um médico dermatologista para diagnóstico detalhado e tratamento.

Doenças escamosas

Dentre as mais comuns está à dermatite seborreica, sendo principalmente notado no couro cabeludo, rosto e nas dobrinhas, muitas vezes, presente em bebês pequenos.  Em geral, desaparecem com a idade e normalmente causam coceira e desconforto.

Dermatite de contato

Pelo fato de a criança ter a pele mais fina, as substâncias penetram mais facilmente na pele, causando mais alergia. Muito cuidado com talcos perfumados, hidratantes e sabonetes coloridos, remédios para sarna e filtros solares!

Dermatite atópica

Caracterizada por lesões vermelhas, intensamente pruriginosas, constatadas principalmente na face e dobras, em crianças alérgicas, impactadas por asma, bronquite, rinite ou com familiares alérgicos.

A recuperação é gradual ao longo dos anos, sendo necessário acompanhamento constante de um dermatologista por causar grandes incômodos à criança.

Impetigo

A pele da criança tem menos defesa, por isso, quase toda criança pelo menos uma vez na vida teve a “pereba”, que é uma infecção bacteriana da pele e que evolui maravilhosamente bem com antibiótico local e, se necessário, oral.

Pintas e manchas de nascença

É muito comum criancinhas nascerem com uma mancha vermelha na nuca chamada de “Bicada da Cegonha”. Esta lesão pode desaparecer sozinha e não tem significado clínico.

Já as lesões nodulares vermelhas ou hemangiomas devem ser avaliadas para determinação da necessidade de tratamento. Lesões vermelhas planas (manchas vinho do porto) normalmente não desaparecem sozinhas, mas podem ser retiradas totalmente com os modernos aparelhos de laser.

Outro tipo de pinta de nascença é a escura, chamada nevo melanocítico que apesar de, na maioria dos casos não trazer risco, deve ser avaliada por um dermatologista logo que percebida, pois pode se associar a outras doenças ou até mesmo evoluir para outro tipo de lesão mais grave e preocupante.

Dermatologista em Florianópolis

Em Florianópolis, a Dra. Josy Sasaki é especialista em dermatologia, realizando tratamento em todos os públicos!

Endereço da clínica: Rua Santos Dumont, 182 Life Medical Tower . Sala 903 Centro, Florianópolis – SC

E-mail: drajosy.dermatologiaavancada@outlook.com
Telefone: (48) 3307 6636
WhatsApp: (48) 98826-6995

Dicas para viajar para o exterior

viagem_ao_exterior

“Mudar de um lugar para outro, geralmente distante, por qualquer meio de locomoção” é a definição oficial de  viajar  no dicionário RAE. Mas o que viajar significa para você? No sentido amplo da palavra, para cada pessoa, ela pode ter seu próprio significado. Para algumas pessoas, pode ser conhecer o mundo, conhecer outras pessoas, reunir-se com a família, encontrar tesouros perdidos, perder-se na selva ou desestressar após um ano difícil de trabalho.

Qualquer que seja o significado de cada pessoa, o certo é que viajar é uma das principais coisas para a maioria das pessoas. Estamos todos ansiosos para o dia em que vamos pegar a mala (ou mochila) e embarcar no avião, trem ou carro diretamente para um destino desconhecido.

Também é algo inerente à viagem ter que gerenciar todos os preparativos para a viagem: encontrar um meio de transporte, acomodação, fazer uma rota rodoviária, uma seleção dos lugares mais importantes da cidade, onde comer e até que  roupa  vamos vestir . No entanto, é quase impossível não esquecermos nada, existem tantos preparativos! E cada um mais decisivo.

Confira também: Dicas para Viajar Sozinho.

O problema que esquecemos de algo é que isso pode nos levar a não poder sair ou não ter uma viagem tão boa quanto desejávamos. Além disso, quando você estiver no avião, o piloto não parará para você voltar para casa para o carregador do seu telefone. Portanto, o conselho mais universal será que você revise todos os preparativos uma vez e mil vezes e que não lhe falte nada que deva levar consigo.

viagem_ao_exterior

12 regras de ouro para suas viagens ao exterior

Quando a viagem que você faz é destinada a um país estrangeiro, os preparativos aumentam e eles precisam ser muito mais cuidadosos, pois alguns deles são vitais para que você possa viajar para determinados países ou para que, uma vez lá, possa desfrutar sem se preocupar com O que você esqueceu até agora. O assunto da documentação que deve acompanhá-lo é, por exemplo, muito mais complicado quando você viaja para fora da fronteira do seu país. É por isso que oferecemos a você uma série de dicas de viagem  que ajudarão você a tornar sua viagem perfeita.

