4 dicas para melhorar sua audição em inglês

4 dicas para melhorar sua audição em inglês

Sem dúvida, “Ouvir” é a parte mais temida e odiada na hora de fazer um exame (até pelo professor, exasperado com a sua lentidão) mas é uma das mais importantes, e que tendemos a negligenciar …

Ouvir não é o mesmo que ouvir; E aprender a identificar o significado de tudo o que o seu interlocutor diz é bastante difícil (principalmente no início; e principalmente com aquelas conversas horríveis e absurdas dos exames complementadas com um velho toca-fitas de rádio). 

Ter uma capacidade de compreensão auditiva desenvolvida no idioma que você quer falar é essencial e é por isso que vamos mostrar a você as chaves que o ajudarão a reforçar suas habilidades para melhorar sua “escuta” em inglês.

Confira agora o Curso preparatório ielts – Sua Aprovação está Aqui

As 4 dicas para ouvir em inglês que você deve saber

1. Melhore seu vocabulário em inglês

Você pode fazer um milhão de exercícios auditivos, mas se tiver pouco vocabulário, sua capacidade de compreensão auditiva sempre será baixa. Quanto mais palavras você souber, mais oportunidades terá de progredir. 

Você não pode fingir entender tudo o que ouve sem base, primeiro você deve se familiarizar com os diferentes sons da língua e estabelecer conceitos. Para melhorar sua audição em inglês, recomendamos estas  dicas para aprender vocabulário :

  • Listas de palavras: será mais fácil aprender e associar novos termos às listas de palavras classificadas por tópico. Tente aprender um número limitado de palavras a cada dia (cerca de 15 ou mais) para tornar mais fácil para você não esquecê-las e anotar as mais importantes e interessantes para você.
  • Leitura: notícias, artigos de revistas, livros … A leitura ativa nos permitirá incorporar gradualmente um novo vocabulário. Se o seu nível for baixo, escolha textos curtos e simples no início. Aumentando a dificuldade aos poucos (nada para ler a revista científica da NASA pela primeira vez). Acompanhe a leitura com um dicionário eletrônico, pois além de facilitar sua busca, você poderá ouvir a pronúncia de cada palavra (e, claro, aprendê-la).
  • Exercícios: com os exercícios de vocabulário você não só aprenderá novos termos, mas também estabelecerá e revisará aqueles que aprendeu. Exercícios de tradução, compreensão de leitura, associação de imagens … Desta forma você praticará a equivalência de palavras em inglês e espanhol, e identificará os termos importantes e as ideias principais do contexto. Enquanto o reforço visual o ajudará a memorizar com mais eficácia.

2. Ouça e não pare de ouvir em inglês

Winston Churchill disse: “Coragem é o que é preciso para se levantar e falar; mas é também o que é preciso para sentar e ouvir ”. Portanto, tome coragem e ouça!:

  • Cinema e televisão: é uma das melhores maneiras de melhorar o seu nível de inglês no sofá de casa, com um cobertor e uma tigela de pipoca. Acostume-se a assistir séries e filmes em sua versão original para assimilar a velocidade e a entonação da fala inglesa. Se no momento o seu nível não está muito alto, o melhor que você pode fazer é começar pelas legendas em espanhol (mas nunca o áudio em espanhol, cuidado). Depois que seu ouvido se acostumar com os ritmos e a pronúncia, você deve começar a pensar em mudar essas legendas para a linguagem de Shakespeare. A última etapa é não precisar usá-los. Difícil mas não impossível! 
  • Música: ouvir música é a melhor maneira de aprender a diferenciar os padrões de som. Ao contrário das séries, aqui o que recomendamos é que primeiro ouça as músicas diretamente com as legendas em inglês. Depois de dominá-los, você poderá colocar as legendas em espanhol (o objetivo é primeiro aprender a pronúncia, e depois se for um novo vocabulário). Ouvir pop é o melhor recurso para aprimorar sua “fala conectada”, a fala encadeada. Somos preguiçosos por natureza e tendemos sempre a tentar o mínimo, por isso usamos esta ferramenta para unir várias palavras numa só para que seja mais confortável pronunciá-las. Um exemplo em espanhol seria dizer em vez de “Estou indo para lá”, “Estou indo para pallá”. As canções, por serem repetitivas, descobrirão como as palavras se unem e também permitirão que você pratique enquanto as canta.
  • “Audiobooks” : os “Audiobooks” são ótimas ferramentas para melhorar sua “audição” e, ao mesmo tempo, fortalecer sua pronúncia. E é que mais uma vez todos são vantagens, já que é um instrumento 2 × 1 inteiro para o seu aprendizado. Passe algum tempo, escolha um livro de que goste e escreva as palavras-chave que não conhece e descubra o seu significado.
  • Podcasts: você pode ouvir  podcasts em inglês antes de dormir para acostumar sua estrutura mental à dinâmica da língua ou até na rua (com atenção especial ao sinal vermelho, não queremos acidentes por nossa causa). Eles serão muito úteis para se atualizar com as variantes do dialeto e para poder controlar os vários sotaques. Recomendamos o material do British Council , a BBC ou os discursos motivacionais do TEDx (este último para um nível mais avançado).

3. Fale inglês

Fale inglês sempre que puder . 24 horas por dia, se necessário. Pois, como em qualquer outra disciplina, a prática leva à perfeição. Aplicar o que você aprendeu o ajudará a desenvolver suas habilidades de comunicação e corrigir seus erros.

Além disso, será uma boa forma de se familiarizar com o idioma da forma mais casual possível : não é a mesma coisa ouvir inglês em um áudio onde a pronúncia das palavras é perfeita do que em uma conversa do dia-a-dia, onde elas estão muitas expressões e expressões idiomáticas (sem falar na gíria, de ‘Gíria’ …).

Ser ativo! Converse regularmente com aquele amigo fluente em inglês e não tenha medo de perguntar o que ele disse e como disse. Vá a um bar de intercâmbio de idiomas e tome uma cerveja enquanto dá uma aula com um nativo para brindar um bom Guinness. Aproveite e reserve uma viagem às terras anglo-saxãs para comer “Fish & Chips”, ver monumentos de tirar o fôlego e colocar em prática o seu melhor inglês.

4. Junte-se a uma academia de inglês

Ao aprender um idioma, é até normal que você queira dominar todos os seus aspectos em menos tempo do que Stephen King lança um novo “Bestseller”. Porém, é um processo que requer tempo, dedicação e muita paciência para ser bem sucedido .

Mesmo que você siga todas as nossas dicas para melhorar sua audição (e garantimos que irão ajudá-lo), seu esforço dará melhores resultados se você também combiná-lo com uma academia de inglês .

O início, assim como definir metas para o Ano Novo, geralmente é fácil, mas permanecer motivado e progredir sozinho pode ser muito difícil. Por outro lado, se você ingressar em uma academia de inglês, terá assumido um compromisso consigo mesmo. Desistir não será uma opção (a menos que você queira perder tempo, esforço e dinheiro).

Em uma academia você verá imediatamente seu progresso graças à constância das aulas. Não existe melhor motivação para continuar aprendendo inglês. 

Além disso, você receberá um atendimento personalizado, com uma prática e uma metodologia adaptadas aos seus pontos fortes e fracos. E, é claro, com professores nativos, você trabalhará muito bem tanto na “compreensão auditiva” quanto na pronúncia. Você praticará com um grupo de alunos do mesmo nível que você, para exercitar suas habilidades de conversação.

Como ser mais produtivo como programador

como ser produtivo como programador

Você quer saber como ser mais produtivo como programador? Se sim, este artigo pode ser um verdadeiro divisor de águas em sua carreira como desenvolvedor.