  1. Verifique a validade da sua documentação: Verifique a data de vencimento do seu documento  de identidade se você estiver viajando para qualquer país da União Europeia ou seu passaporte se estiver viajando para fora da Europa. No momento em que você embarca e percebe (em vez disso, os funcionários da alfândega o notificarão) que seu passaporte ou documento de identidade expirou, a remessa será totalmente cancelada e não haverá nada a fazer. Será inútil tudo o que você pedir aos funcionários do aeroporto, é uma regra imóvel. É por isso que você deve ser cauteloso e verificar isso antes de iniciar qualquer outra coisa.
  2. Fotocopie a documentação : primeiro, você precisará manter sua documentação bem armazenada. Mas, por precaução, é melhor levar uma cópia (além do original) ou várias distribuídas nas diferentes malas que você carrega. Além disso, graças ao  desenvolvimento tecnológico,  você pode digitalizar sua documentação e levá-la com você em seu  smarthpone  ou em sua conta de e-mail. Portanto, seus documentos estarão na nuvem e você não terá problemas para se provar em casos de roubo ou perda.
  3. Vacinação:  recomendamos que você se informe com antecedência sobre as políticas de saúde do país para o qual está viajando, pois, em alguns casos, você não poderá fazê-lo se não tiver as vacinas necessárias. Noutros casos, não é obrigatório, mas é recomendado. Se você é uma pessoa que sofre de diferentes alergias (insetos, pólens ou plantas), é recomendável que, se você estiver viajando para a selva da América Central, onde existem grandes quantidades de mosquitos tropicais, tome as medidas apropriadas em relação à vacinação.
  4. Dinheiro : guarde seu dinheiro com segurança em pequenos compartimentos de seu cinto, roupas ou mochila. Além disso, tente distribuí-lo entre suas bolsas (aquelas que você sempre controlará), pois se sofrer o roubo da carteira ou da bolsa, terá dinheiro em outra. 
  5. Seguro de viagem:  obtenha seguro de viagem quando viajar para o exterior. O seguro cobrirá as despesas médicas e as despesas legais ou de assalto. Existem muitos comparadores onde você pode obter um seguro por um ótimo preço. Detecte suas necessidades e escolha o melhor seguro para cobri-las. Lembre-se de que, no caso de viajar na Europa, se você tiver algum problema médico, poderá usar o Cartão Europeu de Saúde.
  6. Conhecimento da língua e da cultura:  se você for a um país com seus antípodas no que diz respeito à cultura e também tiver uma língua totalmente estrangeira, tente se informar anteriormente sobre a cultura e adquirir algumas noções sobre sua língua. Caso contrário, você pode carregar um dicionário de bolso ou usar um dos  aplicativos móveis  que atuam como dicionário.
  7. Configure seu telefone:  falando no telefone, não se esqueça de ativar o   roaming  para fazer chamadas do exterior. Quanto à taxa de dados, a melhor recomendação é removê-la durante a viagem. A maioria dos bares, estabelecimentos comerciais, hotéis e terminais de trem ou ônibus tem seu próprio Wi-Fi. Obtenha todas as chaves e esqueça de gastar dinheiro extra com a taxa de dados. 
  8. Gerenciar sua bagagem:  lembre-se de levar um telefone, tablet e computador na mala de mão que você vai controlar. E, claro, os carregadores de dispositivos eletrônicos. Também é uma boa idéia colocar uma muda de roupa e os elementos básicos na bagagem de mão, caso a bagagem despachada seja perdida ou demore mais para chegar devido à perda. Imagine que você perde sua mala e nem precisa de roupas íntimas para trocar. Você teria que atirar em direção à primeira loja que atravessar!
  9. Proteja sua bagagem:  com uma fita de segurança ou usando as máquinas de embalagem de bagagem que você encontrará no aeroporto. Lembre-se de também rotular sua bagagem com o seu nome, para que, se perdida, seja mais fácil para as autoridades localizar você e levará menos tempo para isso.
  10. Trajes:  use roupas confortáveis ​​para a viagem, se isso for longo. Use roupas largas com as quais possa se mover e se adaptar ao assento e aos sapatos que você pode tirar. Se for uma viagem muito longa, tente descansar e dormir o máximo que puder, para que as horas de viagem no corpo não sejam muito pesadas. Para fazer isso, lembre-se de trazer um pequeno travesseiro inflável que não ocupa espaço. Embora em voos transatlânticos, as recepcionistas costumam fornecer um travesseiro e um cobertor. Tente conhecer as temperaturas da cidade que você visitará para acomodar suas roupas ao destino e não morra de frio ou calor ao descer do avião.
  11. Integrar:  para conhecer o melhor país possível, você terá que integrar sua cultura. Uma das melhores maneiras de fazer isso é experimentar sua culinária. Você economizará dinheiro e conhecerá a essência do país se comer como um nativo e se afastar de restaurantes para turistas. Junto com a imersão cultural, você deve participar de festas no país em que se encontra, pois é uma das melhores maneiras de saber como são as pessoas e como gostam de celebrar a vida. Você aprenderá muito mais do que se você apenas visitar locais turísticos, onde você encontrará apenas outros turistas como você.
  12. Apptualízate: use todo o potencial do seu celular. Faça a atualização e o download dos aplicativos anteriores necessários para que tudo corra bem. Lembre-se de que existem aplicativos para tudo. Você pode procurar acomodações, ver o clima, conhecer os melhores lugares da cidade ou concordar em pagar as taxas que o conselho da cidade  estabelece estacionando em locais da cidade, simplesmente inserindo o  registro  do seu veículo no aplicativo móvel. A questão da tecnologia de viagens facilita todo o processo e, ao mesmo tempo, é mais difícil permanecer incomunicável, sem dinheiro ou perder qualquer evento em que desejamos participar, porque precisamos gerenciar multas ou papelada Todos os procedimentos ao seu alcance.

Como você pode ver, esses são apenas alguns tópicos simples a serem considerados ao viajar. Existem muitas outras coisas que você certamente precisa controlar, mas, se continuar com a carta, o que dizemos aqui é mais provável que não haja problemas e desfrute como você levantou. Tudo isso se torna mais fácil e mais eficiente com as novas tecnologias, tanto no caso de aplicações quanto no de avanços tecnológicos ao viajar ou identificar. Temos certeza de que sua viagem sairá como você desejar!

Dicas importantes sobre redução de custos

Dicas importantes sobre redução de custos

Uma das coisas mais importantes quando se trata de redução de custos é como colocá-lo em prática em sua empresa. Assim sendo, há uma série de fatores que devem ser levados em conta para que este processo seja bem-sucedido. Saiba mais informações sobre este assunto a seguir, e veja como garantir a saúde financeira de seu empreendimento com eficiência.

Como analisar a redução de custos?

Uma das coisas mais importantes para uma empresa é realizar uma redução de custos que seja adequada. Para isto, é preciso levar alguns fatores em conta:

  • Quais os processos que estão trazendo mais gastos para a empresa;
  • As melhores formas de cortar gastos sem comprometer a qualidade dos serviços;
  • Os pontos onde há desperdício de material, mão de obra e valores em geral;
  • A aplicação de estratégias de otimização logística que podem ajudar.

Depois de levar estes fatores em consideração, o próximo passo e começar a aplicar a redução de custos propriamente dita. Para isto, algumas dicas ajudarão muito.

Aplicando a redução de custos

O corte de gastos indevidos deve ser feito sempre com base no que é melhor para a empresa. Assim sendo, há algumas coisas que podem colaborar para isto como:

  • Redução de despesas com telefonia e internet;
  • Poupança nas contas de luz, água e outros ativos;
  • Implantação de tecnologias que diminuam o uso de papel e outros recursos;
  • Diminuição de produtos que não estão com força e ficam no estoque.

Estes são os aspectos mais importantes para a redução de custos em sua empresa. É preciso ter em mente que em alguns casos, para cortar gastos é preciso fazer investimentos. Trata-se de uma estratégia de economia para o futuro.

Algumas dicas e conselhos finais

Outros aspectos que trazem gastos em sua empresa incluem contratações e demissões, dívidas e tarifas bancárias. Por isto não se esqueça de:

  • Ter uma política de controle de gastos alinhada com o financeiro;
  • Promover ao máximo a automatização e otimização de serviços;
  • Controlar o comportamento dos custos da empresa por meio de relatórios;
  • Garantir que as estratégias de economia sejam adotadas por toda a equipe.

Cuidando destes detalhes, em pouco tempo será possível notar uma grande diferença na economia gerada para sua empresa. Por isto não deixe de aplicar estas dicas e ficar de olho nos resultados. É isto que fará toda a diferença, além de garantir que o seu desempenho não seja afetado ao aplicar estas estratégias.

Como a alimentação influencia a menstruação e saúde

Como a alimentação influencia a menstruação e saúde

A maioria das mulheres experimenta alguma dor menstrual. Por até 15%, ela é grave o suficiente para interferir no trabalho e em outras atividades por um ou mais dias todos os meses. Às vezes a dor diminui após o parto, mas para muitas mulheres continua.

Dieta menstrual-dolorosa

Na década de 1960, tornou-se evidente que as substâncias químicas chamadas prostaglandinas são uma parte central do problema.

Esses produtos químicos são feitos a partir dos vestígios de gordura armazenada nas membranas celulares e promovem a inflamação.

Eles também estão envolvidos em contrações musculares, constrição dos vasos sanguíneos, coagulação do sangue e dor.

Pouco antes do início de um período, as células endometriais que formam o revestimento do útero produzem grandes quantidades de prostaglandinas.

Quando essas células se quebram durante a menstruação sintomas, as prostaglandinas são liberadas.

Eles constringem os vasos sanguíneos no útero e fazem sua camada muscular se contrair, causando cãibras dolorosas.

Algumas das prostaglandinas também entram na corrente sanguínea, causando dor de cabeça, náusea, vômito e diarreia.

Os pesquisadores mediram a quantidade de prostaglandinas produzidas pelas células endometriais e descobriram que ela é maior em mulheres com dor menstrual do que em mulheres que têm pouca ou nenhuma dor.

Isso ajuda a explicar por que os anti-inflamatórios não-esteroides (AINEs) funcionam para a dor menstrual.