Como você já sabe, ser mais produtivo como programador é uma exigência do mercado de trabalho. Ainda mais quando a indústria procura não apenas aumentar a qualidade e rapidez de suas entregas e também, diminuir seus custos.

Mas a boa notícia é que os profissionais que conseguem atender essa demanda são altamente valorizados. No entanto, a vida de programador não é fácil mesmo sendo uma profissão apaixonante.

Porque em algum momento o desempenho no projeto acaba caindo e assim a sua produtividade é prejudicada.

Por isso, vamos mostrar aqui algumas formas para evitar esse problema para que você consiga se tornar um programador produtivo.

Métodos para ser mais produtivo como programador

A produtividade em qualquer mercado trabalho é importante porque ela permite obter o máximo de resultados usando o mínimo de recursos.

Ao ser mais produtivo, você acaba fazendo mais tarefas e assim pode aproveitar melhor o seu tempo livre. Então para ter mais produtividade no trabalho observe algumas dicas.

Mantenha sempre atualizado

programador produtivo

Uma grande máxima da área de desenvolvimento de software é que a tecnologia está sempre sendo atualizada.

Novas metodologias de trabalho, novos frameworks e novas linguagens de desenvolvimento estão sempre aparecendo para tornar nossa vida mais produtiva em nosso trabalho.

Dedique-se algumas horas na semana para reciclar seu aprendizado. Possivelmente, você irá aprender uma nova técnica ou uma nova metodologia que te fará mais produtivo nas tarefas do dia a dia.

Além disso, costuma-se valorizar profissionais atualizados com as últimas tecnologias do mercado, seja em um nova oportunidade interna ou até mesmo em novas oportunidades de emprego.

Para se atualizar, você pode conferir o conteúdo do Portal Desenvolvedor ou outro site focado em desenvolvimento de software.

Organize o seu local de trabalho

Para ser mais produtivo nos seus projetos, você precisa ter um ambiente de trabalho organizado.

A desorganização no local de trabalho pode diminuir bastante o desempenho no projeto, principalmente em lembrar onde estão os recursos como documentos de negócio para continuar a implementação. Por isso, mantenha o ambiente sempre limpo, organizado.

Também é importante ser organizado também na área de trabalho em seu computador. Deixe os documentos em diretórios corretos, mesmo que você possa sentir que irá perder um pouco de tempo se organizando. Acredite: será muito mais fácil encontrar os arquivos certos quando estão corretamente organizados.

Desligue as notificações

Para manter o foco no seu projeto, você precisa desativar as notificações do seu celular e também do navegador do computador.

Todos nós sabemos o quanto essas notificações podem dificultar nosso trabalho.

Elas quando aparecem conseguem tirar completamente o foco por despertar o interesse de abri-las. Por isso, desativa as notificações e deixe apenas as que são importantes.

Defina o seu horário de trabalho

Para ser mais produtivo como programador, é importante definir um horário de trabalho. O ideal é definir a hora para começar a trabalhar, por exemplo, a partir das 8 horas da manhã.

Como na maioria das vezes não é possível finalizar um projeto no final do dia, você deve definir um horário para trabalhar, por exemplo, encerrar o expediente às 18 horas ou às 20 horas.

Esse horário será fundamental para você descansar bem para no outro dia continuar o projeto.

Quando estiver preso em uma tarefa, volte para fazer depois

Quando você estiver preso a algum problema que não consegue solucionar, pare de fazer e tente novamente no outro dia.

Por causa do cansaço do dia, é comum ficar sem ideias para solucionar algum “bug” que apareça no projeto e para evitar que você fique ainda mais desgastado a dica é parar e voltar no outro dia para corrigi-lo.

Comece pelo mais importante

Para ser mais produtivo como programador, é fundamental começar pelas tarefas importantes.

Como a nossa energia é limitada por dia, você precisa priorizar as tarefas importantes para que elas sejam feitas com mais qualidade.

Por fim, faça uma lista das tarefas com menos importância para fazer depois.