– Ibuprofeno (Motrin), naproxeno (Aleve) e outros AINEs reduzem a produção de prostaglandinas.

Os AINEs foram encontrados para diminuir o fluxo menstrual, o que pode reduzir a dor menstrual.

Usando alimentos contra a dor

Pode haver uma abordagem mais fundamental. Em vez de focar nas próprias prostaglandinas, pode ajudar a focar nas “fábricas” celulares que as tornam.

Os contraceptivos orais diminuem a produção de prostaglandinas inibindo o crescimento da camada de células endometriais.

Como resultado, 90% das mulheres que tomam contraceptivos orais experimentam uma redução da dor menstrual. No entanto, mudanças na dieta podem ser capazes de realizar praticamente a mesma coisa.

Alimentos para menstruação

alimentos saudaveis

Em cada ciclo menstrual mensal, a quantidade de estrogênios no corpo de uma mulher aumenta e diminui.

Os estrogênios são hormônios sexuais femininos, uma espécie de fertilizante hormonal que faz as células do corpo crescerem.

Os estrogênios são responsáveis ​​pelo desenvolvimento da mama na puberdade, e a cada mês eles causam o espessamento do útero em antecipação à gravidez.

Uma medida da quantidade de estrógenos na corrente sanguínea de uma mulher quando seu período termina e um novo ciclo começa a constatar que o estrogênio está subindo gradualmente.

Por cerca de duas semanas, ele sobe em direção a um pico e depois cai rapidamente por volta da época da ovulação.

Ele sobe novamente na segunda metade do mês e depois cai pouco antes do próximo período.

O útero perde o seu revestimento em um fluxo menstrual, acompanhado por dor cólica.

Como os alimentos mudam os hormônios

A quantidade de estrogênio no sangue de uma mulher está sendo constantemente reajustada.

Uma dieta pobre em gordura e rica em fibras pode reduzir significativamente os níveis de estrogênio. Se você tiver dificuldade em montar sua dieta, compre um curso de marmita fitness. Você pode ver melhor um abaixo:

Pesquisadores de câncer têm demonstrado grande interesse nesse fenômeno, pois reduzir o nível de estrogênio no sangue ajuda a reduzir o risco de câncer de mama.

Menos estrogênio significa menos estímulo para o crescimento de células cancerígenas.

Se uma mulher que come uma dieta ocidental reduzir sua ingestão de gordura pela metade, seu nível de estrogênio será cerca de 20% menor.

Se a quantidade de gordura for cortada ainda mais, o nível de estrogênio cairá ainda mais, o que é uma boa mudança porque um nível menor de hormônio terá menos efeito sobre as células uterinas.

Além de diminuir o estrogênio, uma dieta com baixo teor de gordura também pode ser benéfica porque vegetais ricos em fibras, como feijões, frutas e grãos integrais, ajudam o corpo a eliminar os estrogênios.

O estrogênio é normalmente retirado da corrente sanguínea pelo fígado, que o envia através de um pequeno tubo, chamado ducto biliar, para o trato intestinal.

Lá, a fibra a absorve como uma esponja e a transporta com outros resíduos.

Quanto mais fibra houver na dieta, melhor será o “sistema natural de eliminação de estrogênio”.

Produtos de origem animal não contêm fibra. Quando a dieta de um indivíduo consiste predominantemente de produtos de origem animal, como frango, peixe ou iogurte, as necessidades diárias de fibras podem não ser atendidas.

O resultado pode ser desastroso. Os estrogênios residuais, que devem se ligar à fibra e deixar o corpo, retornam à corrente sanguínea. Este hormônio “reciclagem” aumenta a quantidade de estrogênio no sangue.

No entanto, a reabsorção de estrogênios pode ser bloqueada com a fibra encontrada em grãos, vegetais, feijões e outros alimentos vegetais.

Assim, evitando produtos de origem animal e óleos adicionados, a produção de estrogênio é reduzida. E ao substituir o frango, o leite desnatado e outros alimentos não fibrosos por grãos, feijões e vegetais, a eliminação de estrogênio é aumentada.

Em um estudo publicado em Obstetrics & Gynecology, em fevereiro de 2000, uma dieta vegana de baixo teor de gordura reduziu significativamente a dor e a TPM em muitas mulheres.

A mudança de dieta foi projetada para fazer duas coisas. Primeiro, eliminou todas as gorduras animais e quase todos os óleos vegetais.

Em segundo lugar, sua ênfase em alimentos à base de plantas significa que havia mais fibras na dieta.

Colocando Alimentos para Trabalhar

A chave para o sucesso é seguir a dieta estritamente, de modo que os efeitos benéficos que ela tem são evidentes após um ciclo ou dois.

Tenha bastante:

  • Grãos integrais: arroz integral, pão integral, aveia, etc.
  • Legumes: brócolis, espinafre, cenoura, batata-doce, acelga, couve de Bruxelas, etc.
  • Legumes: feijão, ervilha, lentilha
  • Frutas

Evite completamente:

  • Produtos de origem animal: peixes, aves, carnes, ovos e laticínios
  • Óleos vegetais adicionados: molhos para salada, margarina e todos os óleos culinários
  • Alimentos gordurosos: rosquinhas, batatas fritas, batatas fritas, manteiga de amendoim, etc.

Isso soa como uma mudança significativa, e é. No entanto, enquanto todos se sentem um pouco no mar nos primeiros dias, praticamente todos fazem a mudança em cerca de duas semanas.

Aqueles que têm o melhor tempo são aqueles que experimentam novos alimentos e novos produtos alimentícios e que contam com o apoio de seus amigos ou parceiros em casa.

À medida que os benefícios surgem – redução de cólicas menstruais, perda de peso e aumento de energia – a maioria das mulheres acha que a mudança na dieta é tão recompensadora que eles gostariam de ter tentado antes.

É importante evitar produtos animais e alimentos oleosos completamente. Mesmo quantidades aparentemente modestas delas durante o mês podem causar mais sintomas no final do mês.

Certifique-se de escolher os alimentos em um estado tão natural quanto possível, arroz integral em vez de arroz branco e pão integral em vez de pão branco, a fim de preservar sua fibra.

Dê a essa experiência uma tentativa cuidadosa de apenas um ou dois ciclos e veja o que ela pode fazer. O poder dos alimentos será demonstrado de uma maneira muito diferente.

Como Posicionar seu Site Localmente

Criação de sites SP

Vamos começar afirmando que o posicionamento de SEO é cada vez mais importante para qualquer empresa, pesquisar no Google é a principal fonte de informações para qualquer usuário, especialmente quando se trata de pesquisas locais e comerciais.

Você precisa saber o endereço da agência postal mais próxima? Saber o número de telefone do restaurante da moda na sua cidade para reservar? As pesquisas locais no Google representam mais de 20% das pesquisas diárias e, se você possui uma empresa cujo mercado é local, preste atenção a esse tipo de SEO local e subir seu site na SERP.

Como o Google Local funciona?

Se você estiver em São Paulo SP, poderá fazer uma pesquisa como a seguir: “Criação de sites SP“.

E os resultados que sairão serão os que têm a ver com essa pesquisa, mesmo se você estiver em São Paulo ou no Rio de Janeiro, poderá encontrar agências de web em SP.

No entanto, as pesquisas locais funcionam sem ter que colocar o nome da cidade ao lado, porque o Google detecta sua localização e, se você simplesmente pesquisar “Agência de Web Design” sem especificar a cidade, o mecanismo de pesquisa retornará o seguinte resultado:

A primeira coisa que aparece é a publicidade do adwords, mas depois são as agências de web localizadas no mapa, o link para o site (se houver) e os links orgânicos.

Otimização Web para SEO local

  • Deixe as coisas claras: escreva um conteúdo que explica o que você faz no topo do site de forma breve. Em muitas ocasiões, encontro um site com um único slide e sem texto e sem muitas informações claras.
  • Referência local: referências sobre informações de contato (telefone, endereço, CEP), um script do Google Maps.
  • Não faça spam das palavras-chave: o que significa que você não repete continuamente o nome da cidade onde está, pois não fica natural. Você deve colocar sua cidade, mas não fique muito obcecado com isso.
  • Hierarquize o conteúdo com h1, h2, h3: O h1 deve ser aquele que resume o conteúdo principal e deve conter o nome da cidade, esse é muito importante.
  • Metadados: inclua sua empresa e cidade no título meta e na meta descrição.
  • Descrição ALT nas imagens: faça referências locais e adicione o nome da sua cidade em alguns ALT.
  • Otimizar URLs para SEO local: você pode escrever um conteúdo de referência sobre sua cidade e colocá-lo no URL.
  • Adaptado a celulares: não se esqueça de adaptar seu site a celulares e destacar o que é importante em uma pesquisa local: detalhes do contato.
  • Microdados do Google para SEO local: a joia da coroa, use microdados para destacar os aspectos locais da sua empresa. Aqui você tem um bom número de microdados locais em Schema.org.

Estratégia de conteúdo local: Cauda Longa.

Não fique obcecado apenas com pesquisas genéricas com poucas palavras-chave como “restaurante em são paulo”, também esteja interessado em alcançar mais palavras-chave que explicam melhor o que você faz como por exemplo:  “restaurante de comida japonesa em SP”.

Ter um blog em seu site: atualizar o conteúdo pelo menos 2 ou 3 vezes por mês ajuda a pensar em pesquisas mais específicas de cauda longa e criar conteúdo que agregue valor. No caso de um restaurante em São Paulo, você pode colocar coisas como:

“Coisas para fazer em São Paulo para um fim de semana”

“O que comer em São Paulo”,…

Espero que estas dicas te ajude a posicionar o seu site localmente com mais facilidade.


COMO ESCOLHER O MELHOR AQUECEDOR A GÁS

aquecedor_a_gas

Os aquecedores a gás são a solução mais econômica para aquecer a água em nossa casa, desde que já exista uma instalação anterior. 
Se não tivermos instalação, podemos considerar o uso de uma garrafa térmica elétrica.