Faça exercícios físicos

Passar muitas horas trabalhando no computador pode provocar diversos problemas físicos como, por exemplo: dor nas costas, tendinite nas mãos e entre outros.

Para amenizar esses problemas e também o cansaço a dica é praticar atividades físicas.

Você pode escolher entre ginástica, natação, artes marciais, caminhadas e entre outras.

Assim o seu corpo acaba acostumando com a movimentação e assim garantindo mais produtividade e disposição para o dia a dia de trabalho, além claro, melhorando muito a sua saúde.

Conclusão

Aprender como ser mais produtivo como programador é fundamental para você trabalhar melhor em menos tempo. No entanto, isso é uma habilidade que se desenvolve conforme o profissional vai ganhando mais experiência.

Ou seja, isso é um trabalho contínuo que você deve está disposto. Afinal, a indústria está sempre mudando e por isso, é importante manter a organização e também um processo contínuo de estudo e trabalho.

Como escolher quais produtos vender em sua loja

Escolher produtos

Saber como escolher quais produtos vender em sua loja não é uma tarefa fácil, já que na maioria das vezes são tantas opções que acabam dificultando a escolha. Provavelmente, você também já passou por uma indecisão no momento de compra, não é mesmo?

Não saber o que escolher para vender na loja virtual ou física é um problema comum que atinge a maioria dos lojistas. E isso pode comprometer todas as áreas da empresa, especialmente o setor de finanças

Fazer a escolha sobre quais produtos vender é um processo que precisa de análise geral sobre o seu negócio, necessidades dos seus clientes e comportamento do mercado.

Além disso, a variedade em produtos precisa ser diversificada e bem planejada com produtos que tenham saída para que o seu negócio seja rentável.

Se você chegou até aqui é porque tem dificuldade para encontrar um produto ideal para vender na sua loja, por isso vamos mostrar algumas maneiras que vão ajudá-lo a encontrar.

6 dicas para escolher quais produtos vender em sua loja

loja

As dicas abaixo são métodos que devem ser aplicados quando você estiver procurando produtos para vender na sua loja virtual ou física.

Um detalhe importante é a estabilidade de sua loja virtual. Por isso, antes mesmo de começar tenha certeza sobre qual plataforma criar sua loja virtual. Em alguns casos, você precisará aprender programação para estender as funcionalidades existentes e você precisará de um curso como o da Danki Code.

Observe os seus hobbies

Se você está na fase inicial e não faz ideia do que vender na internet, comece primeiramente observando alguns dos seus hobbies. Pode ser que você tenha algum hobbie que possa transformar em um negócio rentável.

Seria ótimo para você trabalhar com aquilo que gosta e que entende. Os seus hobbies podem ser, música, decoração, artesanato e entre outros.

Faça uma lista das coisas que você gosta e observe se algum pode virar um negócio.

Principais segmentos do comércio eletrônico

Dentro da sua lista de hobbies provavelmente você vai achar algo interessante para fazer um negócio.

Agora observe os nichos que mais vendem na comércio eletrônico brasileiro.

  1. Celular/telefonia,
  2. Eletrodomésticos,
  3. Eletrônicos,
  4. Informática,
  5. Casa e decoração,
  6. Moda e acessório,
  7. Informática,
  8. Saúde, perfumaria e cosmético,
  9. Esporte e lazer,
  10. Acessórios automotivos.

Se nenhum desses nichos não é o seu, não desista e continue investigando outros.

Veja também nosso artigo: Como sua empresa pode vender mais

Procure um micro nicho

Para facilitar a escolha dos produtos deve escolher um micro nicho para atuar, assim você foge da alta concorrência.

O micro nicho é um segmento mais específico dentro de um nicho maior, por exemplo, no ramo da moda você pode se especializar apenas em acessórios e não em roupas.

Outro exemplo, no segmento de móveis você pode se especializar em produtos para home office ou móveis para quartos e não móveis em geral.

Produtos com alta demanda

O produto de alta demanda é aquele que é muito comentado pela as pessoas, possui um bom investimento publicitário e alta procura.