Confira também: Tudo a Respeito do Boiler Elétrico Cumulus.

aquecedor_a_gas

Para tomar a decisão de qual aquecedor é o mais adequado para nossa casa, precisamos revisar vários pontos:

1.- Que instalação anterior temos .
2.- Quantos moramos em casa e que necessidade de água quente simultânea temos .
3.- Onde vamos colocá-lo?
4.- Que eficiência queremos que tenha.

Vamos cortar cada um dos pontos um pouco.

1.- Instalação anterior 

No mercado, encontraremos aquecedores de butano / propano e gás natural. Isso dependerá da instalação que tivermos.
Não devemos usar outro combustível que não o especificado no dispositivo.

O gás natural é mais barato, mas menos eficiente; portanto, para produzir o mesmo calor, o dispositivo precisará de mais combustível do que se fosse butano. Então, no final, o preço é equilibrado.

Se não houver instalação anterior, seria melhor avaliar a instalação de uma garrafa térmica elétrica .

2.- Qual é a nossa necessidade de água quente.

Que necessidade de água quente simultânea temos em casa ou em nossos negócios?
Essa é a primeira pergunta que você deve se perguntar.

Os aquecedores produzem entre 5 e 20 litros / minuto e, para escolher entre eles, é necessário levar em consideração três fatores:
– Pontos de água quente : chuveiros, pias, pia.
– Fluxo das torneiras (9 litros / min)
– Distância do aquecedor às torneiras . Para consumir o mínimo, essa distância deve ser o mínimo possível. 

3.- Onde vamos colocar o aquecedor.

Gases nocivos  à saúde são produzidos durante a combustão  . Para evitar problemas, é importante colocar o aquecedor em uma sala espaçosa e bem ventilada, e que a saída de gás esteja em conformidade com os regulamentos atuais. 
O tipo de disparo das saídas será diferente dependendo de onde colocamos

– Sala ampla, bem ventilada e com saída de gás, cumprindo rigorosamente a legislação. Neste caso, podemos usar o tiro natural / atmosférico. Lembre-se de que é proibida a instalação em banheiros e quartos, e mesmo em algumas comunidades.

– Se os tubos da saída de gás não cumprirem os regulamentos, usaremos o tirante forçado . Tem um ventilador que ajuda a expulsar os gases. Requer conexão elétrica

– No caso de salas pequenas ou com pouca ventilação, onde é necessário retirar o ar externo, é aconselhável ter um circuito estanque . Nesse caso, a saída possui 2 tubos, um para a entrada de ar e outro para a saída de gás. Os aquecedores para esse tipo de combustão de saída em uma lâmpada à prova d’água são os mais seguros.

Mas, além dos gases, é preciso levar em consideração o tamanho do aquecedor, assim surgiram modelos estreitos no mercado , que nos permitem colocá-los em qualquer buraco.

4.- Eficiência ou extras que queremos que você tenha.

Se queremos uma garrafa térmica eficiente, devemos verificar se é um aquecedor termostático que regula a temperatura da água quente. O que obtemos é que a água sai em vez de a 65º e depois a misturamos com a água fria, na temperatura de uso 25 – 35º e, portanto, isso significa economia de energia e água, porque a água já estará na temperatura desejada.

Outra funcionalidade que pode nos interessar é a microacumulação . Nesse caso, o aquecedor possui um pequeno tanque de 3-5 litros de água quente, como se fosse uma mini garrafa térmica. Então, quando abrimos a torneira, temos água quente imediatamente. O conforto é maior, mas consome eletricidade.

tipo de ignição é outro fator que podemos escolher.
– ignição manual . Eles exigem que lembremos de ligar e desligar o aquecedor
– O tipo mais básico de ignição é o da partida , que já tende a desaparecer.
– piezoelétrico , torrent ou trem de faíscas. Pressionar um botão produz faíscas que acendem o aquecedor. A única coisa que você salva é a partida.

– ignição automática . Eles são os mais confortáveis ​​e também mais eficientes, porque o aquecedor não está ligado o tempo todo. Somente quando abrimos a torneira e fechamos quando não há demanda por água quente. 
– Automático ou eletrônico . Eles trabalham com baterias / eletricidade.
– Automático por hidrogenador . É impulsionado pela força da água que aciona um dínamo que liga o aquecedor. Não precisa de pilhas ou eletricidade. 

O que você come e bebe pode influenciar na libido

O que você come e bebe pode influenciar na libido

Gavin finalmente falou com seu médico sobre seus problemas de ereção. Ele estava lutando por um tempo, mas ele estava muito envergonhado para dizer qualquer coisa. Então sua esposa Lila mostrou-lhe um artigo sobre a disfunção erétil (DE) e libido, e como era comum, especialmente para homens mais velhos. Ela foi com ele para a sua consulta e, com o seu apoio, ele tinha uma nova receita para um inibidor da fosfodiesterase tipo 5, algo que seu médico chamou de PDE5i.