Esse tipo de produto pode ser interessante para o seu negócio por já ter procura por parte das pessoas, assim as chances de vender são maiores.

Produtos com boa margem de lucro

Para ajudar o seu negócio é importante ter uma composição de produtos com boa margem de lucro. Mesmo que esses itens tenham menor saída, eles conseguem manter a receita do seu negócio em dia.

Observe se o produto é escalável

É importante que você identifique se o seu produto escolhido é escalável. De nada adianta ter um produto com alta demanda se você não consegue produzir quantidade suficiente ou se os seus fornecedores não conseguem manter o seu produto em estoque.

Por isso, analise esses dois casos para não prejudicar as vendas do seu negócio.

Conclusão

Saber escolher quais produtos vender em sua loja é algo que demanda tempo já que você precisa encontrar algo que tenha boa saída e ótima margem de lucro para o seu negócio.

Por outro lado, é importante destacar que você não precisar de um grande estoque com produtos variados, tenha apenas em estoque os produtos com maior demanda.

Esperamos que este artigo tenha sido útil pra você. Se gostou do artigo, compartilhe com seus amigos nas redes sociais e também deixe-nos um comentário. Teremos o maior prazer em te responder.

Facebook Business: Conheça as principais vantagens desta ferramenta

Facebook Business: Conheça as principais vantagens desta ferramenta

A ascensão do mundo online não permite que as empresas fujam das plataformas digitais, portanto, entender tudo sobre o Facebook Business é essencial para o sucesso do seu negócio na internet.

Entenda que o empreendimento que negligencia o investimento nas ferramentas disponibilizadas no mundo digital, acaba perdendo bastante o alcance e fica totalmente atrás da concorrência.

Saiba que para fornecer excelente contato com os clientes por meio do universo online é fundamental que seja desenvolvido site, canal de vídeo, blog ou, até mesmo, páginas nas redes sociais.

Entre essas diversas possibilidades, o Facebook, é definitivamente uma das plataformas mais interessantes, tanto para buscar, como também para fidelizar os usuários.

É justamente por isso, que há mecanismos específicos para os negócios nessa plataforma, o Facebook Business foi desenvolvido justamente para atender a esse público.

Quer saber as vantagens desta ferramenta, correto? Acompanhe o artigo com atenção.

Boa leitura!

Quais são as vantagens de usar o Facebook Business: descubra!

Confira abaixo a lista com as três principais vantagens que tornam o Facebook Business um investimento tão atraente.

Vantagem #1: Possibilidade de personalizar as funcionalidades

O Facebook Business permite que seja incluído todos os funcionários na página corporativa para trabalhar. Além disso, você pode definir as diferentes funções para esses usuários.

Sendo assim, você pode estipular funções, deixando uma determinada pessoa responsável por criar postagens e outra focada apenas em realizar as campanhas.

Vantagem #2: Gerenciamento de diferentes plataformas

O gerenciador do Facebook Business permite a administração de diferentes plataformas com um clique apenas, sendo assim, é permitido criá-las e até mesmo realizar a comparação dos resultados de campanhas.

Vantagem #3: Formas separadas de pagamento

Uma das grandes vantagens que esse tipo de ferramenta proporciona é a possibilidade de possuir uma conta apenas de anúncios e associá-la a uma maneira específica para fazer pagamentos.

Desta maneira, quando o administrador desenvolver algum anúncio, além da possibilidade de impulsionar a postagem, obter mais visitas, cliques no site e gerar campanhas, ele consegue se beneficiar de uma forma de pagamento para todas essas ações.

Chegou a sua vez de usar o Facebook Business!

Agora que você já sabe quais são as vantagens dessa ferramenta, certamente você já deve ter ideia de como usar o Facebook Business para gerar lucro para sua empresa!

Gostou desse artigo? Compartilhe-o em suas redes sociais e ajude a divulgar o nosso blog!