Até agora, estava indo muito bem. Ele tomou a pílula quando ele e Lila estavam começando a sentir amor, e em cerca de meia hora, ele estava pronto para ir. Claro, eles não poderiam ser tão espontâneos quanto costumavam ser, mas esse era um pequeno preço a pagar por um melhor relacionamento sexual. Lila disse que também estava gostando da intimidade deles.

Houve apenas um problema. Houve momentos em que o medicamento não funcionou tão bem. Na semana passada, eles fizeram o primeiro churrasco da temporada. Lila fez cheeseburgers incríveis e Gavin tinha dois. Mais tarde, depois de um mergulho na piscina, eles foram para o quarto, mas ele não conseguiu uma ereção. Lila disse para não se preocupar com isso, mas ele odiava decepcioná-la.

Alguma coisa mudou com os remédios? Não necessariamente. Às vezes, alimentos e bebidas afetam o modo como os remédios da DE funcionam.

QUAIS SÃO OS INIBIDORES DA PDE5?

Os inibidores da PDE5 são uma classe de medicamentos concebidos para tratar a DE. Eles trabalham aumentando o fluxo sanguíneo no pênis quando um homem é sexualmente estimulado. Bom fluxo sanguíneo é essencial para uma ereção firme.

Quatro dos inibidores da PDE5 mais comumente prescritos são o Viagra (sildenafil), o avanafil (Stendra), o tadalafil (Cialis) e o vardenafil (Levitra). Viagra está agora disponível em forma genérica também.

Os homens que tomam inibidores da PDE5 ainda precisam ser sexualmente estimulados para que ocorra uma ereção.

Como os alimentos podem interagir com os inibidores da PDE5?

Os alimentos podem limitar a eficácia dos inibidores da PDE5 de duas maneiras.

Primeiro, o tipo de comida pode atrasar a ereção. Alguns homens acham que seus remédios demoram mais para o trabalho depois de terem ingerido alimentos gordurosos, como os dois cheeseburgers de Gavin mencionados acima.

Em segundo lugar, os remédios para disfunção erétil, como o Viagra e o Levitra, funcionam melhor com o estômago vazio. Se um homem os toma com comida, o estômago precisa fazer o dever duplo: digerir a refeição e processar a pílula.

Os homens podem considerar tomar a pílula e aproveitar a atividade sexual antes de comer. Mas todos os homens são diferentes, então pode ser preciso uma tentativa e erro para descobrir o que você pode comer – e quanto – nessa época.

E QUANTO AO ÁLCOOL?

Muitos homens têm dificuldade em ter ereções depois de consumir álcool, especialmente em quantidades excessivas. Algumas pessoas até o chamam de “queda de cerveja”. O álcool pode desidratá-lo, o que interfere no fluxo sanguíneo para o pênis.

O efeito pode ser semelhante para homens que tomam medicamentos para a disfunção erétil ou ejaculação precoce. Embora os inibidores da PDE5 sejam usados ​​para ajudar no fluxo sanguíneo, o uso de álcool pode funcionar contra o processo.

Se você descobrir que tem problemas com ereções depois do álcool, mesmo quando estiver tomando um remédio para disfunção erétil, talvez queira reconsiderar sua ingestão de álcool.

QUANDO DEVO PROCURAR AJUDA?

Se os seus medicamentos de emergência não estão funcionando tão bem quanto você pensou que eles iriam – e você está tomando exatamente como prescrito – ligue para o seu médico. Pode ser necessário trocar medicamentos ou ajustar a dose.

Além disso, lembre-se de que nem todos os homens respondem aos medicamentos para DE. Felizmente, existem outras opções de tratamento de disfunção erétil como o gel macho man no tratando impotencia, portanto, não perca a esperança. Paciência é fundamental; Eventualmente, você encontrará a solução que funciona melhor para você e seu parceiro.

Dicas simples para melhorar a saúde do relacionamento

Dicas simples para melhorar a saúde do relacionamento

É normal que, depois de um tempo juntos, o relacionamento não pareça mais o mesmo. Brigas, desentendimentos, orgulho, mágoas, todas essas coisas podem contribuir para que a relação se torne menos prazerosa.

Não deixe o relacionamento cair na rotina

O comodismo e a rotina podem acabar com qualquer casal. Deixar o relacionamento no piloto automático tira toda a graça e o prazer de estar em um relacionamento, para começo de conversa.

A solução: é preciso estar sempre investindo no relacionamento. Buscando coisas novas para fazerem juntos, tentando conquistar e reconquistar o parceiro diariamente, surpreendendo-o. Relacionamento é algo que precisa ser alimentado para que não acabe. Caso necessário utilize um estimulante para casal https://www.artesdecura.com.br/estimulante-sexual-feminino/

Ele funciona da seguinte maneira:

Converse sobre as pequenas coisas que incomodam

Evite guardar a sua opinião com relação às atitudes que lhe incomodam em seu parceiro. Coisas pequenas do dia a dia podem mais tarde ser o estopim para grandes desentendimentos.

A solução: se, por exemplo, você se incomoda com uma coisa simples como a toalha molhada sobre a cama, converse com ele a primeira vez que isso acontecer e exponha os seus motivos, sem deixar de ouvir os dele.

Não fique guardando mágoas

Evite ressentimentos em relação a seu parceiro quando vocês se desentenderem. Pode ser que seu parceiro tenha feito ou dito algo que tenha lhe magoado, mas se você não perdoar completamente, esta mágoa pode interferir mais tarde no relacionamento.

A solução: conversem sobre isso e procurem uma solução que agrade a ambos. Tente falar sem confrontar ou parecer acusatório, e sim de um jeito que expresse como você se sente. De repente você pode descobrir que a intenção não era lhe ofender.

Não deixe o ciúme estragar o relacionamento

Por mais difícil que possa parecer, procure controlar o excesso de ciúmes ou a desconfiança. Um ciúme leve e ponderado pode ser sadio para a relação, mas quando existe a necessidade de controlar o seu parceiro, ele se transforma em brigas que deixam ambos infelizes.

A solução: é importante que você reconheça que a raiz desse problema é a sua insegurança e, assim, procure evitar brigas desnecessárias.

Não idealize o seu parceiro

Evite colocar excessivas expectativas no parceiro. Frequentemente, no início da relação, as pessoas esperam que os seus parceiros os coloquem como prioridade, que as surpreendam, as suportem, sejam sempre sorridentes e etc. Sem perceber, criam-se expectativas muito altas e se esquece de que ninguém é perfeito. Expectativas muito altas levam a desapontamento e frustração.

A solução: tente controlar a ansiedade e aceitar seu parceiro como ele é, sem esperar que ele , deixar nossos parceiros serem eles mesmos, e aceitá-los e amá-los por isso. Se precisar de uma ajuda extra, veja em https://www.artesdecura.com.br/como-fazer-uma-mulher-gozar-rapido/

Passe um tempo a sós com seu amor

Evite criar uma distância entre o casal. Este não é um problema só de que tem filhos, mas também de casais que trabalham excessivamente ou estão sempre viajando. Casais que não passam algum tempo sozinhos acabam criando um distanciamento entre si. Embora passar tempo em companhia dos filhos, amigos ou família seja bom, é importante reservar momentos a dois.

A solução: reservem um horário um para o outro no decorrer do dia e levem a sério o combinado. Quando vocês estiverem juntos, o importante é se divertirem e se curtirem, como vocês faziam no início do relacionamento, para evitar que vocês passem um tempo juntos “por obrigação”.

Mantenha a comunicação em dia

Uma boa comunicação é fundamental para um bom relacionamento. Se existem problemas, vocês devem reconhecê-los e trabalhar para solucioná-los. Comunicação não quer dizer apenas discutir a relação ou brigar. Comunicação quer dizer revelar os seus sentimentos – frustrações, sonhos, medos – sem receio de demonstrar fraqueza.

A solução: evite conversar só para discutir a relação. Comunique também o quanto você é feliz ao lado do seu parceiro, o quanto você o ama e quais são as coisas que ele faz que te agradam.

Faça elogios sinceros

Toda pessoa gosta de ser reconhecida e elogiada pelo que faz. Assim, da mesma maneira, não reconhecer os méritos do parceiro pode acabar com uma relação saudável. Pode ser porque ele cozinha algo que você gosta, ou lhe dá suporte e compreende o seu trabalho. A falta de reconhecimento pode ser extremamente frustrante e minar a boa vontade.

A solução: ao invés de reclamar que a cozinha está uma bagunça, ou dizer que é obrigação dele compreender a sua profissão, tire um tempo para dizer obrigado e apreciar as atitudes do parceiro. Esta pequena atitude de valorização do companheiro poderá fazer com que a pessoa se sinta amada, importante na sua vida.

Seja carinhoso

Não estamos falando somente de sexo, mas de todos os toques afetuosos. Para que o casal continue conectado, mantenha a relação sempre renovada e não deixe de cuidar um do outro, é preciso que exista carinho entre eles. Além disso, estudos comprovam que, para a mulher, receber atenção do amado e ser acariciada por ele funcionam como preliminares para a relação sexual.

A solução: não esqueça de atenção ao seu parceiro. Dê um beijo quando vocês se encontrarem, massageie suas costas enquanto ele (ou ela) vê TV, toque o seu amado quando estiverem conversando e o que mais a criatividade de vocês permitir.

Abra mão de querer estar sempre certo

Seja flexível, tanto nas discussões quanto nas conversas do dia a dia. Evite querer estar sempre certo e não assumir a responsabilidade pelos problemas do relacionamento. Para evitar que a sua teimosia destrua a saúde do seu relacionamento, leve em conta a opinião do companheiro.

A solução: lembre-se que não há porque ter medo de parecer fraco diante da pessoa amada. Assuma seus erros e desenvolva o hábito de pedir desculpas quando você estiver errado.